Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Peter Paiva: Diferencie-se e crie produtos com alma

Peter Paiva: Diferencie-se e crie produtos com alma

peter paiva

Escrever aqui no blog do Elo7 é ótimo pois me dá a oportunidade para conversar com vocês queridas artesãs e expor o que penso.

Quando vejo uma pessoa vendendo produtos por preços absurdamente baratos, me vêm algumas perguntas na cabeça. “Será que ela pensou direito sobre o preço que colocou em seu produto? Será que se ela continuar a vender seu trabalho a preço de banana conseguirá viver disso um dia?  “

Não, não! É claro que não devemos cobrar preços absurdos, mas  devemos  sim pesquisar quanto o mercado cobra antes de praticarmos nosso preços. Se dermos uma volta na 25 de março encontraremos produtos importados com valores muitas vezes *maiores* do que os artesanais. Comparar o valor de um produto artesanal, feito a mão e com todo carinho por uma artesã brasileira, aos produtos do mercado chinês no atacado pega mal, muito mal. Na cabeça do comprador podem surgir várias dúvidas. Será que está barato por que é de baixa qualidade? Essa pessoa esta desesperada? Vou aproveitar a oportunidade e comprar logo antes que o preço mude? Nenhuma desta opções traz valor ao artesão.

Quando falamos de Natal não podemos deixar que nossos clientes passem vergonha ao presentear seus amigos com produtos artesanais. Por isso, para poder vender sua arte e saber que ela pode substituir um produto industrializado, devemos ter porte e postura!

Então meu recado é “acorda”! Que tal deixar de lado a concorrência apenas pelo preço pois isso não valoriza, apenas desvaloriza o que você faz. Eu pessoalmente como cliente só compro o que é bom e que me passa confiança e qualidade. Quero algo que me faça sentir realizado ao comprar ou presentear. Você também é assim?

Agora, a concorrência está brava hoje em dia! Então, como se diferenciar no mercado? Um ponto importante do produto artesanal é o charme, a sua alma! Mas, um produto tem alma? Eu digo… SIM!!! Trata-se do que o produto transmite além do aspecto físico, o conceito, a identidade da marca, o por que ele foi feito, a sua função, a inspiração por trás dele, o capricho na apresentação… Lembre-se que mesmo por traz de uma tela de um computador uma foto de produto passa conceito e o charme da marca. Por isso coloque sempre muito charme no seu produto.

Ai eu pergunto, será que o seu produto tem realmente uma alma ou é apenas mais um?  Não sejam acomodados! A vida esta lá fora esperando por produtos interessantes e pessoas apaixonadas pelo que fazem.

Agora me diga, aonde você se enquadra nessa nossa conversa? Vamos buscar nossos sonhos com os pés bem no chão? Estou aqui para te dar leve chacoalhão, na esperança que ele te ajudar a melhorar  ;).

Um final de ano iluminado para todos vocês. Nunca desistam, se planejem e se qualifiquem cada vez mais.

Beijos
Peter Paiva
Designer de sonhos

bool(false)
Um leonino singular, um designer de sonhos. Artesão por vocação, artista por paixão, professor e apresentador de TV, tem um programa exclusivo na Rede Aparecida "Tudo Artesanal" e está diariamente no "Tudo Simples", do canal Bem Simples. Adora repassar o conhecimento que adquiriu em suas experiências internacionais e mostrar sua visão positiva e engajada sobre o artesanato. Acesse.

Veja mais posts deste autor.

36 comentários

  1. Sempre admirei seu trabalho por isso mesmo que falou …ter alma !

    Será que eu consigo ? kkk Vou tentar !!!
    Muito boa matéria.
    Bjs

  2. Phillipe Torres

    Concordo plenamente!

  3. Caramba!!!

    Concordo com tudo que você disse, penso da mesma maneira, espero que um dia todos entendam que, em primeiro lugar somos nós que devemos nos valorizar, assim seremos verdadeiramente reconhecidos.

    Parabéns.

  4. Raquel Donay da Silva

    Peter achei perfeita a tua colocação quanto aos preços. Te juro que não sei como as pessoas sobrevivem cobrando tão pouco e desvalorizando seu produto.
    Infelizmente vulgariza o setor pois por experiência própria como cabeleireira, quanto mais barato mais a cliente desconfia da qualidade do produto ou do serviço.
    bjs
    Raquel Donay
    Aromas de Gaia

  5. Amei!!!!!
    Se fazemos com o coração temos que nos valorizar, só assim seremos reconhecidos.
    Parabéns!!!!

  6. Joana Ludwig

    Com certeza, quando um produto tem alma, ele pode ter um custo, mas não tem preço!
    Peter, Peter! Quando crescer quero ser “que nem” você!

