Home | Gente que Inspira | Entrevista | Conheça a história da Luciana Zukas da LuMZZ – Jundiaí/SP

Conheça a história da Luciana Zukas da LuMZZ – Jundiaí/SP

Desde muito pequena sabia que iria trabalhar com as mãos. Lembro de ter assistido um documentário que mostrava todo o processo de fabricação da cerâmica, inclusive fazendo as peças em torno manual. Fiquei fascinada com aquilo e achava que ia ser escultora ou algo do gênero. Cresci, fiz Técnico em Decoração, trabalhei como projetista de móveis. Nessa época descobri a beleza das cores e comecei a me interessar por estampas. Depois estudei Desenho Industrial, com especialização em produto, e foi aí que tudo começou. Montava e vendia bijouterias na Faculdade, mas eram sempre a mesma coisa. Olhando os pedacinhos de MDF que sobravam de nossos trabalhos, elaborei minhas primeiras presilhas de cabelo, mas ainda não era isso que me preenchia. Foi então que apareceu a oportunidade de fazer estágio na Secretaria de Cultura da cidade de São Paulo, trabalhei no Departamento de Bibliotecas e sabendo de meus dotes, me ofereceram uma vaga para acompanhar projetos sociais, em que eram dadas aulas de fuxico, amarradinho. O material para as atividades eram retalhos vindo das confecções do Bom Retiro.

Fiquei encantada com todos aqueles pedacinhos, tudo muito colorido, a variedade de estampas, uma mais bonita que a outra. Comecei a elaborar peças com o material, amarrando, colando, mas ainda não sabia costurar. Dependia da minha mãe, e às vezes tinha que esperá-la ter um tempinho para produzir minhas criações. Assim, em um belo dia, depois de muita observação, algumas dicas, a máquina de costura me esperando… tomei coragem, coloquei-a para funcionar, e saiu minha primeira bolsinha!!!

Nesse período, resolvi vender todos os produtos que criava. Com a cara e a coragem e muita coragem, pois lembro-me das peças e não entendo como conseguia comercializá-las, lá ia eu. Olhava a loja, se me identificava com ela e achava que meus produtos combinavam, oferecia. Na maioria das vezes dava certo. Também fiz feiras e recebia muitos elogios, muitas sugestões do que fazer, mas pouco vendia e ficava ansiosa. Então preferi as lojas, que com o passar do tempo, me ofereciam para deixar em consignação e eu acabava aceitando. Quando me dei conta, estava só na consignação. Achei por anos que era melhor do que não vender, pois aparentemente tinha a possibilidade de venda e acreditava que ganhava com isso. O pior é que muitas vezes, escolhiam os produtos, sugeriam outros, queriam exclusividade, quantidade e sempre novidades. Com o decorrer do tempo, percebi que investia muito, pouco vendia e ainda ficava com vários produtos parados. E nessa, o lojista que tinha sua loja com vários produtos, sempre novidades, não gastavam nada com isso e se não vendessem devolviam. Muitas vezes tive que me desfazer das peças pois com a luz os tecidos desbotavam, manchavam e não tinham mais como serem aproveitados. Várias vezes pensei em desistir.

Foi quando decidi que queria mudar pois não poderia desistir do meu sonho. Pensei na internet, em um site, mas não tinha condição de montar um. Então lendo uma matéria sobre venda de produtos, conheci o Elo7. Verifiquei, achei interessante, mas não me cadastrei. Mas como comecei a tirar meus produtos das lojas, revolvi testar a conta gratuita e fiz uma venda. Como minha situação estava insustentável com as consignações, tornei minha conta PRO, depois coloquei-a no destaque. Foi quando comecei a tomar gosto de realmente vender aquilo que produzo e o melhor, depois de mais de 10 anos de trabalho, tendo a oportunidade de serem vistos pelo mundo todo e de vender para todo o Brasil.

Outra coisa interessante que aconteceu foi a mudança do tipo de produto que vendo, antes fazia mais bolsas e acessórios, que sempre foram muito coloridos, com detalhes, mas com o site os bichinhos começaram a ter ótima aceitação. Enveredei pelo mundo infantil, do qual sempre gostei. Não só com os pequenos esses produtos fazem sucesso, mas com os adultos também. Tenho o cuidado e a preocupação com cada detalhe, de estar bem costurado, evito serem colados (por isso os olhos são pintados), os tecidos são de algodão (tricoline, cotton), não causam alergias e deixam as peças com toque agradável, evito colocar peças que causem acidentes, mas às vezes é inevitável pois essas peças dão um charme irresistível. Quero ampliar minha atuação nesse segm
ento e espero ter novidades em breve.

Não fiz nenhum curso mas estou sempre observando, lendo, aproveito as dicas e as facilidades de ter uma mãe que costura e borda desde criança e que sempre que pode, é minha ajudante. Desenvolvo meus próprios moldes, também com muita observação. Se vou à uma loja e vejo um bichinho, bolsa de que gosto, vejo como é feito para dar aquele formato. E as aulas de desenho técnico que tive, com certeza, são muito úteis.

Enfim, trabalho com o que gosto, com muito amor. Cada bichinho, bolsinha, é como um filho! Sempre fico feliz quando estão prontos, me enchem de alegria. Ainda bem que não desisti pois são a essência do que tenho de melhor dentro de mim!!

Para visitar a loja da Luciana no Elo7, é só clicar aqui !
bool(false)

Sobre Elo7

Somos um time que é apaixonado por tudo que é criativo e feito à mão. Aqui no blog, trazemos dicas diárias para inspirar e ajudar no seu negócio criativo! Também organizamos oficinas e encontros em todo o Brasil. Conheça o Elo7!

Veja mais posts deste autor.