Home | Bebê e Infantil | Pedagogia Waldorf: entenda a proposta

Pedagogia Waldorf: entenda a proposta

bonecawaldorf1

A Pedagogia Waldorf, criada por Rudolf Steiner em 1919, na Alemanha. No primeiro momento surgiu pela necessidade do dono da fábrica de cigarros (Waldorf-Astória) oferecer escola para os filhos dos operários. Ao iniciar a escola, Steiner trouxe ideais e um método pedagógico que até hoje revoluciona a educação.

Na proposta da Pedagogia Waldorf as séries são integradas da 1ª a 8ª (ou 9ª) séries, e até a 12ª série quando tem o ensino médio de 4 anos. Dentre outras questões, uma das principais características da Pedagogia Waldorf é que ela está baseada na concepção de desenvolvimento do ser humano, na qual Steiner procurou levar em conta as diferentes características das crianças e dos adolescentes conforme sua idade aproximada, assim, o ensino é ministrado conforme as características do desenvolvimento, levando em conta a singularidade de cada um, por isso, um assunto nunca se repete.

Presença do “ser”

Num amplo sentido, a Pedagogia Waldorf é considerada uma pedagogia holística, sendo encarada do ponto de vista físico, anímico e espiritual, e o desabrochar progressivo destes três caracteres constituintes de sua organização é abordado diretamente na pedagogia. Neste sentido, é fácil perceber a presença do “ser” nas atividades e tomadas de decisões. Por exemplo cultiva-se o querer (agir) através da atividade corpórea dos alunos em praticamente quase todas as aulas; o sentir é percebido por meio das atividades artísticas constantes em todas as matérias.

Autonomia 

Além das atividades artísticas e artesanais, específicas para cada idade; o pensar e a autonomia vai sendo cultivado paulatinamente desde a imaginação dos contos, lendas e mitos no inicio da escolaridade, até o pensar abstrato rigorosamente científico no ensino médio. O objetivo é formar futuros adultos livres, com pensamento individual e criativo, com sensibilidade artística, social e o cuidado com a natureza, ter energia para buscar livremente os seus objetivos e cumprir os seus impulsos de realização em sua vida futura.

bonecawaldorf2

Bonecas da pedagogia Waldorf no Elo7

Outra característica marcante, é que não é cobrado tão cedo atividades que exigem um pensar abstrato, intelectual muito cedo em relação aos outros métodos de ensino. Por isso, não é recomendado que as crianças aprendam ler e escrever antes de entrar na 1ª série. Em relação a esta questão, muitos pais ficam ansiosos e/ou preocupados com a alfabetização do filho antes dos 6 anos, porém essa preocupação é consequência de um formato de cultura no qual atropelam as necessidades do desenvolvimento e faz multiplicar os casos de crianças consideradas defasadas ou com dificuldades de aprendizagem.

Neste sentido, vale lembrar a importância de dar espaço físico e psicológico para a criança amadurecer naturalmente, além disso, se observamos as outras culturas onde os métodos de aprendizagem são diferentes dos nossos, como é o caso da Finlândia, que está sempre em primeiro lugar nas avaliações de competência dos melhores leitores por exemplo, lá não ensina a criança ler e escrever antes dos 7 anos de idade. As crianças se amadurecem brincando na escola.

As famosas Naninhas Waldorf

Até a pronuncia do nome da “Naninha” é gostoso de falar! Naninha é como o primeiro brinquedo do bebê. É como aquele paninho que os bebês gostam de levar segurando para cima e para baixo. É também considerada um brinquedos de transição de uma fase para outra, é parte do processo natural de crescimento. Winnicott, (pediatra e psicanalista) chamaria de objeto transicional que é o primeiro vinculo do bebê com o meio externo que o auxilia a passar de uma fase para outra. Geralmente é uma bonequinha confeccionada predominantemente com lã de carneiro, para que a lã absorva o cheirinho do ambiente e quando o bebê abraça ou cheira a sua naninha ele vai se sentir perto da mamãe.

bonecawaldorf

Boneca da marca Dona Florinda

As famosas bonecas Waldorf

Parece-se com uma criança e geralmente é simples, construídas com materiais naturais, já para incentivar a criatividade e a imaginação das crianças. Como a boneca é a imagem e semelhança do ser humano, o fato de não ter uma fisionomia fixa, possibilita a criança imitar e se identificar com ela como uma forma de projeção do que está sentido. Como um espelho que reflete a sua imagem. Para a Pedagogia Waldorf, a boneca tem grande importância e intimidade no brincar que não acontece com os outros diversos brinquedos.

Independente de idade e sexo, a boneca acompanha a criança em todos os seus caminhos, na hora de dormir, na hora de brincar, na hora do consolo e também nas alegrias. Esse relacionamento íntimo que a criança tem com a boneca, ela não teria com uma bola ou um carrinho por exemplo. Por isso a importância de confeccionar a boneca com materiais da natureza para aproximar a criança do essencial. Lembrando da igual importância do boneco Waldorf para os meninos.

É possível aplicarmos conceitos da Pedagogia Waldorf em casa?

Sim, com certeza! Podemos aplicar vários dos conceitos Waldorf em casa. Podemos começar incentivando a autoeducação e o respeito a natureza e o mundo a sua volta. A Pedagogia Waldorf funciona como se ensinasse de dentro para fora, por isso o caminho é incentivar a expressão da criança e a sensibilidade para os sons, as cores, os materiais naturais.

Buscar a essência do se humano é um caminho para humanizar a sociedade e a possibilidade de viver em harmonia uns com os outros. Foi um grande prazer compartilhar com vocês um pouquinho dessa abordagem tão rica e transformadora!

Para conhecer criações artesanais inspiradas na proposta pedagógica, venha passear por essa seleção!

Imagem crianças: site Hypescience

bool(false)
Doutoranda na área de Educação pela Universidade de São Paulo, Mestre em Psicologia, Psicopedagoga, Psicóloga, membro diretor da Associação Brasileira de Brinquedotecas, membro da International Toy Library Association, experiência em gestão na primeira infância, pesquisadora do grupo CIEI – Contextos Integrados em Educação Infantil da Faculdade de Educação da USP, autora de vários livros sobre os jogos, brinquedos, brincadeiras e brinquedotecas, professora na graduação em Pedagogia e coordenadora na Pós-Graduação em Psicopedagogia. Consultora da empresa Reis Ludos – Educação e Ludicidade. Contato: sireoli@yahoo.com.br

Veja mais posts deste autor.

Um Comentário

  1. Elis Cofcewicz

    Adorei!!! Parabéns :)