    Grande beijo,

    Jo

  7. Com certeza, quando um produto tem alma, ele pode ter um custo, mas não tem preço!
    Peter, Peter! Quando crescer quero ser “que nem” você!

    Grande beijo,

    Jo

  8. Com certeza, quando um produto tem alma, ele pode ter um custo, mas não tem preço!
    Peter, Peter! Quando crescer quero ser “que nem” você!

    Grande beijo,

    Jo

  9. Com certeza, quando um produto tem alma, ele pode ter um custo, mas não tem preço!
    Peter, Peter! Quando crescer quero ser “que nem” você!

    Grande beijo,

    Jo

  10. Peter, faço minhas tuas palavras! O mundo artesanal precisa acordar verdadeiramente para isto pois quem sai perdendo somos nós mesmas! Vejo cada absurdo que não paga nem o material da artesã quanto mais seus custos. Um abraço.

  11. Peter, faço minhas tuas palavras! O mundo artesanal precisa acordar verdadeiramente para isto pois quem sai perdendo somos nós mesmas! Vejo cada absurdo que não paga nem o material da artesã quanto mais seus custos. Um abraço.

  12. Peter, faço minhas tuas palavras! O mundo artesanal precisa acordar verdadeiramente para isto pois quem sai perdendo somos nós mesmas! Vejo cada absurdo que não paga nem o material da artesã quanto mais seus custos. Um abraço.

  13. Peter, faço minhas tuas palavras! O mundo artesanal precisa acordar verdadeiramente para isto pois quem sai perdendo somos nós mesmas! Vejo cada absurdo que não paga nem o material da artesã quanto mais seus custos. Um abraço.

  14. Eliana soares art

    Eu coloquei meus quadros para vender bem barato,por que preciso muito vender,preciso de dinheiro,mas passei a semana inteira pensando,será que e um bom negócio vender os frutos da minha alma,criação tão dedicada do meu espírito ,das minhas mãos,mente auto didata ,que nunca fez curso,e vender por preço de banana,no fundo do coração acho que não e um bom negócio não.masssss,eu pensei naquelas pessoas também que queria muito algo colorido para enfeitar o quarto do filho e não tem dinheiro nem para pagar as contas no fim do mês,e fica só sonhando em ter algo bonito e diferente para sua casa sem poder pagar por isso.Ou aquele adolescente que ganha meio salário mínimo de mesada e não sobra nada nem para comprar algo que vai trazer alegria para seu quarto.Não que minha criação,seja para o público em dificuldades financeiras apenas,mas para aqueles que querem se dar um presentinho sem passar por apertos no fim do mês.Ou para aquele lojista que está começando sua loja,e quer por uns item diferente na loja para vender sem pesar no orçamento .Para ver todo mundo feliz nesse natal,eu me dedico horas,3,4,5 horas pintando com amor sem problemas.claro que os que deram mais trabalho eu vou vender mais caro,mas sempre vou colocar item,quadros barato na minha loja,para esses público que creio que e a grande maioria no Brasil,ter a oportunidade de ter algo bonito,diferente também.e acho que todo mundo deveria pensar em por algo bonito e barato em sua loja para as pessoas com menos condições também,fazer algo de bom ao ser humano,e sempre gratificante e enrriquece mais a alma e o espírito de talento e sabedoria,para originar bons frutos cada vez melhores,e mais lindo.CLaro que quando eu aprender a técnica das perfeição dos deuses,eu também vou fazer quadros para os príncipes,princesas,com preços que eles estão disposto a pagar para colocarem em seus castelos.minha intenção e satisfazer todo tipode público,ou seja o ser humano em si.não estranhe se ver alguns quadros meus por R$85.00 em quantos muitos vende por algo bonito 3 vezes mais caro.Eu estou ganhando muito em fazer o bem e aprendendo cada vez mais pintando mais,tudo vale pena quando a alma não e pequena,faça isso também,e juntos construímos um mundo melhor aonde todos podem e tem o direito de ser feliz…beijos e abraços e muita arte para todos…

    • Eliana, cada artesão tem a liberdade de dar o preço que quiser a seus trabalhos, mas aconselhamos aqui uma atitude mais profissional do que emocional na hora de comercializar os seus produtos.

      Os preços são definidos após análise dos seus custos e do mercado, e de acordo com sua estratégia de preços. Confira nossas dicas no guia de precificação:

      https://blog.elo7.com.br/tags/especial-preco

    • Cada cabeça uma sentença, tenho em mente que se uma pessoa tem acesso a internet e pode pagar por isto, entre outros fatores, ela também pode pagar o meu trabalho, ou seja, é meu trabalho e não “casa de caridade”, Faço caridade para quem realmente precisa e quem pode comprar pela internet pode pagar meu trabalho.Se este é o público que vc quer vá em frente! Mas contradiz quando vc reflete sobre suas horas a fio, dedicação e etc. Mesmo o bonito e barato tem um custo e ninguém que é artesão não por hobby mas como profissão vive de sentimentalismo.Se vc quer ser profissional aconselho igual ao Elo7 precificar justamente seu trabalho, faça caridade pra quem precise, tenho a certeza de que oportunidades não faltarão.Um abraço!

