Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Neuromarketing: conheça este conceito

Neuromarketing: conheça este conceito

Você sabe o que é neuromarketing? Neste post vou explicar o que é este conceito e como você pode aplicá-lo ao seu negócio. Quando você compra um item básico como arroz ou feijão, você está tomando a decisão racional de comprar coisas da qual precisa pra alimentar sua família. Contudo, quando você compra uma televisão ou sofá, provavelmente essa foi uma decisão emocional que você tomou.

O que é Neuromarketing?

Imagine que você viu um sapato na vitrine de uma loja e imediatamente se apaixona por ele. É a sua emoção falando mais alto! O que acontece em seguida é uma sequência de argumentações dentro da sua cabeça.

Neuromarketing: conheça este conceito

Você sabe que o que te motiva a comprar aquele sapato novo não é a mera necessidade. Entenda que eu sei que você precisa proteger seus pés do contato com o chão. Andar por aí descalça certamente traria perigos para a sua integridade física. Por isso, sabemos que andar calçada é uma necessidade!

Mas não é a necessidade de ter algo pra calçar os pés que leva você a desejar aquele sapato. Você quer porque ele é bonito, porque vai ficar linda com ele, você quer porque suas amigas vão achar lindo também e etc. Pra aprender a despertar emoções de compra nesse nível, existe o marketing. Ao estudá-lo você aprende a fazer anúncios mais chamativos, criar imagens que vão criar desejo de compra, aprende a usar argumentação persuasiva pra vender melhor um produto e outros.

+ Veja como fotografar produtos Fora de Série

+ Aprenda como usufruir dos benefícios do marketing de conteúdo

E agora o marketing recebeu um apoio fantástico, a Neurociência! Este ramo da ciência estuda o cérebro, sua estrutura e funcionamento. Uma pesquisa da universidade de Harvard demonstrou que entre 85% e 95% das nossas decisões de compra são inconscientes. Se é assim, é importante saber como agir dentro do inconsciente do consumidor.

Pra isso, o neuromarketing se vale de estudos usando, por exemplo, ressonância magnética. Através de exames como esse, é possível saber quais áreas do cérebro de uma pessoa estão sendo ativadas ao visualizarem uma embalagem de um produto, uma frase, um vídeo, etc.

Pesquisas assim são encomendadas por grandes empresas e custam bem caro. Mas você pode se beneficiar dos estudos que já foram feitos, e que estão disponíveis em vários sites sobre o assunto na internet. Então se você está procurando aumentar as vendas dos seus produtos artesanais, é uma boa começar a prestar atenção ao neuromarketing!

Abraço!

Imagem: Dany Dalzy

bool(false)
Apaixonado por Marketing Digital, André Gibran largou um cargo público seguro e estável no Tribunal de Justiça de SP para ajudar artesãos a venderem seus produtos pela internet. É criador do site www.marketingparaartesanato.com.br, onde ensina artesãos de todo o Brasil a melhorarem suas vendas na internet.

Veja mais posts deste autor.