Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Como organizar seu tempo: no ateliê e na vida

Como organizar seu tempo: no ateliê e na vida

kit-office-origami-papel-pink-e-azul

Para quem não sabe, tenho uma série de vídeos com várias palestras sobre como desenvolver seu negócio artesanal, e um dos temas é organização de tempo.

Quem não gostaria de ter 48h no dia para conseguir fazer tudo o que precisa?

Muitas pessoas já assistiram ao vídeo, leram o e-book e até participaram do café com chat onde dei muitas dicas sobre o assunto. Você já se perguntou por que nunca consegue ter tempo para tudo, mesmo depois de se organizar e colocar em prática as dicas do chat e do vídeo? Pensando nisso, vou te dar 4 conselhos para seu tempo render não só no seu ateliê, mas também, na sua vida pessoal.

Vamos começar?

1. Desapegue-se sem medo.

Sabe aquele pensamento: “o que seria de mim se não fosse eu?”. Cuidado! Esta frase é bem complicada.

Você tem mesmo que se apoiar em qualquer situação e lembrar que só você estará do seu lado para sempre. Porém, o sentido real da frase é: “sempre eu que faço tudo nessa vida, sem poder contar com ninguém”.

Eis que surge a seguinte pergunta: será que você não pode contar com ninguém, ou não quer contar com ninguém?

Na insegurança de não saber se os outros vão fazer tão bem quanto você, você continua acumulando funções e o tempo vai se esvaindo cada vez mais. Pense que as pessoas tem experiências de vida e conhecimentos diferentes dos seus, e com muita frequência, podem não fazer igual a você, mas sim, MELHOR!

2. Tenha carinho por você mesma.

Claro que temos metas, prazos etc. Porém, você já se perguntou se precisa mesmo criar produtos novos toda semana? Ou se precisa mesmo fazer três publicações na sua página do Facebook todos os dias? Ou se precisa mesmo ir aos Correios quando “o cliente quer”, ao invés de escolher um ou dois dias por semana fixos para isso?

Programação nunca é demais!

Se você teve uma ótima ideia, coloque-a primeiro no papel e a deixe lá na medida do possível, por pelo menos 3 dias, apenas planejando-a.

Fazendo isso, além de ter muito mais chances de que a ideia dê certo – pois ao final dos 3 dias ela já está com muito mais detalhes e informações reais, em relação ao tempo para ser colocada em prática –  com o tempo, você deixa de ter aquela auto cobrança em relação ao que tem que ser feito “ainda hoje”.

Se você se cobra e se pressiona muito a fazer tudo ao mesmo tempo, pare.

Tenha carinho por você. Pense que você também precisa de um tempo para descansar, para se cuidar, para aproveitar a companhia das pessoas que estão ao seu lado, e inclusive, precisa de um tempo em ócio criativo.

Tente diminuir um pouco a cobrança na frequência semanal das atividades. Você vai se sentir muito mais leve, equilibrada e com clareza no que deve ser feito, sem atropelos.

quebra-jo

3. Seja objetiva: não queira fazer tudo ao mesmo tempo.

Nós costumamos “travar” quando queremos ter um faturamento maior para a loja, mas não queremos terceirizar. Ou quando queremos ter mais tempo com os filhos, mas vivemos aceitando encomendas que vão nos ocupar 24h por dia, durante 7 dias corridos.

Uma coisa anula a outra e você nunca vai conseguir ter as duas coisas ao mesmo tempo, apenas servindo como “ralo”, por onde o seu tempo e a sua energia se esvai, te deixando cada vez mais infeliz.

Se concentre no que você realmente quer e faça escolhas sem medo.

4. Ao invés de tentar, teste.

Lembre-se: sua vida e seu negócio são feitos de testes!

Faça esse exercício: troque a palavra “TENTAR”, pela a palavra “TESTAR”. Isso faz uma grande diferença no resultado! Quando você tenta, no caso de não dar certo, acaba por encarar como falha: “não consegui, não deu certo, ponto final.”

Quando você testa, se der errado não tem problema algum, pois terá sido apenas um teste. Agora você sabe como não fazer, pode testar de outra forma para ter êxito. Tenha flexibilidade.

Espero que esses quatro conselhos possam fazer você pensar e principalmente, perceber o quão maravilhosa é nossa vida, quando sabemos o que queremos e assumimos isso.

Organize-se e tenha comprometimento com a sua felicidade. O resto vem!

E aí, vai colocar em prática? Tem algum conselho também para compartilhar? Conta pra gente nos comentários! :)

Imagens: Kit office origami da Meemo e Caderno costurado crochê do Ateliê Julalu

Editado por: Aimée

bool(false)
É Coach de Carreira para desenvolvimento de pessoas e negócios criativos, e compartilha conteúdos através do seu site Joludwig. Acredita que todos estamos conectados e que compartilhar nossas experiências faz parte do ciclo da vida.

