Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Autodisciplina: Como desenvolvê-la para realizar mais

Autodisciplina: Como desenvolvê-la para realizar mais

Você conhece essa história: final do dia parece que você fez muitas coisas, mas não realizou nada. Gostaria de ter terminado vários projetos, mas só fez um pouquinho de cada coisa. Sabe o que está faltando? Autodisciplina!

Autodisciplina: Como desenvolvê-la para realizar mais
Confira as dicas da Anna Hilbert sobre como aumentar a sua autodisciplina para tirar seus sonhos e projetos do papel.

Autodisciplina: Como desenvolvê-la para realizar mais

Gosto muito de como os esportes nos mostram o quanto a disciplina é importante. Imagine um atleta que compete a cada 4 anos nas olimpíadas. Ele treinou a vida inteira, é claro… mas nos intervalos entre cada competição, o que ele faz? Continua treinando. Gosto muito do vídeo a seguir:

O vídeo termina com a frase “É o que você faz no escuro, que te coloca na luz”. Veja como o Phelps treina, tem uma dieta absurda, passa por várias situações, tudo para poder alcançar seus objetivos. Nós, o público, apenas vemos o dia da competição e o ganho da medalha. Até parece fácil, mas nós não acompanhamos os 4 anos (e toda a vida) de treino que ele fez. Para quem está de fora pode parecer sorte, mas é a autodisciplina, o foco e os vários anos que levam os atletas às suas conquistas.

Mas afinal, o que é autodisciplina?

Ter autodisciplina é estar disposto a aceitar o desconforto. Pode ser na forma de dor física (você viu no vídeo o exemplo de Phelps) ou na nossa mente quando nos privamos de alguma gratificação instantânea para poder fazer progresso nos objetivos de longo prazo (se negar a comprar supérfluos quando o objetivo é economizar dinheiro, por exemplo). Para lidar com o este desconforto você precisa adquirir uma habilidade e este processo acontece através de repetição.

Autodisciplina, portanto é uma habilidade a ser adquirida e precisa ser colocada em prática!

“Somos o que fazemos repetidamente. Excelência portanto, não é um ato, e sim um hábito. – Aristóteles”

Se trocarmos “excelência” por “autodisciplina” a frase continua tendo o mesmo sentido! Vamos às dicas de como desenvolver a autodisciplina:

Tenha uma meta clara

O que você quer atingir lá na frente? Quais são seus sonhos, seus objetivos? Tenha isso muito claro. A mente humana é incrível – ela pode te apoiar muito, mas é excelente em querer te sabotar. Quando você tem um objetivo claro, é mais difícil deixar se levar pelos gatilhos de sabotagem.

Se o que você deseja é ser uma grande loja, com X números de franquias pelo país e até ser capa de uma revista sobre empreendedorismo, você precisa HOJE fazer as escolhas que te levarão à esta conquista. Entre elas talvez esteja optar por trabalhar (ou estudar) ao invés de sair com os amigos para um happy hour.

Veja, você não precisa se privar de tudo na vida para conquistar seus objetivos, mas precisa de escolhas mais sábias.

Tenha organização

Você tem um sonho, estabeleceu objetivos e dividiu em tarefas. Cada dia você realiza uma tarefa para chegar até seu sonho.

Simples assim? Talvez no mundo ideal você consiga realizar todas as suas tarefas de uma vez só sem ter interrupções, urgências e imprevistos. É muito importante manter-se organizado e ciente de que imprevistos podem acontecer mas que eles jamais podem te afastar do seu sonho.

Cada pequeno passo para ser mais organizado conta – veja este vídeo sobre como organizar sua agenda, por exemplo.

O simples fato de você saber o que precisa fazer e quando vai fazer, já te ajuda a praticar a autodisciplina e realizar as tarefas necessárias no prazo de tempo correto.

Aprenda a dizer não

Neste caminho de desenvolver a autodisciplina você precisa aprender a dizer não para os outros e para você mesmo! Sim, afinal, você pode ter aquela vontade de fazer uma maratona da sua série preferida – mas poderia se dedicar à realizar seu sonhos nas 8 horas que gastaria com a maratona. Lembre-se: ESCOLHAS!.

Dizer não para nós parece mais fácil do que para as outras pessoas, mas como já disse – a nossa mente é ótima em querer nos sabotar. Por isso, mantenha o foco nos seus objetivos.

Com outras pessoas, falar não vai ser um desafio nas primeiras vezes, mas vai por mim – logo você pega o jeito. Você não precisa ser rude – agradeça o convite (para ir à uma festa, por exemplo) e diga que não poderá ir. Evite dar muitas explicações, mas caso seja necessário explique que você está trabalhando em seu projeto e isso tem grande importância para você. As pessoas não ficarão ofendidas e você vai se tornar um grande exemplo para elas.

Evolua sempre

Aprenda mais sobre você. O autoconhecimento é um caminho lindo e que vai te ajudar muito a se perceber, se entender e dominar suas decisões. A consequência é uma vida na qual VOCÊ é o protagonista. Existem várias formas de se conhecer – participando de cursos, lendo livros, fazendo terapia, conversando com outras pessoas que também estão no caminho do autoconhecimento (que, aliás, não tem fim… é para a vida toda!).

Minhas dicas de leitura são:

  • Esse é o Seu Melhor? – Erik Larssen
  • Os Segredos da Mente Milionária – T. Harv Eker
  • Mindset – Carol Dweck
  • 13 Coisas que as pessoas mentalmente fortes não fazem – Amy Morin

E a lista poderia continuar, mas para o começo, estas já são excelentes leituras.

Eu desejo que você construa uma vida com mais disciplina. Comemore a cada pequeno resultado que tiver durante o caminho, cada pequena vitória vai te deixar mais perto dos seus objetivos! Por fim, deixo aqui uma das minhas músicas favoritas de motivação, preste atenção na letra e escale várias montanhas!

Veja também:

+ Motivação, disciplina e criatividade: como mantê-las?
+ Especialização: quero fazer tudo e não faço nada!

bool(false)
Anna Hilbert é empreendedora, jornalista, blogueira e está sempre conectada! Especialista em comunicação e marketing, está à frente da Clockwise, agência especializada em mídias sociais e gestão de cursos online.

Veja mais posts deste autor.

2 comentários

  1. Show de texto Ana! Obrigada!

Deixe uma resposta