Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Cinco dicas para valorizar seu trabalho

Cinco dicas para valorizar seu trabalho

Valorização

Muito prazer! Sou a Nathália, gerente de Atendimento e Comunidade do Elo7. Acompanho a trajetória desta comunidade criativa desde 2008 e adorei a ideia de ter um espaço aqui no Blog para dar dicas e proporcionar reflexões importantes sobre o Negócio Criativo. Espero que gostem e aceito sugestões para os próximos posts! :)

No mundo dos produtos artesanais e personalizados, existe sempre uma queixa por parte dos vendedores em relação à valorização do tempo e trabalho dedicados à produção de suas peças. Afinal, são muitas horas e amor despendidos na criação e desenvolvimento de trabalhos únicos, cujo valor não pode ser contabilizado somente em termos monetários. Por outro lado, o cliente  que busca um produto diferenciado, como qualquer outro cliente, também busca a famosa tríade “bom, bonito e barato”. Como, então, valorizar seu trabalho e cobrar por ele um preço justo sem que o cliente ache caro? Siga nossas dicas!

1) Acredite no valor do seu trabalho

Você deve acreditar que o trabalho artesanal merece ser valorizado, por duas razões principais. Primeiro, porque o artesão é um profissional diferenciado, que ama o que faz, o faz por escolha própria e imprime em seu trabalho sentimentos e realização. Além disso, ele participa de todo o processo completo de produção, desde a criação, o desenvolvimento e até o acabamento de cada peça. Segundo, porque cada peça artesanal ou personalizada é uma peça única, pois além de não ser produzida em série, não é encontrada no mercado comum.

2) O valor não está apenas na utilidade

Um cliente que buscar um álbum de fotografias para organizar os registros de sua última viagem poderá encontrá-lo em qualquer loja de fotografia pelo preço de R$40,00. Porém, para além da utilidade do produto, o cliente deseja guardar momentos tão especiais em um álbum personalizado e de acabamento diferenciado, e por isso busca um profissional de encadernação artística e paga R$80,00. Esse valor pago a mais é o valor que o cliente aceita pagar por algo que corresponda a seu sentimento!

3) Seja original e diferencie-se

O cliente que busca um produto artesanal ou personalizado segue o mesmo caminho que qualquer cliente: pesquisa vários fornecedores, compara preço e qualidade dos produtos, se encanta com o que vê e com a maneira como é atendido. A concorrência está forte por isso você deve se diferenciar no mercado. Primeiro pesquise seus concorrentes, veja o que está sendo oferecido e busque destacar-se! Crie um novo molde, um design original, busque fornecedores de matérias primas diferenciadas (até mesmo no exterior), crie um acabamento especial, capriche nos mimos e embalagem, coloque o seu toque pessoal nas peças, crie identidade para sua marca e produtos. Esses pequenos detalhes fazem toda a diferença e valorizam seu trabalho!

diferencial

4) Capacite-se e aprimore suas técnicas

Primeiramente, escolha uma técnica ou habilidade para aprimorar. Não existe habilidade que não possa ser aperfeiçoada. Invista em cursos presenciais ou online, pesquise tendências e novidades, adquira revistas e DVDs, participe de fóruns e grupos que discutem e compartilham experiências relacionadas à sua técnica. Se ainda não pode investir em cursos pagos, esgote os conteúdos disponíveis gratuitamente na Internet (Youtube, Pinterest, Flickr, etc). Esse investimento tornará seu trabalho mais profissional e os clientes não reclamarão de pagar um pouco a mais por um produto diferenciado e de qualidade.

5) Compartilhe experiências de sucesso

Não adianta somente sair fazendo divulgação de seus produtos em todos os meios. Invista em mostrar bons resultados e experiências de seus clientes. Divulgue depoimentos, fotos e histórias de clientes satisfeitos, mostre como seu trabalho é valorizado e transforma a vida das pessoas. Identidade e status da marca são fatores que agregam muito valor ao que você faz!

Espero que essas dicas ajudem a valorizar o seu trabalho, e que consiga lidar melhor com situações nas quais o comprador deseja negociar o preço ou discutir o valor de seus produtos. 

Agradeço seus comentários neste post para enriquecermos ainda mais essa discussão!

Imagens: porquinho Foto&Arte e coração Joana Banana Design

bool(false)
Socióloga, mestra em Educação e apaixonada pelo Elo7 desde 2008. Ama a natureza, viajar, todos os tipos de arte, em especial a dança Flamenca. Acredita no diferencial do trabalho artesanal e sonha com a realização profissional dos artesãos de todo o Brasil.

Veja mais posts deste autor.

32 comentários

  1. Adriana Vertamatti Piacezzi

    Olá, Nathália! É sempre importante tocar neste assunto. Gostei do post. Acho que um assunto interessante e relacionado a este que precisa ser abordado é a segmentação de público. O artesão precisa saber direcionar seus esforços de divulgação para o público certo, que entende o tipo de trabalho feito e por isso reconhece seu valor. Um grande abraço!

  2. Muito boas dicas!
    Isso ajuda e muito.
    Obrigada

  3. Maria do Carmo

    Nathalia, bom dia!
    Adorei tudo que você comentou, até já sei, mas é muito bom sempre estar lembrando.
    Carmen

  4. Obrigada Nathália, estou no elo7 a pouco tempo e o medo ainda faz parte da ansiedade dos principiantes, seu artigo valeu como incentivo, obrigada,
    ateliemaluzocal

  5. Muito bom o post, parabéns :)

  6. Adorei as dicas Nathalia. É um bom incentivo para não desanimarmos.
    Obrigada.Valeu!!!!!!

  7. muito boas dicas, mesmo com a experiência que temos, há sempre algo a mais que pode ser feito, por exemplo “compartilhar as experiências de sucesso” vou seguir essa dica. parabéns Nathalia.