  15. Priscila - Sabão Doce

    Concordo totalmente… uma coisa que aprendi e não esqueço nunca é que o que faz o cliente comprar é confiança e valor no produto… valor e não preço… super beijo

    Priscila
    Sabão Doce

  16. Concordo com você Peter, admiro muito seu trabalho.

  17. rederm@hotmail.com

    as vezes tenho duvida no valor de cobrar..ou cobro menos por causa da embalagem…preciso melhorar no aspecto de embalagem e etiquetas…qual a dica que vc me dá…

  18. Olá! Você pode ler nosso post com dicas de como melhorar suas embalagens aqui:

    https://blog.elo7.com.br/2012/02/embalagens-praticas-e-criativas-ja.html

    e

    https://blog.elo7.com.br/2011/09/reciclando-embalagens-por-cris-do.html

    Sobre precificação, confira nossas dicas no Guia do Vendedor:
    https://blog.elo7.com.br/guia-do-vendedor

  19. Olá! Você pode ler nosso post com dicas de como melhorar suas embalagens aqui:

    https://blog.elo7.com.br/2012/02/embalagens-praticas-e-criativas-ja.html

    e

    https://blog.elo7.com.br/2011/09/reciclando-embalagens-por-cris-do.html

    Sobre precificação, confira nossas dicas no Guia do Vendedor:
    https://blog.elo7.com.br/guia-do-vendedor

  20. Olá! Você pode ler nosso post com dicas de como melhorar suas embalagens aqui:

    https://blog.elo7.com.br/2012/02/embalagens-praticas-e-criativas-ja.html

    e

    https://blog.elo7.com.br/2011/09/reciclando-embalagens-por-cris-do.html

    Sobre precificação, confira nossas dicas no Guia do Vendedor:
    https://blog.elo7.com.br/guia-do-vendedor

  21. Eliana, cada artesão tem a liberdade de dar o preço que quiser a seus trabalhos, mas aconselhamos aqui uma atitude mais profissional do que emocional na hora de comercializar os seus produtos.

    Os preços são definidos após análise dos seus custos e do mercado, e de acordo com sua estratégia de preços. Confira nossas dicas no guia de precificação:

    https://blog.elo7.com.br/tags/especial-preco

  22. Eliana, cada artesão tem a liberdade de dar o preço que quiser a seus trabalhos, mas aconselhamos aqui uma atitude mais profissional do que emocional na hora de comercializar os seus produtos.

    Os preços são definidos após análise dos seus custos e do mercado, e de acordo com sua estratégia de preços. Confira nossas dicas no guia de precificação:

    https://blog.elo7.com.br/tags/especial-preco

  23. Eliana, cada artesão tem a liberdade de dar o preço que quiser a seus trabalhos, mas aconselhamos aqui uma atitude mais profissional do que emocional na hora de comercializar os seus produtos.

    Os preços são definidos após análise dos seus custos e do mercado, e de acordo com sua estratégia de preços. Confira nossas dicas no guia de precificação:

    https://blog.elo7.com.br/tags/especial-preco

  24. Shirley Sinigalia

    Depois de muita pesquisa, posso comprovar que, um trabalho artesanal bem feito pode ter seu preco à altura que dificilmente alguém pede descontos…Além do que muitos aromatizantes industriais de uma marca patenteada por uma grande indústria está c/ forte cheiro de álcool…E só ver nas lojas de grifes conceituadas e comprovar…

  25. gostei das sugestões é isso aí mesmo to dentro.

  26. gostei das sugestões é isso aí mesmo to dentro.

  27. gostei das sugestões é isso aí mesmo to dentro.

  28. gostei das sugestões é isso aí mesmo to dentro.

  29. na realidade deveríamos pensar em todo público e fazer pelo que realmente vale e ser justo, gostei das sugestões vou tentar por em pratica

  30. na realidade deveríamos pensar em todo público e fazer pelo que realmente vale e ser justo, gostei das sugestões vou tentar por em pratica

  31. na realidade deveríamos pensar em todo público e fazer pelo que realmente vale e ser justo, gostei das sugestões vou tentar por em pratica

  32. na realidade deveríamos pensar em todo público e fazer pelo que realmente vale e ser justo, gostei das sugestões vou tentar por em pratica