Home | Negócio Criativo | Tour Elo7 na Copa: Salvador e Recife

Tour Elo7 na Copa: Salvador e Recife

post_copa

O Brasil é enorme e a sua variedade cultural tão grande quanto! A torcida só comemora e acompanha o novo chute do nosso tour para as capitais Salvador e Recife.

Quem recebe a bola na Bahia com muita ginga e alegria são as lojistas Rita, da Eu que fiz e Rafaela, da Blooming Charm. O estádio que recebe os times e torcedores é o Fonte Nova, mas são as artes, culinária e passeios soteropolitanos que são destaques do nosso guia.

rafaela_rita

São a Baía de Todos os Santos, as mulatas com saias rodadas, o cheiro de dendê, a música animada e a simpatia do povo local as primeiras imagens que contagiam quem pensa em Salvador. Rita e Rafaela confirmam essas características e enaltecem as particularidades de sua cidade nos pontos turísticos que ressaltam na programação sugerida.

Pegamos carona com cada uma delas para conhecer mais o cenário! Vamos?

pelo

Rita nos conta que o (1) Pelourinho é o cartão postal que não pode escapar do passeio de quem visita a cidade.  “Maior sítio colonial da América,  apresenta lindo casario colorido com mais de 800 casarões dos séculos XVII e XVIII, o Museu Casa de Jorge Amado, lojas de artesanato, Igrejas e uma paisagem inesquecível. Local turístico, onde a música, a dança, a culinária e o artesanato mostram o que é que a baiana tem!” E falando em baiana e culinária, há sabores que também não podem  ficar de fora.

Os africanos trouxeram para a cultura o gosto por temperos fortes, especialmente o azeite de dendê e as pimentas. Dos índios veio a utilização de frutas, plantas e peixes locais. Estando em Salvador você tem que provar: (2) acarajé, abará, caruru, vatapá, moquecas de peixe, camarão, frutos do mar, aratu e maturi (tipo de castanha). Para essa  nossa anfitriã, provar um acarajé recheado com vatapá, camarão e pimenta em frente ao (3) pôr do sol da praia do Farol da Barra, é um momento único e inesquecível. Você duvidaria?

dique

Continuando nosso bate-bola em gramado baiano, Rafaela nos leva ao (4) Mercado Modelo para apresentar algumas das inúmeras artes produzidas na cidade. Ela nos conta que as matérias-primas são variadas, como sisal, madeira, cerâmica, renda e cabaça.

“O Mercado Modelo faz parte da história da minha família. Meu avô tinha galeria lá desde 1950, onde vendia produtos de artesanato e produtos que ele mesmo trazia da África. Sustentou e formou 3 filhos com isso. Hoje, o comércio dele no Mercado está nas mãos de minha tia e se concentra no artesanato local, como bonecas de cabaça, (5) lembrancinhas da Bahia, acessórios, bolsas.”  A visita a este patrimônio nacional é obrigatória. E se tem cor e material típico, para esta baiana é a fitinha do Sr. do Bonfim. “Ela transcendeu o aspecto religioso e é símbolo da cidade, da alegria e de toda a cultura baiana.”

Para completar o giro pela cidade, com um passeio que combina com Copa, a nossa guia local recomenda assistir a uma partida  “Ba-Vi” na nova Fonte Nova e aproveitar pra dar um passeio no (6) Dique do Tororó. Que tal?

recife_imgs

Sobrou energia e pés para mais andanças? Segure o ritmo e vamos tocar a bola para a Taciana em Recife. É hora do jogo acontecer nos arredores da Arena Pernambuco e é a lojista do ateliê de cerâmica plástica que nos recebe.

A anfitriã pernambucana não poupa elogios a sua cidade e logo nos conta que Recife foi chamada por muito tempo de Veneza Brasileira. A expressão ganhou força por conta dos rios e pontes antigas que embelezam a capital. Quando pensa em pontos marcantes para um tour, são as (7) infindáveis igrejas e suas vistas que lhe vêm a mente. Uma passada pelo Alto da Sé para se ter uma panorama geral deve estar na agenda de todo visitante.

Ao levantar aspectos da cultura, a musicalidade de Recife é característica certa. O maracatu é marcante para a artesã, com o seu personagem (8) Caboclo de Lança que faz parte do ritmo. Assim como o frevo, que embala os turistas e não deixa ninguém parado com suas cores vibrantes, sombrinha e passos contagiantes.

recife

 

Em busca de mais arte? Depois de recuperar as forças com um delicioso bolo de rolo, a dica certeira para conhecer o que o artesanato pernambucano tem de melhor é visitar (9) a Fenearte. “O sonho de todo artesão local é participar dessa feira, que ano após ano, só aumenta o número de visitantes.” O evento acontece há 15 anos na capital e reúne mais de 350 mil visitantes em 11 dias de feira. Taciana alerta que a atração acontece este ano nos dias 02/07 a 12/07. Boas datas para quem é fã de criatividade agendar uma visita, não?

Damos até logo ao nordeste curtindo ainda mais suas cores e alegria! Vamos juntos dar um chute na bola lá para a região norte? Vem mais tour por aí! Agradecemos muito a participação das lojistas e seguimos em frente.

Produtos Elo7 na imagem de abertura: estojo de tecido e chaveiro floral

bool(false)
Com antena ligada para novidades e tendências 7 dias por semana, paulistana vivendo em Ilhabela, é produtora de conteúdo criativo freelancer há seis anos, formada em Publicidade e Propaganda na ECA-USP, com especialidade em mídias digitais pela FGV. Autora do blog Colacorelinha , redatora do Blog do Elo7, gerenciadora de marcas na web e fã convicta de suculentas e sua força.

Veja mais posts deste autor.