Home | Gente que Inspira | Entrevista | Entrevista com André da viaeco

Entrevista com André da viaeco

Como tudo começou? O que é a viaeco? Conte-nos um pouco sobre você e seu trabalho.

A viaeco vem sendo planejada há muitos anos, mas botei o projeto para fora do papel em 2007. Fiz um curso de Modelagem / Montagem design de bolsas de couro no SENAI Novo Hamburgo (referência nacional nesta área). Meu objetivo sempre foi trabalhar com lonas velhas. Tive que me adaptar. O início foi muito difícil. Comecei a produzir minhas primeiras bolsas no início de 2008.

Acredito muito que a consciência ambiental já deixou de ser um idealismo de “ecochatos” para se tornar questões de ordem na pauta das administrações públicas mundiais. É uma condição comportamental imprescindível e urgente para a sobrevivência do planeta e de todos os seres vivos.

A reciclagem de materiais deixou a esfera industrial para assumir a condição de moda. As pessoas passam agora a exibir orgulhosas sua identificação com a causa ambiental e difundindo esse ideal como objetivo de garantir um futuro melhor. A viaeco desenvolve seus produtos dentro deste conceito. O reaproveitamento de matéria-prima e de materiais descartados, criando e relendo, de forma criativa e bem humorada, novas funções para materiais descartados e sem “vida”.

Além de artesão, você exerce alguma outra profissão?

Sim, sou bancário.

Você busca no artesanato uma fonte de renda, um meio de aliviar o stress ou ambos?

As duas coisas. Quero ver a viaeco se destacar como empresa realmente sustentável e com um papel diferenciado nesta área.

Fale um pouco sobre seu modo de trabalho e sobre os produtos que faz.

Minha modelagem é funcional, descolada e simples, preocupada em mostrar que seus usuários têm conteúdo ambiental, ou seja, são pessoas que fazem sua parte sem se preocupar em salvar o mundo sozinhos.

Quais os tipos de produtos, as principais características e diferenciais de cada um, os materiais e equipamentos utilizados.

A viaeco produz bolsas e acessórios femininos, sendo o seu principal diferencial a singularidade. As bolsas são feitas uma a uma, as lonas têm cores exclusivas que nunca se repetem, pois foram mutadas pelo tempo, pelo uso e pelo trabalho. São materiais que tiveram “vida e funcionalidade”. Na verdade, estamos recriando, revivendo, dando uma nova oportunidade e funcionalidade para estes materiais. Os principais elementos das bolsas são: lona de malotes bancários reciclados, lona de caminhão reciclada, ecolona (feita de aparas de lona e garrafas pet, retalhos de tecidos, retalhos de couro, botões de madeira certificada, botões feitos de plástico reciclado, entre outros.

Você trabalha sozinho ou tem uma equipe? Você tem um atelier ou compartilha espaços de casa para suas criações?

Atualmente trabalho sozinho e tenho um atelier nos fundos da minha casa.

Quando produz seus próprios trabalhos manuais, quais características considera essenciais para considerar o resultado final como um bom trabalho?

Boa vontade, prazer em fazer bem feito, detalhamento e, principalmente, se colocar no papel do consumidor final, fazendo uma crítica pessoal do produto final.

Que atributos definem um bom artesão em sua opinião?

Um bom artesão deve gostar e acreditar no produto que faz.

Quando analisa produtos de terceiros, que atributos consideram para definir o trabalho como um bom produto artesanal?

Exclusividade, criatividade, preço justo e nível de dificuldade.

Quais os desafios e dificuldades de se atuar no mercado de produtos feitos à mão? Você vê perspectivas boas para esse mercado no Brasil?

A principal dificuldade que vejo é a divulgação. Divulgar um produto de maneira clara, profissional e barata ainda é muito difícil. O Elo7 é uma janela que se abriu para nós. Acredito neste mercado e acho que tem muito espaço para navegarmos.

Qual o diferencial e valor que o artesanato pode agregar?

A exclusividade, rapidez na entrega e ótimo atendimento são fatores fundamentais para agregar valor nos produtos. Infelizmente muitos profissionais deste meio não sabem cobrar pelos seus produtos, banalizando e nivelando por baixo o artesanato Brasileiro.

Onde e como você costuma vender seu trabalho?

Vendo meus produtos principalmente em escolas e universidades, além do Elo7, é claro!

Como divulga seu trabalho e o que você acha mais importante na divulgação?

Minha divulgação é falha, funciona mais na indicação, no “boca-a-boca”e através da minha loja no Elo7.

Você acredita que ferramentas como o Elo7 podem contribuir?

Sem dúvida. O Elo7 é um grande atalho para lançar os produtos neste fenômeno chamado globalização. O Elo7 é uma iniciativa maravilhosa, mas tem um grande desafio pela frente, ou seja, ajudar a valorizar os produtos de seus clientes, mostrando que os bens devem ter um preço real e justo.

O que você gostaria de ter no Elo7 e que está faltando hoje?

Infelizmente não podemos enviar mais e-mails dos produtos. Esta era uma ferramenta bem legal.

Você conhece algum lugar que pode ser considerado o lugar indispensável para quem faz artesanato? Um site, uma feira, uma cidade, uma loja etc.?

Muitos lugares… quem vive do artesanato respira criatividade e precisa estar ligado a tudo, ler , viajar, criticar positivamente produtos, navegar na web e ver os movimentos das pessoas … o que lêem, o que vestem, pra onde vão e porque vão. A criatividade é como o vento, sempre presente em intensidades diferenciadas, capaz de gerar eletricidade, movimentar veleiros, refrescar corpos, transportar perfumes, mas, também, devastar populações.

