Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | 5 dicas para mães criativas que trabalham em casa

5 dicas para mães criativas que trabalham em casa

5 dicas para mães criativas que trabalham em casa

Trabalhar em casa é o sonho de muitas mães. Também pudera, quem não quer manter distância da rotina estressante de se locomover entre a casa e o trabalho, pegando aquele trânsito? Ou ainda estimular mais a criatividade fazendo as coisas do seu jeito, longe de chefes ou supervisores? Melhor, poder trabalhar mais perto de quem se ama?

Acompanhar o crescimento dos filhos sem perder a independência financeira é um dos principais motivos que estimulam mães artesãs a abandonar trabalhos convencionais para vender suas criações sem sair de casa.

Mas nem tudo são flores. A mistura do ambiente casa/trabalho com os papéis de mulher, mãe, esposa e empreendedora se misturam o tempo todo e muitas vezes podem interferir na sua produtividade. Para lidar com estes e outros dilemas, a Elosetter Ju Padilha conta pra gente um pouquinho da sua rotina de mãe artesã com filho pequeno:

“Trabalhar em casa e ter que cuidar de um pequeno, não é tarefa fácil. É preciso muita organização, paciência e uma total flexibilidade do tempo, pois o trabalho acaba sendo feito em horários alternativos, visto que o bebê é a prioridade. No meu caso, o melhor horário de trabalho é das 6:30 as 9:30, sou acordada pelo Francisco e como meu marido sai para trabalhar um pouquinho mais tarde, consigo este horário de trabalho bem concentrado, incrível como rende.

Há algumas atividades que consigo fazer junto com ele, como ir ao Correio, pois aproveito o fato de ser perto de casa para uma caminhadinha. O mesmo com o serviço de internet, que executo enquanto ele brinca sozinho. Depois que o bebê começa a sentar, ele fica mais independente e isso ajuda, mas sempre com um ‘olha lá e outro cá’.

O fato é que com o tempo tudo se ajeita, cada um encontra a sua rotina. Ter a chance de estar pertinho do seu filho e acompanhar todas as etapas do desenvolvimento dele, faz tudo valer muito a pena!”

Legal o relato da Ju Padilha, né? Confira algumas dicas da redação para auxiliar na rotina de mães que trabalham em casa:

1) Organize os horários de trabalho de acordo com os horários da criança
De nada adianta acordar cedo ou dormir tarde para começar uma tarefa se o seu filho precisar da sua atenção naquele momento. Procure adequar as suas atividades que exigem maior concentração na hora da “naninha”, quando as crianças estiverem na escola ou que tenha ajuda de alguém.

2) Flexibilidade é essencial
Por mais que você se organize, nem sempre irá conseguir terminar as tarefas em apenas um momento. Acostume-se com as interrupções, ao invés de irritar-se. Bom humor é fundamental!

3) Inclua atividades que podem ser realizadas junto com seu filho
Vai desenhar um modelo novo? Se ele já tiver idade suficiente para isso, ofereça giz de cera e papel para seu filho e peça que ele “ajude a mamãe”. A produtividade não vai ser a mesma, mas assim você consegue interagir, brincar e adiantar um pouquinho do trabalho, tudo ao mesmo tempo.

4) Evite cobrar demais de si mesma
O melhor alimento para a falta de criatividade é a falta de diversão e horas de descanso. Estresse então, nem se fala! Trabalhar em casa fazendo algo que você gosta e na companhia dos filhos não é fácil, mas deve ser fonte de realização ao final de cada dia. Se os seus dias são repletos de estresse, desordem e frustrações, pare, pense e reflita:

  • Trabalhar em casa é melhor do que ter um emprego fixo?
  • Estou me divertindo fazendo minhas criações em companhia dos meus filhos em casa?
  • Consigo reservar períodos para o lazer, descanso e ficar bem comigo mesma?

Se a resposta for “não” em todos os casos, vale retraçar o plano inicial, quem sabe investir em alguém que possa ajudar no dia a dia com as tarefas domésticas ou até mesmo uma conversa franca com o(a) cônjuge ou outros familiares mais próximos para avaliar se podem dividir mais responsabilidades.

5) Dê tempo ao tempo!
A rotina de vocês vai sendo entendida aos poucos. Tanto por você quanto para seu(s) filho(s) e familiares. Observe as reações de vocês ao longo do processo para conseguir um esquema de trabalho mais realizador e feliz.

Você trabalha em casa na companhia dos filhos? Conte pra gente como é a sua rotina e o que você faz para ter uma rotina harmoniosa e produtiva!

A imagem do post é da própria Ju Padilha. Ela trabalha em casa e adora!

