Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Como cobrar de forma empreendedora (parte II)

Como cobrar de forma empreendedora (parte II)

Como cobrar de forma empreendedora - parteII

No primeiro post sobre como cobrar de forma empreendedora, expliquei alguns termos técnicos que devem ser levados em consideração ao precificar os seus produtos. No post de hoje, compartilharei algumas dicas de ouro para você calcular o preço de venda dos seus produtos e planejar o crescimento do seu negócio. Se você ainda não viu a primeira parte desta série, é só conferir aqui.

Preço de venda

Essa primeira dica não é regra, mas funciona muito bem. Para que o preço de venda dos seus produtos esteja bom para o mercado, o ideal é que o seu faturamento seja no mínimo o dobro do total das suas Despesas Fixas. Exemplo:

Total de Despesas Fixas = R$ 1.540,00
R$ 1.540,00 x 2 = R$ 3.080,00
META de Faturamento = R$ 3.200,00

Meta de faturamento

Vamos supor que hoje você tenha uma MÉDIA de faturamento em R$ 1.513,00 e uma META de R$ 3.200,00. Ao compor o seu preço trabalhe com a META de faturamento e faça um planejamento para alcançá-la. Por exemplo, se você tem a loja há 2 anos e precisa dobrar o faturamento, estipule mais 2 anos para que isso aconteça. Ou seja, daqui 2 anos você tem a meta de faturar R$ 1.700,00 a mais. A partir disso, vá trazendo a meta para mais perto:

Daqui 1 ano, a meta é de R$ 850,00 a mais; daqui 6 meses a meta é de R$ 425,00 a mais; daqui 1 mês a meta é de R$ 71,00 a mais. Depois disso, para encontrar a porcentagem equivalente às Despesas Fixas é só dividir o total das Despesas Fixas pela meta de faturamento e multiplicar o total por 100. Exemplo:

Total de Despesas Fixas = R$ 1.513,00
Meta de Faturamento = R$ 3.200,00
R$ 1.513,00 dividido por R$ 3.200,00 = 0,47
0,47 x 100 = 47%

Agora você tem o total em porcentagem das Despesas Fixas, Despesas Variáveis e do Lucro. E a porcentagem do Custo do Produto? Bem, lembre-se do bolo: a soma dos 4 ingredientes básicos resulta no bolo inteiro. Então, o bolo inteiro equivale a 100% do bolo, certo?

O mesmo ocorre com o preço de venda: os 4 itens somados resultam em 100% do preço. Portanto, para encontrar a porcentagem do Custo do Produto, que está em reais, é só somar as porcentagens das Despesas Fixas, Despesas Variáveis e Lucro, e subtrair de 100%. Exemplo:

Despesas Fixas = 47%
Despesas Variáveis = 12%
Lucro da Empresa = 10%
Total = 69%

100% (preço de venda) – 69% (total dos 3 itens) = 31% (porcentagem do Custo do Produto)

É importante saber qual a porcentagem do Custo do Produto pois é a partir dela que vamos encontrar nosso Índice de Comercialização, ou o famoso Markup. Só o nome é difícil, porque esse índice facilita a nossa vida! Para transformar os 31% em índice, basta dividi-lo por 100. No exemplo, temos:

31% dividido por 100 = 0,31

O seu Índice de comercialização é 0,31. Agora, a mágica:

Para encontrar o seu preço de venda, daqui para frente, basta apenas saber qual é o total do Custo do Produto, ou seja, quanto você vai pagar de material mais a mão-de-obra para produzi-lo, e DIVIDIR pelo índice. Vou dar um exemplo: você faz uma nécessaire e tem o Custo do Produto em R$ 8,30.

R$ 8,30 dividido por 0,31 = R$ 26,77

Ou seja, R$ 26,77 é o preço de venda da sua necessaire, sendo que, quando o cliente pagar os R$ 26,77 você vai dividir esse valor da seguinte forma:

  •  Despesas Fixas 47% = R$ 12,58 será guardado para pagar as contas das Despesas Fixas. Você pode até ter uma conta bancária exclusiva para depositar esses valores e conforme as contas chegarem.
  •  Despesas Variáveis 12% = R$ 3,21 será descontado do Moip automaticamente antes de você pedir o saque.
  •  Lucro da Empresa 10% = R$ 2,67 será reservado para investir na empresa. Que tal abrir uma poupança para isso?
  •  Custo do Produto 31% = R$ 8,31 será destinado a compra de material e pagamento da mão-de-obra para produzir a necessaire.

Viu só que simples? Dessa forma você consegue se organizar, ter certeza de quanto está entrando e quanto está saindo e consegue até prever um crescimento para seu negócio do coração!

Quer mais informações detalhadas sobre como analisar essas informações e tirar todas as suas dúvidas comigo? Então não perca o webseminário “Como cobrar de forma empreendedora”, que acontecerá aqui no blog do Elo7, no dia 17 de Junho às 19h. Para saber mais sobre este evento e inscrever-se, é só clicar aqui!

Além disso, também irei ministrar o curso “Como precificar o seu artesanato” na Eduk nos dias 22, 23 e 24 e Junho, com transmissão ao vivo às 14h e reprise às 19h. Você poderá assistir em ambos os horários gratuitamente. Reserve o seu lugar aqui.

Espero que você tenha gostado do conteúdo sobre como cobrar de forma empreendedora e que ele seja útil para o crescimento do seu negócio! Até a próxima.

Joana Ludwig

Imagem da capa: Porta-moedas Done by me

bool(false)
É Coach de Carreira para desenvolvimento de pessoas e negócios criativos, e compartilha conteúdos através do seu site Joludwig. Acredita que todos estamos conectados e que compartilhar nossas experiências faz parte do ciclo da vida.

Veja mais posts deste autor.

Um Comentário

  1. Gente, que negocio difícil!! Nasci pra ser artista hahaha preciso de alguém pra fazer minhas contas, sou péssima na administração. : (