Veja mais posts deste autor.

34 comentários

  1. Joana, seu texto é muito bom e adorei o “tentar por testar”!!

  2. Ótimas dicas! Obrigada!

  3. Adorei os conselhos muito obrigada

  4. Excelente texto! Obrigada!

  5. Jozélia Paulino Macena de Oliveira.

    Estou retornando ao biscuit, com muita vontade de acertar, pelo simples fato de não conseguir ficar parada, os seus vídeos tem feito toda diferença, muito obrigada por toda essa disponibilidade, e por essa força, que consigo ver se avolumando em mim, depois de ter conhecido o outro lado do artesanato, através de você, beijo grande.

  6. Muito bom, Joana, especialmente trocar “tentar” por “testar”. Eu não havia pensado por este ponto de vista e, sim, faz muita diferença. É preciso mesmo, antes de mais nada, que tenhamos compaixão por nós mesmas. Amei seu post! =)
    Beijos,
    Lidi

    • Lidi,

      Posso dar o meu exemplo. Depois que percebi isso do “testar”, fiquei o primeiro semestre testando. Coloquei a meta de no segundo semestre estar com uma estrutura formada.
      E deu certo!
      Obrigada pelo recado, linda!

      Bjs.

  7. Adorei as dicas Jô…obrigada mais uma vez!! Bjos

  8. Seu texto é ótimo, e olha, já estou colocando em prática, estou “testando” uma nova profissão. Gostei.

  9. Amei! Dicas super valiosas. Já estou testando, uma mudança no meu tempo. :)
    Obrigada, Joana.

    Sucesso!!

    Beijos,

    Helena Lima./

  10. Amei o texto, me ajudou muito.

  11. Você é demais,parece que sabe como é a nossa vida direitinho kkkkk
    amei seu post, super díficil de por pratica mas é a pura realidade
    obrigada

  12. Muito legal, Jô. Vou tentar pôr em prática.
    Bjs

  13. Oi Joana… Ótimo texto, muito incentivador… Tô com uma vontade enorme de montar meu atetiê para produzir as “coisinhas” do aniversário da minha filha… Mas não sei nem por onde começar… Vc poderia me ajudar? Q materiais preciso para montar um ateliê? Onde posso comprar? pois moro no interior do RN…. Como saber o nome certo dos papeis a utilizar?

  14. Adorei o texto! Excelente! Vou por em pratica. Obrigada.

  15. Nossa!!! Tudo o que eu precisa ouvir!!!! Adorei!!! E vou te dizer nós artesãs somos realmente assim como você cita no texto!! Obrigada pelas dicas, com certeza dará bons r
    esultados! Beijos

  16. Fui muito impactada quando você falou que as pessoas podem não fazer iguais a nós, mas fazerem MELHOR. Acho que todo artesão tem essa dificuldade de compreensão, não por desacreditar da capacidade das pessoas, mas por um alto senso de responsabilidade em agradar o cliente e claro zelar pelo nome. Mas tenho certeza que essa ajuda é sempre bem vinda. Tenho experimentado isso com minha mãe, uma pessoa “sem estudos”, sem habilidades mas que tem ideias que me ajudam muito. As vezes uma dica dela, um detalhe muda tudo…e pra melhor! Excelente texto!

  17. Amei ! Muito claro e útil!

  18. Tambem adsorei o TESTAR em vez de TENTAR. Muito bom, vou praticar.

  19. Com certeza o Testar e Tentar me deu um clarão,usarei já..obg

  20. Adorei muito…estava precisando ler esses conselhos!!!

  21. Adorei as dicas! Sou imediatista e estava precisando ler isso!!! Parabéns

  22. Obrigada pelas dicas…simplesmente amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  23. Amei as dicas. Preciso colocar na em prática.

  24. Obrigada pelas dicas, voce escreve muito bem! Eu apenas completaria seu texto com “aprender a dizer não”. As vezes é muito necessário e não temos coragem.

  25. Muito boas , as dicas! Adoramos!!

  26. Fantásticas!!! É bem isso. Uma louca e deliciosa correria. Porem, o tempo passa, e você esquece até de respirar…

  27. A partir de agora colocarei em prática …não tento mais agora só testo ! Obrigada pela dica.

  28. Erica Geraldis

    Joana, estou ferida por não ter conseguido cuidar da família, da casa, de mim e do meu trabalho, estamos todos morando debaixo do mesmo ¨teto¨. O meu artesanato é lindo, trabalho com lembrancinhas para maternidade em feltro. Você foi cuidadosa ao explicar sobre os 4 conselhos, neste momento estou recomeçando o meu trabalho. Quando comecei a leitura do seu texto, fiquei no silêncio .. entendi que não quero ¨recomeçar¨ … concluí que eu quero é me lapidar.
    Um beijo Joana , seja feliz.

  29. Muito bom,menina, gostei!!! Vou testar e testar!!!