Professora de costura e fã dos artesãos que fazem parte desta comunidade incrível de criativos. Compartilha o amor por costurices em seu blog, A Costureirinha. Não resiste a um ronrom e é viciada em aviamentos e tecidos coloridos.

Veja mais posts deste autor.

73 comentários

  1. Muito muito bom !!!
    Estava precisando exatamente disso … refletir no que pode ser mudado ,é o primeiro passo .
    Já comecei ! rsrsr
    Bete

    • Tambem estou na mesma situação..não é nada fácil ser mãe,dona de casa,esposa,estudante e empreendedora..ufa!!!

      Meu filho tem dois aninhos e agora que coloquei ele na escola,as coisas melhoraram(só um pouquinho)rs..porque na verdade sobram apenas 3 horas de trabalho a tarde,já que no período da manhã tenho que:levar na natação,brincar,fazer almoço,dar banho e levar na escola…quando volto : louça arrumar a bagunça do furacãozinho e finalmente trabalhar um pouquinho..e daqui a pouco já tenho que fazer o jantar e me arrumar para pega-lo na escola e ir para faculdade!!
      As clientes as vezes ficam um pouco impacientes coma demora no atendimento, mesmo porque não consigo as vezes responder a todos os email no mesmo dia…
      Mas compenso quando atendo com um atendimento especial e personalizado,e todos ficam felizes!!
      Outra coisa que fiz foi terceirizar alguns serviços como embalar produtos,que já me alivia de montão!

      Não é fácil!mas é gratificante!!

    • Parasse que foi Deus que fez esse post!!!

      Tenho uma filha pequena de apenas 9 meses moro em uma cidade que não conheço ninguém que possa me ajudar,resumindo faço tudo de casa e cuido dela.Só que antes eu costurava e fazia consultoria de moda,agora estou 100% dedicada a ela,mais sab quando está faltando aquela outra parte de vc,estou bem assim…Tentei voltar a costurar mais ficava muito estressada pq não terminava no mesmo dia ou passava 3 dia terminar uma peça.Ai foi deixando de lado de lado mais cada vez mais fico mais triste.

      Agora vou começar a rever minha opinião,começar a mudar e tentar mais uma vez e mais uma vez até da certo.

      Bjs em todas!!!!

      • Eu também estou nesse momento… meu filho só tem 7 meses e ainda é difícil fazer biscuit. Cheguei a parar e esperar as coisas melhorarem, mas vou respirar fundo e tentar novamente. Força!

  2. Cecília Gonçalves

    nossa, esse post veio pra mim!…rs
    Tenho duas filhas, a mais velha de 11 anos vai pra escola em tempo integral e a mais nova de 2 anos fica comigo o dia todo. As vezes não consigo conciliar todas as tarefas e quase fico louca, pois tenho que parar várias vezes pra atendê-la e em momentos de criação, isso é terrível…rsrs mas, com muito amor no coração as coisas vão se encaixando… aproveito as horas do soninho dela, as vezes ponho ela pra me “ajudar”… Acho que a prioridade é a organização. Organizar o dia, o que vai fazer, traçar objetivos mesmo, sabe, pro dia todo. O problema é quando não atinjo as metas, aí dá-lhe mau humor….rsrs mas é assim mesmo, vivendo e aprendendo…

    • Ateliê Patricia Tito

      Bom dia Cecília,
      Sua rotina se parece com a minha. Tenho um filho de 14 anos Aspie que estuda de manhã,mais que se vira muito bem, e um de 7 anos, que estuda a tarde.Pra mim o melhor horário para começar meu trabalho é após o almoço, o porém é que acabo indo até mais tarde.Quando o maridão esta de folga ajuda muito,mais quando não esta, tenho que parar, mandar para o banho,fazer lanche ou jantar, mais no final apesar do cansaço, da tudo certo.
      Boa semana…
      Bjs….

  3. Olá, gostei e me identifiquei de imediato com a matéria. Meu sonho sempre foi ficar mais tempo com meus filhos para poder acompanhar o crescimento deles e a pouco tempo tomei coragem e saí de um emprego de muitos anos para trabalhar em casa fazendo o que eu gosto que é costurar.

  4. Ateliê Patricia Tito

    Bom dia Cecília,
    Sua rotina se parece com a minha. Tenho um filho de 14 anos Aspie que estuda de manhã,mais que se vira muito bem, e um de 7 anos, que estuda a tarde.Pra mim o melhor horário para começar meu trabalho é após o almoço, o porém é que acabo indo até mais tarde.Quando o maridão esta de folga ajuda muito,mais quando não esta, tenho que parar, mandar para o banho,fazer lanche ou jantar, mais no final apesar do cansaço, da tudo certo.
    Boa semana…
    Bjs….

