Home | Negócio Criativo | Reciclando embalagens, por Cris do Ateliê Casulo dos Fios

Reciclando embalagens, por Cris do Ateliê Casulo dos Fios

Foi vendo as dicas do Blog do Elo7 que resolvi reciclar caixas de papelão para enviar meus produtos. Falava até da possibilidade de fazer um carimbo com os dizeres “Nós reciclamos embalagens”.

Comecei a usar caixas que ia pedindo nas farmácias (são limpinhas e tem tamanhos ótimos) e as embrulhava em papel craft (no correio não podem ir com “propaganda”). Um dia eu estava na fila dos Correios e uma senhora tinha uma caixa embrulhada em jornal! Pode? perguntei. “É para reciclar tudo, não é?” foi a resposta. Foi quando decidi nem comprar mais o papel para embrulhar (mas acho jornal sujo) e por isso, hoje em dia eu viro a caixa ao contrário, tudo limpinho e coloco na aba interna escrito à mão mesmo “Nós reciclamos embalagens” – “Reciclar é um ato de amor” ou então “Oi Fulana, recicle-me”. Pego uns restinhos de palha ou sisal, faço um raminho e colo junto. Uso também folhas que foram usadas nas aulas do maternal onde minha filha leciona. São aqueles desenhos mágicos das crianças que vão parar no lixo. Aproveito tudo.Tenho visto lojistas que fotografam em seus blogs as embalagens que compram para enviar seus produtos, como marmitas de alumínio etc. Recentemente fiz uma compra de brindes para meus clientes no Elo7 e percebi que o frete estava muito alto. Esperei chegar o pedido, pesei e medi a caixa e realmente havia sido cobrado a mais. O que fazer? Delicadamente mencionei o valor do frete ao fornecedor que me informou ter comprado uma caixa para enviar meu pedido e estava me cobrando por isso! Fiquei muito triste, além de ter ficado com a sensação de ter sido “enganada”, afinal eu não desejava comprar caixa de papelão. Jamais comprarei uma caixa de papelão! O fornecedor me disse: “Você pode reciclar essa caixa”. Sem comentários!

Tem um fato engraçado que aconteceu com um cliente. Coloquei o cachecol dele em uma caixinha de um sapato do Homem Aranha. Ele retornou e disse que abriu o pacote na frente de amigos e que o fato rendeu muita risada. Gostou e hoje ele compra comigo duas vezes por ano e sempre ganha uma caixa reciclada especial.

Virar a caixa é fácil. Basta cortar com estilete ou ponta de tesouras a parte da fita colante. Vira ao contrário e coloca fita de novo e pronto. As peças dentro da caixa vão embaladas em saquinhos plástico que sempre reciclo também e peço para as pessoas guardarem para mim. Para peças mais delicadas que podem amassar, uso aquelas marmitas de isopor que recebo do supermercado. Se estiver suja de molho por exemplo, é só colocar dentro uma mistura de água com um pouco de cloro que fica limpinha. Vai tudo higienizado e cheiroso com o sabonete de brinde e tenho recebido muitos elogios dos clientes pela iniciativa.

A imagem de um pessoa ou empresa que não recicla (e ao contrário contribui para a poluição da natureza) é muito feia e não pode estar ligada a nós que somos artesãos já que, o princípio do nosso ofício é justamente fazer o caminho inverso da indústria. É a arte de transformar com as mãos tudo que encontramos em nosso meio, com recursos sustentáveis.

Nós, que de alguma forma, direta ou indiretamente nos beneficiamos de vendas com entrega pelos Correios, temos a obrigação de retribuir ao planeta tudo que temos recebido. Somos responsáveis pelas consequências de nossos atos.

Cuidar do meio ambiente não é uma escolha pessoal é sim uma questão de educação, uma necessidade urgente. Uma embalagem toda sofisticada parece estar disfarçando um produto ou querendo agregar um valor de forma pouco confiável.

Enfim, não é uma questão somente de valores financeiros, mas de consciência. Não dá mais para ignorar a importância de reciclar e evitar uso indevido de embalagens. “Reciclar é um ato de amor” e a imagem da sua empresa pode ficar “suja”.

****************************

Visite o Ateliê Casulo dos Fios no Elo7!