Home | Negócio Criativo | Especialização: quero fazer tudo e não faço nada!

Especialização: quero fazer tudo e não faço nada!

Especialização: quero fazer tudo e não faço nada! Como mudar esse cenário? Esse é o tema de hoje e pode ajudar no seu dia a dia criativo. Quem escreve para a rede colaborativa aqui do blog é o Cleber Pelarin.

Especialização: como trabalhar a seu favor

A internet proporciona muito conteúdo, gratuitos e pagos, na maioria das vezes, são textos que ajudam sim e claro, mais que indico consumir esses materiais. O grande problema é que a quantidade é infinita. Vejo muitos artesãos caindo no que chamamos “indústria do conhecimento”.

Especialização: quero fazer tudo e não faço nada!

Conhecimento nunca é demais, concordo, mas consumir tudo o que vê pela rede, pode te prejudicar. Tirando o seu foco no que realmente interessa. O que faz a diferença em tudo o que aprende é a prática, sendo necessários milhares de horas para se tornar especialista em algo.

O que acontece é que, por exemplo, você se depara com um passo a passo de um lindo produto e quer aprender a fazer. Esse produto por sua vez, é de uma técnica totalmente diferente da que você utiliza para confeccionar suas peças. Então, você para de fazer o que já faz, para se dedicar ao novo conteúdo, tendo que estudar uma nova técnica. Desse jeito, começando do zero novamente.

+ Negócio criativo: mais dicas práticas para sua loja online.

Foco no seu projeto e especialidade

Quais os problemas que podem gerar para você e seu negócio criativo? Inúmeros!

O primeiro é que você nunca se especializa em algo. Sendo assim, o seu público-alvo, não consegue identificar você como uma referência no mercado do feito à mão. Depois, vem o problema de estar sempre aprendendo e nunca colocando em prática.  Isso faz com que você produza, mas não venda. Pois seu produto é igual ou ainda pior que os demais que estão no mercado. Afinal, você ainda está aprendendo uma nova técnica.

Como todo começo de qualquer aprendizado, surgem os erros, e assim o seu produto não chega a excelência necessária para disputar vendas no mercado artesanal. Existe a questão também da desmotivação. Você não vende, por isso, deixa de acreditar em seu negócio e por fim, desiste do seu sonho.

Esses são apenas alguns problemas que surgem ao estar sempre consumindo e criando algo novo. Você perde o foco naquilo que realmente te interessa. Os caminhos a ser percorridos para melhoria e desenvolvimento de seu negócio criativo se tornam mais complexos. Aumenta o grau de dificuldade de conquistas e de realizações.

Especialização: busque um nicho

Percebe como isso pode ser extremamente perigoso para o seu negócio e para você?

Minha dica é que foque primeiro em uma única técnica para desenvolver seus produtos. Torne-se especialista e permita que o mercado te conheça como tal. Experimente coisas novas dentro do que você já entende, do que você já faz bem feito.

A fórmula da inovação não tem segredos. É a prática aliada ao conhecimento com ousadia, mas não se pode ousar nunca com o que você não tem propriedade.

Pense um pouco, como um medalhista olímpico se torna um? Escolhendo um único esporte para se dedicar. Não tem como um velocista ser um jogador de futebol em uma mesma olimpíada, garantindo ainda 2 medalhas. Ele tem que escolher, concorda? Ou se especializa em um ou em outro esporte!

Especialização: analogia com esporte

Após escolher, ele se dedica somente aquilo, tentando sempre chegar a excelência, a perfeição, e faz isso com muito, mas muito treino e prática. É o caso do salto em altura, veja essa história:

Há muito tempo, os atletas corriam e se jogavam de frente, ganhava quem conseguisse ultrapassar sem derrubar o limite marcado com um sarrafo que ao menor toque caia. Um dia, um jovem americano de 17 anos, que já era atleta resolveu iniciar e experimentar uma nova técnica. Ele corria e quando chegava ao obstáculo virava-se de costas e saltava.

