Home | Faça você mesmo | Bullet journal: descubra o que é e como fazer o seu

Bullet journal: descubra o que é e como fazer o seu

Já ouviu falar em bullet journal? Criado pelo designer americano Ryder Carrol, o sistema de organização é simples e demanda apenas de caneta e um caderno. E se é tão simples assim, que tal fazer um bullet journal para chamar de seu e organizar o dia? Confira as dicas no post!

Bullet journal, afinal, o que é?

Como mencionamos acima, a forma de organização criada por Ryder Carrol é, como o próprio diz “um sistema analógico para a era digital”. A proposta é tornar simples a organização das tarefas do dia a dia, e anotando-as no papel, pode ser mais fácil não deixar nada passar batido.

+ Planner: veja como usar com essas dicas práticas

+ Freebies: etiquetas para planner, baixe e personalize o seu

+ Modelos e ideias para planner e agendas 2017

Bullet journal, como fazer?

Para começar, você precisará de muito pouco, apenas um caderno (que não precisa ser necessariamente novo), ou uma agenda, ou um bloco de notas e uma caneta.

Os registros das atividades a fazer devem ser feitos em forma de tópicos. Para o criador do sistema, quanto mais complexo for o registro de tarefas na agenda ou caderno, é mais provável que você abandone essa ferramenta, já que isso também virará uma tarefa!

Adicione um tópico: no canto superior esquerdo da página. O tópico deve ser um título curto, como a data do dia. Enumere a página. O criador do bullet journal indica que o tópico e enumeração da página devem ser as primeiras coisas a ser feitas diariamente no seu journal.

Coloque as tarefas: em forma de anotações curtas e crie marcadores para tarefas, eventos e notas. As tarefas podem ser representadas por um  ponto  “•” e os marcadores indicarão a situação de cada atividade anotada, sendo:

  • X = Tarefa Completa
  • > = Tarefa migrada
  • <= Tarefa agendada

Os eventos podem ser marcados por um “O” e podem ser qualquer coisa, como exemplo “reunião no escritório” ou “cinema com as amigas”. Como a proposta do bullet journal é ser prática, crie sentenças curtas. Mas você pode aproveitar o resto da página para descrever detalhes do evento. ;)

Adicione as notas, que podem ser representadas por um traço “-“. As notas podem incluir fatos, ideias, observações, pensamentos… Funciona bem para insights e registros de uma aula.

Adicione símbolos: o asterisco “*” representa prioridade na tarefa, a exclamação “!” representa ideia, inspiração (é geralmente emparelhado com uma nota) e um olho pode representar algo que requer mais pesquisas ou informações.

O criador do método de registros de forma analógica também sugere a criação de um índice para as postagens, além do log do dia, log do mês e log do futuro, mas isso abordaremos no próximo post sobre o bullet journal!

+ Encontre bullets journals criativos e feitos à mão aqui

+ Gosta mais do planner? No Elo7 você também encontra!

+ Agendas personalizadas e sob medida para suas necessidades