Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Storytelling para artesãos

Storytelling para artesãos

Storytelling para artesãos

Você já ouviu falar no termo storytelling? No marketing esse é o assunto do momento, está super em alta. Se você se assustou com o nome, não se preocupe, o conceito é muito simples! Storytelling nada mais é do que a arte de contar histórias relevantes. Ihh… Agora complicou geral! O que tem a ver contar histórias com a venda do artesanato? Está com a pulga atrás da orelha? Então, continue lendo o artigo para entender porque essa técnica é tão importante para potencial de aumentar as suas vendas, se usada da maneira correta e verdadeira.

Desde pequenas, as crianças escutam histórias e contos de seus pais para estimularem sua criatividade. Se você perceber, sempre que alguém vai contar uma história, as crianças param e começam a prestar atenção. É algo praticamente automático e super poderoso, que prende a atenção dos pequenos. Mas isso não é exclusividade das crianças, quando crescemos continuamos interessados por histórias. Elas são extremamente ligadas à cultura das pessoas e são uma forma inspiradora de conectar emoções e passar mensagens. E esse poder pode ser usado a seu favor!

No marketing, o storytelling consiste em contar a história real e única da sua marca ou produto, criando uma conexão entre as suas peças e o seu cliente. Nos tempos atuais somos bombardeados por propagandas e informações, principalmente nas redes sociais. Isso acabou gerando uma blindagem das pessoas em relação às propagandas, exigindo das empresas um algo a mais, uma arma que ajude a superar essa barreira. E essa arma é o storytelling.

Todo mundo tem uma história para contar, e com você não é diferente. Qual é a sua história? Como você começou? De onde vem a inspiração para o seu trabalho? Esse é o papel do storytelling. Conectar sua marca às pessoas, por meio de histórias inspiradoras. Essa é uma das formas mais poderosas de dar vida ao seu produto, de transferir uma identidade única e tornar suas peças diferentes, fazendo com que as pessoas se sintam impactadas e criem um vínculo com a sua marca. No artesanato isso é ainda mais forte, pois não é possível separar as suas peças de você, o autor ou autora, o que potencializa o uso do storytelling.

Emoção é tudo

Mas, contar qualquer história serve? A resposta é não! A história contada tem que ser marcante, trazer emoções para quem lê. Tem que envolver pessoas, o lado emocional, cativar quem escuta a história ou lê! Acima de tudo, a história deve ser real! Nada de ficar inventando coisas ou exagerando em algumas partes para causar comoção. Ser autêntica é fundamental se você quiser construir um negócio a longo prazo. É importante se lembrar que a história tem que fazer sentido e ter uma moral. Assim,  ela carrega uma mensagem e inspira a mudança nas pessoas.

Onde contar a história

Após pensar bastante em qual história contar, é hora de você definir como vai contar essa história. Há várias maneiras de se fazer isso, por meio de vídeo, texto e até pessoalmente. Na internet, você pode usar o seu blog, por exemplo. Nele você pode publicar em texto os detalhes da sua caminhada no mundo criativo.

Uma outra alternativa é gravar um vídeo narrando a história, contando um pouco do seu dia a dia e mostrando as fases do processo criativo. Agora, se você não tiver blog, existem outros meios como as mídias sociais e a sua loja virtual. No caso da loja virtual você pode escrever a história na descrição do seu produto, claro que de maneira resumida e escolhendo bem as palavras.

Enfim, existem diversas maneiras e contar uma boa história, use a criatividade para passar a sua mensagem. Ao colocar em prática o storytelling na sua marca, você tem a chance de aumentar os seus ganhos com seus produtos feitos à mão. Tire a prova agora mesmo e depois conte aqui os resultados!

Um abraço e boa sorte.
Fernando Oliveira

Imagem de capa: Marcador de páginas Vana Crochê

bool(false)
Fernando Oliveira é o criador do blog Revista Artesanato, um dos maiores sites de artesanato do Brasil e do portal de cursos online Artesanato.com. Hoje se dedica a criar cursos de capacitação para artesãos que querem transformar o seu hobby em um ótimo negócio.

Veja mais posts deste autor.

6 comentários

  1. Sandra Rocha

    Excelente dica! Estava pesquisando sobre esse assunto e você clareou bastante a minha mente.
    Obrigada!
    Sandra

  2. Fernando não conhecia o termo: storytelling , obrigada por fazer-me descobrir que o que eu faço em meu blog tem este nome.
    Como minha formação é Historiadora me apeguei na metodologia de pesquisa da História do Cotidiano mas, que tem tudo a haver com isto que você explicou neste post. E foi o que aplique, por exemplo, neste post: Mamãe Artesanal – http://wp.me/p5WCrD-eS , lá no meu blog, gosto de contar histórias das artesãs e com isto divulgo os trabalho delas também. Agora deixa eu ir que tenho que dar uma passadinha e curtir o seu blog Revista Artesanato, abraços e Sucesso Sempre.

  3. Fernando,
    Obrigada pela matéria. Conhecimento transmitido, conhecimento aplicado. Nada se perde. Estou sempre te acompanhando. Admiro seu trabalho direcionado a nós Artesãos tão necessitados de orientação e direcionamento. Parabéns! Sempre acompanho o seu blog Revista Artesanato.

  4. Fernando quando vi uma parte da sua historia em um final de texto quando estava procurando alguma coisa interessante na internet interessei me pela sua revista e pelas suas informcoes. Ja ha algum tempo venho fazendo o que eu chamo de COISAS E ARTES e fiz ate um selo pra colocar nos meus feitos. Agora resolvi levar a serio e tentar transformar meu artesanato em negocio. Porisso estou fazendo o curso. Mas tenho receio de ficar me relacionando. Na internet sou meio bronca com esses eletronicos e n ao sei usa los muito bem. Mas voce tem me incentivado bastante a participar. Obrigado por tudo. Agradeco a Deus por voce existir. Deusbte abencoe.