Home | Gente que Inspira | Entrevista | Entrevista com Vera Cals da Ora Ora

Entrevista com Vera Cals da Ora Ora

Como tudo começou? O que é a Ora Ora? Conte-nos um pouco sobre você e seu trabalho.

Tudo começou numa época triste, após o falecimento de minha mãe em 2001. Estava eu juntando seus pertences e encontrei diversas imagens de santos, medalhinhas etc. que sabia que eram da devoção dela. Achei então que devia reuni-las e fiz o primeiro relicário, com caixa de leite “longa vida”, onde coloquei algumas coisas que sabia que ela gostava, inclusive os santos. A família adorou e começou a me encomendar. Em seguida vieram os amigos e lá estava eu fazendo um trabalho que eu nunca pensei que soubesse nem que tivesse habilidade para tal. Não sei nada de costura, nem de bordado, nem de qualquer trabalho com agulhas. Mas apareceu a criatividade. Entrei em uma associação de artesãos, me cadastrei no Sebrae e comecei a participar de feiras. E meus relicários ficaram conhecidos. Mas eu não estava satisfeita com as caixas de leite, pois me davam muito trabalho: lavar, secar, recortar, cobrir com papel pardo, secar, pintar, decorar. Eram muitos itens para produzir uma peça quando eu já tinha encomendas para várias.


Então descobri o MDF e passei a fazer as caixinhas desse material. Mas ainda estava faltando alguma coisa, pois queria continuar utilizando reciclagem. Foi quando, fazendo compras no supermercado, comprei uma lata de azeite extra-virgem. Pronto. Eu abri a lata e a lata “abriu minha cabeça” e eu fiz o primeiro relicário utilizando na testeira da caixa de MDF o detalhe recortado com a palavra ”Extra-Virgem”, com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Criei então um diferencial no item relicário, que passou a fazer muito sucesso pelo fato de eu ter criado um humor respeitoso.

E aí estou, até hoje, pesquisando nas latas alguma frase que tenha alguma coisa com o santo que coloco dentro da caixinha de madeira, conforme vocês já podem ter visto na minha loja do Elo7. “Ora Ora” foi criação da minha filha Andréa, arquiteta e webdesigner, especialmente para o Elo7.

Além de artesã, você exerce alguma outra profissão?

Embora esteja aposentada continuo trabalhando. Graças à Internet, coordeno a parte financeira de um fotógrafo que reside e trabalha em São Paulo. Eu moro em Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Você busca no artesanato uma fonte de renda, um meio de aliviar o stress ou ambos?

Não é minha fonte principal de renda, mas complementa minha renda. Também alivia meu stress porque sou muito acelerada. É uma forma de puxar um pouco meu freio de mão.

Você trabalha sozinha(o) ou tem uma equipe? Você tem um atelier ou compartilha espaços de casa para suas criações?

Trabalho sozinha, em meu atelier montado num espaço ótimo, exclusivo, dentro da minha casa.

Quando produz seus próprios trabalhos manuais, quais características considera essenciais para considerar o resultado final como um bom trabalho?

Acho que qualquer trabalho manual, de artesanato, tem que ser criativo, justamente para diferenciá-lo dos outros da mesma espécie. Eu procuro juntar criatividade, com harmonia de materiais e acabamento caprichado.

Que atributos definem um bom artesão em sua opinião? Quando analisa produtos de terceiros, que atributos consideram para definir o trabalho como um bom produto artesanal?

Justamente analiso a partir dos atributos que eu quero que encontrem nos meus produtos também, como já falei acima. Acho importante também que os produtos tenham uma boa apresentação no que diz respeito à embalagem, informações sobre os produtos, e preço justo.

Quais os desafios e dificuldades de se atuar no mercado de produtos feitos à mão? Você vê perspectivas boas para esse mercado no Brasil?

Pela minha própria experiência já encarei muitos desafios e encontrei muitas dificuldades. Já tive loja com grupo de artesãos, e com facilidades no pagamento de aluguéis e condomínios, para que pudéssemos sobreviver com a venda de produtos. Como moro em cidade do interior do Estado, com população pequena, logo logo o movimento cai. Você consegue um sucesso por três meses e é só. Eu acho que o artesão sobrevive do seu trabalho nas regiões onde são montadas cooperativas, como acontece no Nordeste, no Sul do Brasil. A cooperativa acho um bom caminho.

Onde e como você costuma vender seu trabalho?

Depois de vagar por algumas lojas e bazares, vendo no meu atelier.

Como divulga seu trabalho e o que você acha mais importante na divulgação?

Primeiro passo na divulgação é o “boca-a-boca”. Foi assim que comecei a vender. Tenho um site próprio, que ajuda bastante, pois o trabalho é bem visto.

Você acredita que ferramentas como o Elo7 podem contribuir? De que maneira? Qual sua opinião geral sobre o Elo7? O que você gostaria de ter no Elo7 e que está faltando hoje?

Sou novata no Elo7 e estou adorando. É uma ferramenta que não dá trabalho ao artesão. Depois que você se instala pode sentar e trabalhar que o Elo7 faz o resto. No momento acho que atende àquilo que eu preciso para vender meus produtos.

Você conhece algum lugar que pode ser considerado o lugar indispensável para quem faz artesanato? Um site, uma feira, uma cidade, uma loja etc.?

Sem um lugar na internet nada se faz hoje em qualquer setor. Um site é muito importante. Nas cidades, com população voltada para artesanato, acho imprescindível que o turista saiba onde encontrar o artesanato, reunido num único local, amplamente divulgado. Onde moro é pulverizado. Se você quer ver mosaico ele está num canto, se quer ver entalhe vai para outro lado. Isso tudo dificulta e desanima tanto quem faz como quem procura.

Você tem algum hobby que gostaria de citar? Fora o artesanato, o que mais você gosta de fazer?

Leitura e videogame. Leio e jogo videogame diariamente. E malho diariamente também.

Tem filhos? Tem algum animal de estimação?

Tenho um casal de filhos adultos e casados, uma neta, e dois cachorros.

Para fechar, se você tivesse 15 segundos para contar tudo sobre sua vida e seu trabalho, o que você diria?

Em movimento constante, pensando, criando, trabalhando, ajudando…

Loja da Ora Ora: https://www.elo7.com.br/1c410/

bool(false)

Sobre Elo7

Somos um time que é apaixonado por tudo que é criativo e feito à mão. Aqui no blog, trazemos dicas diárias para inspirar e ajudar no seu negócio criativo! Também organizamos oficinas e encontros em todo o Brasil. Conheça o Elo7!

Veja mais posts deste autor.

12 comentários

  1. A-do-ro!
    Mulher criativa e antenada!
    Bjs
    Hijo

  2. A-do-ro!
    Mulher criativa e antenada!
    Bjs
    Hijo

  3. A-do-ro!
    Mulher criativa e antenada!
    Bjs
    Hijo

  4. A-do-ro

  5. A-do-ro

  6. A-do-ro

  7. juliana d´assunção

    o trabalho da Vera é lindo e muito criativo. bjs ju

  8. juliana d´assunção

    o trabalho da Vera é lindo e muito criativo. bjs ju

  9. juliana d´assunção

    o trabalho da Vera é lindo e muito criativo. bjs ju

  10. Patricia Noleto

    Adorei!
    Lindo e origianl.Extremo bom gosto.

  11. Patricia Noleto

    Adorei!
    Lindo e origianl.Extremo bom gosto.

  12. Patricia Noleto

    Adorei!
    Lindo e origianl.Extremo bom gosto.