Você tem algum hobby que gostaria de citar? Fora o artesanato, o que mais você gosta de fazer?

Adoro orquídeas. Tenho um pequeno orquidário em casa. Estas flores têm alma, são generosas e consistentes.

Tem filhos?

Tenho dois filhos maravilhosos o Henrique com 5 anos e a Júlia com 14 anos. Diferentes e tão iguais. Estes dois caras são os responsáveis pela minha vontade de crescer, aprender, evoluir e vencer. Com eles aprendi que a vida não é uma felicidade eterna, mas sim, feita de momentos felizes. Temos que aproveitar, valorizar e agradecer minúsculas e grandes alegrias, pois a vida é feita apenas de momentos.

Pra fechar, se você tivesse 15 segundos para contar tudo sobre sua vida e seu trabalho, o que você diria?

Resumo minha vida com o pensamento de James Gamble: “Quando você não pode fazer mercadorias puras e completas, faça algo que seja honesto, mesmo que seja quebrar pedras.”

Visite a viaeco no Elo7: https://www.elo7.com.br/18a42/

Esta bolsa linda foi um presente que ganhei do André e que infelizmente não pode ser entregue em mãos em Porto Alegre.
Muito obrigada por este presente maravilhoso, André ! A bolsa está fazendo o maior sucesso por aqui.
Um beijo,
Mônica Ipolito.

bool(false)

Sobre Elo7

Somos um time que é apaixonado por tudo que é criativo e feito à mão. Aqui no blog, trazemos dicas diárias para inspirar e ajudar no seu negócio criativo! Também organizamos oficinas e encontros em todo o Brasil. Conheça o Elo7!

Veja mais posts deste autor.

15 comentários

  1. Feito à mão

    Ótima entrevista! Muito enriquecedora.
    Parabéns!
    KARINE

  2. Feito à mão

    Ótima entrevista! Muito enriquecedora.
    Parabéns!
    KARINE

  3. Feito à mão

    Ótima entrevista! Muito enriquecedora.
    Parabéns!
    KARINE

  4. Danny Barros

    André é um amigo muito especial, eu tenho 3 bolsas dele, um trabalho maravilhoso, feito cada detalhe com carinho e atenção.
    são únicas e cheias de histórias pra contar…
    Além da proposta da marca, ele valoriza o trabalho do artesão, mostrando que podemos sim valorizar e agregar valor às nossas peças.
    Um trabalho lúdico, poético e com proposta verdadeira!
    Parabéns pela bela

  5. Danny Barros

    André é um amigo muito especial, eu tenho 3 bolsas dele, um trabalho maravilhoso, feito cada detalhe com carinho e atenção.
    são únicas e cheias de histórias pra contar…
    Além da proposta da marca, ele valoriza o trabalho do artesão, mostrando que podemos sim valorizar e agregar valor às nossas peças.
    Um trabalho lúdico, poético e com proposta verdadeira!
    Parabéns pela bela

  6. Danny Barros

    André é um amigo muito especial, eu tenho 3 bolsas dele, um trabalho maravilhoso, feito cada detalhe com carinho e atenção.
    são únicas e cheias de histórias pra contar…
    Além da proposta da marca, ele valoriza o trabalho do artesão, mostrando que podemos sim valorizar e agregar valor às nossas peças.
    Um trabalho lúdico, poético e com proposta verdadeira!
    Parabéns pela bela

  7. Não conhecia seu blog e adorei o seu

  8. Não conhecia seu blog e adorei o seu

  9. Não conhecia seu blog e adorei o seu

  10. Bem boa a entrevista do Sr. Andre; além de ´incentivar´, ´dar mais forças´…
    E uma coisa que concordo com ele: no artesanato (como EM QUALQUER PROFISSÃO), deve-se fazer o trabalho com vocação, prazer; e nessa área (artesanato), a CRIATIVIDADE é FUNDAMENTAL!!!

    Rodrigo Rosa

  11. Bem boa a entrevista do Sr. Andre; além de ´incentivar´, ´dar mais forças´…
    E uma coisa que concordo com ele: no artesanato (como EM QUALQUER PROFISSÃO), deve-se fazer o trabalho com vocação, prazer; e nessa área (artesanato), a CRIATIVIDADE é FUNDAMENTAL!!!

    Rodrigo Rosa

  12. Bem boa a entrevista do Sr. Andre; além de ´incentivar´, ´dar mais forças´…
    E uma coisa que concordo com ele: no artesanato (como EM QUALQUER PROFISSÃO), deve-se fazer o trabalho com vocação, prazer; e nessa área (artesanato), a CRIATIVIDADE é FUNDAMENTAL!!!

    Rodrigo Rosa

  13. betitrabasso ribeirao preto

    adorei suas bolsas,ja conheci algumas bolsas feitas p]ela minhas amigas, mas estas suas sao lindissimas ,parabens…….

  14. betitrabasso ribeirao preto

    adorei suas bolsas,ja conheci algumas bolsas feitas p]ela minhas amigas, mas estas suas sao lindissimas ,parabens…….

  15. betitrabasso ribeirao preto

    adorei suas bolsas,ja conheci algumas bolsas feitas p]ela minhas amigas, mas estas suas sao lindissimas ,parabens…….