Todos achavam que era loucura no início, mas com o tempo foram percebendo que esse homem conseguia melhores resultados e todos começaram a fazer o mesmo. Ou seja, ele inovou, mas somente depois de ter se tornado um especialista naquilo que fazia. A prática lhe permitiu isso, começou jovem, se dedicou a uma única técnica. Ele se especializou e ainda muito novo mudou a forma de praticar um esporte para sempre. (Veja a história desse jovem – clique aqui!)

O que quero dizer contando essa história, é que você somente irá inovar, ganhar o mercado e se tornar referência. Se atirar para todo lado, nunca conseguirá os resultados que deseja. Sabe quando te falam para ver o que dá dinheiro no mercado e fazer para também ganhar dinheiro? Essa pessoa está errada e se você ouvir o que ela tem a dizer também estará se norteando para o rumo errado.

Se você trabalha hoje com artesanato em tecido, perceba quantos são esses artesanatos que podem ser desenvolvidos nessa técnica. Escolha a técnica, escolha o material e dedique-se a desenvolver o melhor produto. Todos vendem e “dá” dinheiro quando são bem feitos e elaborados, unindo claro, as suas estratégias de vendas e marketing.

Em resumo, por que pode ser tão importante focar na especialização?

Em resumo: conhecimento é bom? Sim! Porém, qual o objetivo de adquirir esse novo conhecimento? É para melhorar o que você já faz ou para iniciar um novo aprendizado? Leve em consideração isso e suas ações irão mudar o rumo do seu negócio e carreira. Pare de recomeçar do zero porque teve apenas um resultado negativo. Você terá vários até chegar onde quer, o importante é manter o foco e não desistir nunca.

+ Está precisando de algum material para sua produção? Coloque na busca e compre online.

+ Como organizar seu ateliê em casa: produtos para te auxiliar na tarefa.

Espero ter te ajudado de alguma forma!

Se gostou desse artigo, deixe seu comentário abaixo e compartilhe para que outras pessoas, que possam estar precisando dessas informações, se beneficiem também.

+ Veja outro artigo de sucesso do mesmo autor aqui.

bool(false)

Sobre Elo7

Somos um time que é apaixonado por tudo que é criativo e feito à mão. Aqui no blog, trazemos dicas diárias para inspirar e ajudar no seu negócio criativo! Também organizamos oficinas e encontros em todo o Brasil. Conheça o Elo7!

Veja mais posts deste autor.

7 comentários

  1. Pessoal, só gostaria de agradecer por esse artigo!!! Muito e muito.
    Veio em ótimo momento, e parece que me deu um “clique” nessa mente tão cheia de idéia!

    Obrigada!!

  2. Marisol Blanco

    Faço minhas as palabras de Fabiane.
    Obrigada!

  3. Abrimos a nossa loja em 2013 e desde então temos um foco e não há nada melhor que trabalhar com um nincho específico.
    http://www.elo7.com.br/smbaby

  4. Eu sou assim..preciso me focarno que eu realmente gosto…quero fazer td e não faço nada…otimoooo artigo..obrigada

  5. Audrea Herrera

    Nossa amei…. Era tudo que precisava ouvir..rss

  6. Simone Santos

    Eu tb tenho essa ânsia de aprender, mas desde que comecei a expor e vender precisei focar. Hoje trabalho com crochê e tricot, sendo que foco no tricot durante o inverno. Em minha barraca trabalho essencialmente com acessórios e bijoux de crochê principalmente e outros projetos maiores, como vestuário, roupas de bebê e outros são feitos apenas por encomenda e apenas nessas duas técnicas. Faço muitas outras coisas, mas estou me especializando cada vez mais nessas duas,procurando inovações, rumos que a arte está tomando. Principalmente o crochê que teve uma evolução incrível e é uma técnica moderna e versátil nos dias de hoje. Excelente artigo e reflexão.

  7. Eu sou exatamente do jeito que é descrito neste artigo, tenho sede de aprender e fazer o que aprendo. Acho melhor me focar mais em um nicho só. Obrigada pelas dicas. Valeu muito!