Home | Manual de técnicas artesanais | Ponto crivo: conheça a técnica de bordar

Ponto crivo: conheça a técnica de bordar

O ponto crivo, também conhecido como bordado labirinto ou somente labirinto, é um tipo de bordado tradicional da região norte do país feito com tecidos finos, como o linho. O ponto crivo chegou ao Brasil com a colonização portuguesa no século XVII e era muito utilizado para bordar enxovais. Conheça mais sobre a técnica!
ponto crivo passo a passo
Pano de copa em bordado crivo, da loja Rosilene Bordados

Ponto crivo

A técnica do labirinto ou crivo é versátil e permite a confecção de muitos tipos de imagens e padronizações. O labirinto utiliza apenas o entrelace dos fios sobre um tecido telado (tal qual utilizado também para o ponto cruz, por exemplo).  Crivo varia do verbo crivar, que significa perfurar ou cravejar, e é dessa forma que o tecido a ser bordado é preparado: sendo desfiado e crivado. Hoje há também o falso crivo, em que o tecido não é desfiado (para entender melhor, confira esse vídeo em inglês com um exemplo de falso crivo).
ponto crivo inspiração
Imagem: A Arte do Bordado

Parece renda, mas é crivo!

O ponto crivo pode ser executado em qualquer tecido com trama propícia ao bordado. O importante é que dê para contar os buraquinhos da trama. O trabalho antigamente era feito em tecidos finos e com pontos menores, para dar o aspecto de renda ao tecido.

A linha mais apropriada para crivar o tecido é a perlé, que é de algodão, própria para bordar e possui acabamento brilhante e sedoso. Tal linha garante o acabamento delicado ao trabalho. Outros materiais utilizados são a tesoura para linhas e a agulha para bordado.

O labirinto também pode ser combinado com outros tipos de bordado, como o ponto cruz, ponto reto, corrente e outros.

Curtiu conhecer o ponto crivo? Veja também mais artes no nosso Manual de Técnicas Artesanais e confira mais produtos feitos com ponto crivo no Elo7.

bool(false)
Nutricionista de profissão e crafter de coração. Mãe da princesa Maria Alice. É boa de garfo, ama música e não resiste a um garimpo de decor. Cria os acessórios da Flor de Cris e da A Decoradeira. Sempre indecisa, na dúvida acaba levando os dois.

Veja mais posts deste autor.

Um Comentário

  1. Oi!
    Essa renda também é típica na região dos Municípios de Biguaçu e Governador Celso Ramos, em Santa Catarina, minha vó fazia!

    Abraços!