  8. MUito 0brigada pelas dicas! estou começando no artesanato agora!

  9. Gostei ! Muito Boa a dica
    Bjus

  10. Nathália, ótimo post! Parabéns pelo trabalho!

    Você trouxe animo! Que maravilha! Que paixão!

    Obrigada… ;)

  11. Excelente post, Nathalia! Reúne tudo que precisamos ouvir de vez em quando para saber que estamos no caminho certo! Obrigada por estas linhas de sabedoria!

  12. Muito apropriado, Nathalia. Gostei muito. Obrigada.Nunca e demais sermos
    lembrados destas dicas. Por favor, continue nos mandando suas mensagens.

  13. Nathalia,
    Adorei seu post!!!! Muitas vezes fico desanimada quando vejo que existem concorrentes que parecem não dar valor ao seu trabalho cobrando o que eu acho absurdo por alguns produtos. Tenho tentado me diferenciar para conseguir melhores resultados e percebo que preciso melhorar mais ainda! Seu post serve para nos motivar!
    Obrigada pelo encorajamento, tão importante pra gente.
    Lourdes
    Magia da Terra

  14. Mima Lembranças

    Obrigada Nathalia por nos ajudar a pensar realmente como valorizar nosso trabalho. O artesanato é único, feito com carinho e muita atenção e quem vende precisa valorizar para ser valorizado!!! Ótimo post. Um abraço, Leticia – Mima Lembranças

  15. Em tempos de vacas magras,temos que noa ater a tudo…ótimas dicas!

  16. Nathalia, sábias dicas. Tudo isso , supomos que conhecemos,porém, muitas vezes não aplicamos.
    Sempre é bom termos alguém para nos lembrar.

  17. muito boa suas dicas , estava precisando,estou esperando mais principalmente sobre divulgar trabalhos.

  18. Boa tarde, Adorei é um incentivo e tanto para todos nós.

  19. Adoramos as dicas do Elo7… sempre ligados para aprender.

  20. Obrigada, adorei as dicas! Acho que já faço várias dessas coisas desde que comecei há 3 anos e agora estou colhendo o sucesso. Obrigada.

  21. Maria Sonia B. do Vale

    Aprender mais e mais é sempre bom.Adorei suas dicas e comcertez poderei colocar em pratica com mais conhecimento!

  22. Adirei suas dicas! Escreva sempre. Esses toques nos fazem lembrar que é preciso sim valorizar o nosso trabalho que poxa, é feito a mão! Pra mim, artesanato é um aprendizado infinito. Um Beijo Natthalia.

  23. Otimas dicas,temos mesmo que nos valorizar.Continue a nos alertar sempre com suas palavras.Bjs

  24. Muito bom o texto, gostei especialmente dos tópicos 1 e 3 sobre valorizar o que fazemos, ser original e encontrar um diferencial. Acho lamentável ver “colegas” de profissão copiando a criação de outros e vendendo mais barato. Além de não respeitarem o outro não valorizam a sí mesmos. Nossa concorrência não pode ser como da indústria, mas através da qualidade do nosso trabalho, da criatividade pra inovar, do bom acabamento, do diferencial de atendimento e por fim do preço atrativo.
    Obrigada Nathália.

  25. Estou a pouquíssimo tempo no mercado e estou gostando muito da dinâmica do Elo 7. Estas dicas são indispensáveis na vidas dos pequenos empreendedores e ajudam muito a possibilitar sucesso nos negócios. Valeu!!!

  26. Nathalia te agradeço pelas dicas acho muito importante pois dependemos de apresentar um bom trabalho para agradar nossos clientes que procuram por algo diferente ou totalmente personalizado com seus ideais assim digo vc sonha e eu realizo estou no ELO 7 desde 7 de agosto de 2013 apesar de nao receber nenhum pedido de encomenda continuo com minha loja nao sei se o problema e meu pois nao entendo muito de internet e certas coisas para mim e complicado sempre dependendo de amigos para postar ou algo assim mais de qualquer maneira estou expondo e isto também e importante em alguma hora alguem deve ver meus produtos quem sabe alguma pessoa me faz um pedido é esperar,de qualquer maneira adorei suas dicas espero receber algo mais que possa me ajudar a ter sucesso
    obrigado e bjeijocas

  27. Hermina Fischer Dorta

    Procuro sempre sempre usar as dicas dada por vocês, sempre aprimorando meu trabalho pois eu mesma sou bastane exigente comigo mesma, e sempre percebi o bom resultado disso em meu trabalho.
    Obrigada pelo apoio a todos nós.

  28. Suely Ferreira

    Amei as dicas. Gosto demais d artes em geral, faço artesanato , pintura em tela mas não sei vender. Morro d medo e vergonha então, fica tudo em casa, parentes l,, ll

  29. Ione Estrela da Silva

    Gostei muito mesmo desse post, é muito difícil colocar preço no trabalho artesanal , achei muito interessante colocar os depoimentos de pessoas que compram as nossas peças desde que elas se disponham a isso, é sempre uma idéia e a forma de divulgar o nno9sso trabalho que considero tão especial, feito com tanto carinho.
    Muito obrigada.

  30. Gostaria de saber, porque o contador da minha página zerou. É normal no site ou aconteceu algo?

  31. maria Tereza franco

    Gostei mto de suas dicas. Com certeza serão importantíssimas nesta nova fase de minha vida , onde pretendo fazer do artesanato uma fonte de trabalho.