Home | Negócio Criativo | Seguir em frente ou começar projeto novo?

Seguir em frente ou começar projeto novo?

Asphalt road through green field at sunset

Olá gente super talentosa!

Um dia, uma amiga me contou que decidiu morar em outro apartamento que o marido, após mais de uma década de casamento.

-Tu vai te separar? –perguntei.

-Vou me separar para continuar com ele. Amo muito meu marido.

Nunca me esqueci daquele diálogo.

“Vou me separar para continuar com ele.”

Existem situações onde a gente tem vontade de partir pra outra, de começar do zero, de chutar o balde. Cheio ou vazio.

Quem nunca esteve nesta encruzilhada já pode atirar a primeira pedra.

E existem situações onde simplesmente a gente tem a chance de reinventar o que já temos. Reciclar a relação que a gente tem com a nossa carreira, com nossos amores e amigos, reciclar nossos dias e noites, nossos pensamentos e desejos, nossos compromissos e vontades, reciclar nosso ambiente, nossas cores e vibrações.

Esta amiga não estava feliz. Mas entendeu que não era “partindo para outra” que mudaria a situação. Ela encontrou a alternativa de fazer a relação partir para outra etapa de mais felicidade. Realinhou os objetivos comuns e resguardou metas individuais.

O que me dá a certeza de que, às vezes, a guinada que vai fazer toda a diferença na nossa vida não precisa ser radical para gerar um efeito significativo. O que pode gerar mais valor aos nossos dias pode estar a um simples ajuste de distância, pode ser um realinhamento dos nossos objetivos, métodos, escolhas e ações.

Nem toda mudança carece que a gente destrua tudo o que fizemos para reconstruir algo totalmente novo e diferente. O diferente pode estar no modo como podemos fazer daqui em diante.

Os desejos de mudança sempre são positivos, é a minha opinião.  Indicam que a pessoa está atenta a suas aspirações e disposta a buscar mais, ir além do ponto onde está.

Quem estiver sentido alguma insatisfação com sua vida, pessoal ou profissional, deveria ouvir sua voz interior, recordar seus sonhos e entender escolhas passadas.

Se uma mudança radical acontecer ainda assim, o que vivemos antes não é perdido: são experiências e emoções vividas anteriormente que preparam você para o desafio de agora. Nada mais perfeito!

Tenha sempre em mente que ganhar algo significa, sempre, perder alguma coisa. Por isso, a prudência é ótima parceira em momentos decisivos.

Se você, por exemplo, não aguenta mais a casa onde mora, antes de chamar o corretor experimente pintar uma ou duas paredes, pendurar cortinas novas, trocar os móveis de lugar. Isso faz com que os ocupantes da casa “sintam” os ambientes de outra forma, que novas e melhores energias se mobilizem, que sensações de renovação e esperança envolvam a todos.

Para mover o céu e a terra ou deixar tudo como está, às vezes, basta dizer sim ou não. Pensa nisso!

Um beijo super carinhoso,

bool(false)
Administradora, leonina e eterna aprendiz. Fundadora do Supertalentosas.com.br, trabalha para valorizar o artesão e incentivar a produção artesanal profissional ou não. Acredita que o impossível acontece todos os dias, para alguém. Tem compulsão por tecidos estampados, fios macios, tintas coloridas e botões. Anda com pés descalços sempre que pode. Diogo, seu filho, diz que ela sempre sorri quando vê um bebê ou uma flor.

Veja mais posts deste autor.

2 comentários

  1. Muito bom seu texto…realmente são pensamentos, desejos, medos, para atingir essa mudança….muitas vezes nos apegamos à migalhas e queremos transforma-las em banquete….NÃO DÁ….. sou ceramista amo o que faço e os clientes amam também,,,,,, mas as finanças estão péssimas, não posso ser radical, abandonar tantos anos de trabalho…..vou em busca desta mudança sem MEDO….sei que consigo. Abçs.

    • Oi Lydia!

      Arte é desafio constante, não é mesmo? Admiro demais pessoas que, assim como você, buscam alternativas com coragem e dignidade. Obrigada pelo seu comentário! Um beijo super carinhoso!