Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Participe de feiras e tenha sucesso

Participe de feiras e tenha sucesso

Participe de feiras e tenha sucesso

Sempre recebo questionamentos de alunas como: “Vou participar de uma feira e não sei o que levar. Qual a quantidade de produtos será necessária? O que não posso esquecer?”.
Vamos tentar responder uma pergunta de cada vez e organizar esta questão para que todos entendam que estas questões podem variar muito de feira para feira.
O que você vai levar à uma feira, bazar ou exposição pode ser decidido por alguns critérios básicos:

1- Defina o tipo de trabalho que você vai levar ou estilo de linha.

2- Verifique datas comemorativas próximas e lembre-se que nestas datas as vendas bombam e o brasileiro deixa para comprar tudo na última hora.

3- Escolha no máximo 3 linhas de produtos para levar. Se você misturar vários estilos ou tudo que tem à venda, acabará poluindo seu stand e reduzindo o rótulo profissional da sua marca.

4- Idealize a mesa antes de montá-la. Lembre-se que esta exposição se equivale à uma vitrine de shopping, então valorize-a e valorize-se.

Vou compartilhar um acontecimento recente que ilustrará os benefícios de expor seus produtos de forma consciente e organizada.

Ao levar meus produtos para a apresentação em alguns programas, sempre foco em uma linha de produtos e sigo confiante nela. Certa vez, ao chegar em um estúdio de gravações de uma emissora de TV, encontrei uma artesã super carinhosa e com um trabalho incrível. Conversei com ela, fui me arrumar e sentei no sofá da sala VIP para assistí-la. Ela ensinou maravilhosamente bem, tinha a dicção perfeita, um passo-a-passo organizadíssimo, mas a mesa onde ela expôs o trabalho pronto, que seria sua vitrine, estava com um pouco de tudo, maletas, galinhas, abelhinhas, feitas em materiais e técnicas diferentes. Me perdi alí. Achei um desperdício todo aquele potencial resultado em uma exposição sem sentido. Sentido tinha, mas não levaria ela a lugares melhores, se assim posso dizer.
Esperei o programa acabar e fui cheio de dedos relatar para ela como o simples fato de eu alterar a exposição da mesa, fez com que meus resultados melhorassem muito! Completei: “Se você trouxe o tema galinha d’angola hoje, por que não trouxe todas as opções e tipos de materiais feitos com este tema para mostrar seu  potencial, deixar a sua mesa harmoniosa e no fim da história obter muito mais retorno?”
Ela me olhou e disse: “Eu estava pensando, faço de tudo por que amo, mas me sinto perdida! Agora com esta dica, consigo ver que poderei continuar com todos os meus trabalhos, mas de forma organizada.”

Sim, estes são pequenos detalhes, mas que farão toda a diferença na vida dela. Exemplifiquei desta forma para me certificar de que ela havia entendido. Além disso, fiz ela me prometer que iria montar a próxima mesa de maneira mais organizada, e se possível, vestida com um avental do mesmo tema, para todos se apaixonarem!
Em relação à quantidade de produto que iremos levar, é fundamental refletir: “De que vale ir à uma feira sem planejamento básico e no final não saber ao certo se rendeu grana ou não?”

1- Some todos os custos fixos que esta exposição terá! Dentre os principais custos estão: Aluguel de mesa ou espaço, comissão para a organização, compra de qualquer material de decoração (sem incluir produtos), banner ou outro material de divulgação, alimentação e transporte. A soma total será o valor base para os futuros cálculos.

2- Vale lembrar que a margem de lucro do nosso trabalho é mínima de 300%, sendo assim farei uma conta simples. Se a feira tiver quantidade de público médio, venderemos 50%, nesse caso, para pagar todos os custos e não termos nenhum prejuízo, a meta mínima de vendas é 50% dos produtos. Pensando que mesmo uma feira boa com bastante movimento ela tem encalhe de produtos que voltarão para casa, cerca de 25%. Sobra nesta conta uma parte de 25% dos 100% levado.

Para concluir, eu divido os valores em 4 partes:
1ª parte: custos fixos – (valor base)
2ª parte: custo da matéria-prima
3ª parte: lucro líquido – (seu pagamento/gratificação)
4ª parte: suposto encalhe de produtos

Agora vamos lá! O valor dos custos fixos dado aqui o nome de valor base vai ser o mesmo valor de matéria-prima que você irá investir, se você analisar, perceberá que a ida a uma feira terá que gerar 4 vezes o valor base em produtos, já que nosso lucro é de 300%. Esta conta acaba sendo redonda e as chances de prejuízo diminuem muito.

Lembre-se: este é o começo, a escolha das linhas, todo capricho, a montagem perfeita, a aparência de todos que estão trabalhando com você, o atendimento, a embalagem, tudo isso gera o sucesso que você sonha.
Bom, por hoje é só! Vou  outra parte bem mais detalhada, com exemplos e faço um novo post para vocês. Falamos aqui da quantidades e da escolha dos produtos que serão levados, seu planejamento é fundamental para o seu sucesso nos próximos bazares!

Boa sorte, muita garra e concentração.

Beijos
Peter Paiva

Designer de sonhos

Imagem: Estadão PME

bool(false)
Um leonino singular, um designer de sonhos. Artesão por vocação, artista por paixão, professor e apresentador de TV, tem um programa exclusivo na Rede Aparecida "Tudo Artesanal" e está diariamente no "Tudo Simples", do canal Bem Simples. Adora repassar o conhecimento que adquiriu em suas experiências internacionais e mostrar sua visão positiva e engajada sobre o artesanato. Acesse.

Veja mais posts deste autor.

7 comentários

  1. Vera Cristina Gomes Bocchi

    Oi Peter legal suas dicas,eu sou como a artesã que voce mencionou misturo tudo,pois trabalho com vários seguimentos, gostaria se possivel em algum outro post, que voce venha fazer,se voce poderia me dar uma dica, eu tenho uma pequena lojinha na garagem da minha casa, la coloco todos meus produtos, como eu poderia organizar para atrair a clientela? vou deixar aqui o link da minha loja na Elo7 pra voce ter uma idéia tá bom, obrigada Crishttps://www.elo7.com.br/criscraftwork

  2. Já participei de feira e estive na mesma situação citada. Ser menos as vezes é ser mais, muito mais.

  3. Márcia Regina

    Um fofo como sempre …. Muito obrigada pelas dicas valiosas

  4. Aguardando ansiosa o próximo post!

  5. Peter, vc é o cara! Como te admiro! Não tenho palavras, vc é muito especial.

  6. Sandra Regina

    Esta com 17 dias que participei da minha primeira feira e foi como a situação que vc citou. Vendi uma unica peça … voltei com td pra casa e fique muito chateada. Mas com suas dicas com certeza na próxima estarei mais atenta.

  7. Oi Peter, adorei as dicas, mas não entendi direito sobre a base de lucro de 300%. Ainda não sei quanto cobrar direito pelas minhas peças, e quanto poderia cobrar pelo meu lucro\gratificação.
    Você poderia explicar melhor sobre isso e fazer uma conta com valores reais apenas para demonstração?
    Ficaria muito grata!