Home | Gente que Inspira | Entrevista | Lojista em destaque: Nádia, da Casa do Chapéu

Lojista em destaque: Nádia, da Casa do Chapéu

chapeu

Olá! Sou Nádia Zen Osaka, da loja Casa do Chapéu. Sou paulistana, nascida e criada no bairro do Ipiranga, mas que escolheu São Bernardo do Campo para viver.

A paixão tomou conta

Minha paixão por chapéus surgiu quando conheci a chapelaria do avô de meu marido, um imigrante japonês que trouxe ao Brasil toda a técnica para confeccionar chapéus.

Me casei em 1984, e no ano seguinte eu e meu marido decidimos nos tornar chapeleiros. Contamos com a ajuda de seu avô e de seu tio que, com toda paciência oriental, nos ensinaram suas técnicas de modelagem e confecção.

 chapeleira

A evolução na produção

A experiência em criação veio com o tempo, desenvolvendo chapéus para várias grifes. Com este trabalho conseguimos ter nossos chapéus apresentados em vitrines de shoppings, desfiles da SP Fashion Week, publicados em revistas e exportados para países como França, Japão e Portugal. Todos os créditos, porém, eram atribuídos às marcas, e os produtos vendidos a um preço muito alto em comparação com o que ganhávamos.

Isso tudo nos trouxe experiência, garantiu nosso sustento e nos forneceu a possibilidade de construir um espaço para trabalhar em casa. Não alcançamos, no entanto, satisfação e felicidade.

tamanho

Todo negócio tem suas particularidades

A maior dificuldade é fazer a parte comercial das empresas entender que chapéu tem numeração, da mesma forma que sapatos. Se você calça 35, não adianta querer calçar 36 ou 34. Se a sua cabeça tem circunferência 58, você deve usar um chapéu nesta circunferência para que ele não fique nem largo nem apertado. Para as grandes confecções, entretanto, é inviável trabalhar com tantas numerações.

Então veio o sonho de criar uma chapelaria como as que existem fora do Brasil, uma loja que só vendesse chapéus, e com todos os tamanhos disponíveis. Mas como montar uma loja física deste porte?

A virada

Foi quando conhecemos o Elo7, em 2011, que o sonho começou a tomar forma. Estudamos todo o site, suas características e a melhor maneira de apresentar fotos. Foi um trabalho árduo, mas em novembro de 2012 por fim, conseguimos abrir nossa tão sonhada chapelaria.

Hoje, sim, somos felizes! Por meio do Elo7 podemos criar e vender para todo o Brasil, produzindo nossas peças no tamanho exato que o cliente necessita (além, é claro, de ter todo o contato humano que existe mesmo por meio do computador).

Nossos chapéus já apareceram em revistas, em indicação de estilistas que trabalham para sites, e agora com os créditos devidos a Casa do Chapéu.

midia

Trabalho a dois!

Eu e meu marido dividimos todas as etapas do processo de criação, desde a escolha de tecidos e aviamentos, passando pelo corte e costura, até o envio dos produtos pelos Correios. Fotos e design do site também são feitos por nós – nada é terceirizado.

Com menos de dois anos no Elo7, grande parcela de nosso orçamento vem da loja, e temos conseguido diminuir o grande número de freelances que antes fazíamos quando desenvolvíamos peças para terceiros. Esperamos em breve viver somente de nosso negócio criativo.

Visitem a Casa do Chapéu e confiram dica de algumas lojas do Elo7 que sou fã: Pé com Arte, Tosca Baby e Sonho de Bebê.

bool(false)
Com antena ligada para novidades e tendências 7 dias por semana, paulistana vivendo em Ilhabela, é produtora de conteúdo criativo freelancer há seis anos, formada em Publicidade e Propaganda na ECA-USP, com especialidade em mídias digitais pela FGV. Autora do blog Colacorelinha , redatora do Blog do Elo7, gerenciadora de marcas na web e fã convicta de suculentas e sua força.

Veja mais posts deste autor.

11 comentários

  1. Nadia, adorei conhecer seu trabalho, muito lindo, criativo e caprichado, parabéns e que cada vez mais vocês conquistem mais e mais clientes. Sucesso. Sumara

  2. Nádia parabéns, muito lindo seus produtos e invejável sua exposição da loja. Muito sucesso e criatividade, sempre. Belo exemplo, um abraço, Sonia

  3. Que história inspiradora!!! Amei o seu trabalho….Muito lindo!!!

  4. Feliz que gostou Diana. Abraços

  5. Renata Marques Ribeiro Prevato

    Que história linda!!! Cheia de sinceridade e força, força de um povo que muito admiro!! Desejo de coração que vocês trilhem esse caminho e tenham muito sucesso!! Acreditem, só de estar juntos vocês já têm. Fiquem com Deus, abraços!!

  6. Renata, abrigada pelo carinho de suas palavras. Um abraço

  7. Achei sua história maravilhosa, cheia de dedicação e garra. Que Deus proteja e abençoe. Vocês são para nós brasileiros um grande exemplo de amor, convivência e trabalho. Conhecendo sua história, sinto que crescí mais um pouco. Obrigada por torná-la conhecida.

  8. Obrigada Ana Maria, palavras como as suas me fortalece e me faz acreditar que estou no caminho certo.

  9. Fiquei muito emocionada em ler sua história. Os chapéus são lindos.Parabéns