Home | Negócio Criativo | As sobras da vida

As sobras da vida

Hand with shredded paper

Olá gente super talentosa!

Quem faz artesanato sabe que as sobras são parte de seu investimento e que precisam ser aproveitadas. Quando isso não é possível, não faz sentido algum ficar guardando estas sobras, estocando o que não será reaproveitado.

Já pensou que a nossa vida pode estar cheia de sobras?

Sobras de momentos, experiências, emoções, sentimentos que na prática de nada servem, e ainda estão estocados dentro de você, ocupando um espaço gigantesco na sua vida.

Pergunte a si mesmo: qual a importância que isso tem hoje na minha vida? Ter razão, ou ter paz: o que é mais importante?

Respondeu? Agora seja egoísta. Você pode.

Pense só em você: no seu tempo, na sua energia. Pense no quanto as sobras das suas emoções e dos seus sentimentos tomam o seu tempo, no quanto podem esgotar a sua energia e tirar o seu foco.

Assim como nossas prateleiras, gavetas e armários, nossas emoções podem ficar entulhadas a ponto de impedir que novos itens entrem. Mesmo sem querer, algumas pessoas valorizam muito situações passadas. Importantes ou não, esquecem o fato de que só por isso, já existe um motivo para seguir em frente.

A grande maioria das pessoas – que acumulam sobras de sentimentos – são indivíduos que enfrentam dificuldades em seguir adiante depois de algum tropeço, desavença, recusa ou prejuízo; e, não se sentem motivadas o suficiente para abraçar novos projetos.

Lembra da gaveta entulhada? Existem tantas sobras na gaveta que – nem “espremendo” bem – nada mais cabe ali dentro. Hora de tirar tudo o que não será utilizado para fora, arejar bem o ambiente e as nossas ideias, buscando coisas novas e bonitas para viver e fazer.

Uma conversa bem franca consigo mesmo, é um ótimo começo. O passo seguinte pode ser um corte novo de cabelo ou um curso. Cada pessoa tem suas necessidades próprias, por isso, é desnecessário dar aqui uma receita única para todos.

Nós podemos – E DEVEMOS! – colocar todas as mágoas e decepções para fora. A solidão e outros sentimentos que nos apequenam vão direto para o lixo.  As dúvidas, estas sim, podem ser recicladas.

Prepare o espaço que vai receber um novo desafio, um novo aprendizado, as novas amizades e as reconciliações. A energia à nossa volta muda, quando a gente muda. Pense nisso!

Um beijo super carinhoso,

Roberta Bronaut

Editado por: Aimée

bool(false)
Administradora, leonina e eterna aprendiz. Fundadora do Supertalentosas.com.br, trabalha para valorizar o artesão e incentivar a produção artesanal profissional ou não. Acredita que o impossível acontece todos os dias, para alguém. Tem compulsão por tecidos estampados, fios macios, tintas coloridas e botões. Anda com pés descalços sempre que pode. Diogo, seu filho, diz que ela sempre sorri quando vê um bebê ou uma flor.

Veja mais posts deste autor.

14 comentários

  1. Maravilhosa colocação, fundamental para vivermos bem com bom humor e procurando novos horizontes. Parabéns!!!!

  2. Roberta, você disse tudo, já comecei a arrumação geral da “casa”…rss. Um abraço!

    • Oi Célia!
      Parabéns pela “arrumação da casa” rsss e pelo seu bom humor. É fundamental prá gente seguir em frente e feliz. Um beijo super carinhoso!

  3. É isso mesmo, precisamos dar uma geral para abrir novos horizontes.
    Um grande abraço!.

  4. gostei da comparação faz sentido

  5. CLEUSA MAEDA

    Nada acontece por acaso! Se este texto chegou até mim, e o li atenta é porque preciso repensar minhas posturas. Agradeço por me lembrar de fazer a faxina emocional e vou tentar, de verdade, fazê-la.

    • Oi Cleusa!

      Parabéns pela sua coragem e determinação. É o primeiro, e mais difícil, passo para novas conquistas.
      Um beijo super carinhoso!

  6. Sandra Borges

    Muito Legal o texto!!

  7. Marta Rachel P Duarte

    Uma delícia ler isso e tentar todos os dias se valorizar,buscar algo novo,se reciclar u estou aqui tentando mudar a minha bagunça do dia a dia e os acúmulos e seguir em frente com coisas novas.Obrigada e um bjo.