  5. Ateliê Patricia Tito

    Bom dia Cecília,
    Sua rotina se parece com a minha. Tenho um filho de 14 anos Aspie que estuda de manhã,mais que se vira muito bem, e um de 7 anos, que estuda a tarde.Pra mim o melhor horário para começar meu trabalho é após o almoço, o porém é que acabo indo até mais tarde.Quando o maridão esta de folga ajuda muito,mais quando não esta, tenho que parar, mandar para o banho,fazer lanche ou jantar, mais no final apesar do cansaço, da tudo certo.
    Boa semana…
    Bjs….

  6. Tenho um e-commerce e gêmeos de quase 7 meses..é bem difícil conciliar todas as funções…mas é uma delícia estar bem pertinho deles o tempo todo!

    • Letícia Torres

      Alessandra, boa noite!

      Estou procurando algo pra trabalhar de casa e acabei encontrando esses depoimentos. Já pensei em franquias, em negócios de baixo investimento e não consegui algo que junte o trabalho em casa com uma remuneração razoável, pois tenho dois filhos e moro sozinha com eles.

      Você poderia me explicar como é o processo de trabalhar com e-commerce?

      Ficarei ansiosa esperando sua resposta.

      Desde já agradeço,

      Letícia Torres

    • Letícia Torres

      Alessandra, boa noite!

      Estou procurando algo pra trabalhar de casa e acabei encontrando esses depoimentos. Já pensei em franquias, em negócios de baixo investimento e não consegui algo que junte o trabalho em casa com uma remuneração razoável, pois tenho dois filhos e moro sozinha com eles.

      Você poderia me explicar como é o processo de trabalhar com e-commerce?

      Ficarei ansiosa esperando sua resposta.

      Desde já agradeço,

      Letícia Torres

  7. Rita (ternurinha bebê)

    Sou fisioterapeuta há 13 anos. Com a chegada do meu segundo filho, foi muito dificila voltar para a profissão! Vi no artesanato , a oportunidade de trabalhar e estar perto dos meus filhos integralmente! Sou muito feliz assim! Mas, confesso que não é uma tarefa muito fácil, mas vale muito a pena! Poder vê-los crescer, acompanhar todos os seus momentos, poder cuidar deles quando ficam doentinhos, ficar de bobeira (quando sobra um tempinho), enfim, essas pequenas coisas e tão essenciais para mim, como mãe e empreendedora, faz com que a troca de profissão, não gere nenhum tipo de arrependimento!! Além é claro, de amar bordar para outros bebês!! Amo muito!!

  8. Olá, gostei muito da matéria e me identifiquei também. Eu trabalho e cuido do meu filho. Ele já tem 3 anos então consigo conciliar bem minha rotina. Tudo começa às 6:10, quando acordo para me arrumar e para levá-lo à escola, que é pertinho de casa. Volto pra casa e aproveito para tomar um bom café da manhã e ver um pouco de jornal na tv ou Design Divino no Home and Health. Às 8 horas abro o atelie que é pertinho de casa.

    Trabalho até as 11;30. É nessa hora tambem que vou às compras. Busco ele na escola, almoçamos juntos e às 2 horas retorno ao ateliê. Lá tem tv, uma caminha para ele tirar uma soneca, ja que acorda cedo, e deixo usar o note tambem quando não estou usando. Vamos para casa às 6 horas.

    Vou aos Correios à tarde, com ele porque é longe de casa e temos que pegar ônibus. Ele adora, porque sempre passamos em uma lanchonete (riosos)! No final do dia cuido da casa, marido e filho, dou uma ultima olhada na loja virtual. Ufa, é um dia bem cheio! Mas Adoro!

  9. Puxa! Amei esse post!!! Eu tenho uma princesinha de 2 anos que fica comigo o dia inteiro e então eu faço assim: aproveito a manhã enquanto ela dorme para costurar e fazer algumas coisas que precisam de mais concentração, quando ela acorda, faço os serviços domésticos e depois do almoço, aproveito a novela e alguma programação da TV para fazer a parte “manual” do meu trabalho, como bordar, aplicações, encher bonecas… Etc. E com isso, participo também das brincadeirinhas dela e faço companhia. Às 18h encerro o meu “expediente” e aí então, preparo o jantar, o banho, as atividades do dia seguinte… E assim vai… Obrigada por sempre nos ajudar!

  10. Puxa! Amei esse post!!! Eu tenho uma princesinha de 2 anos que fica comigo o dia inteiro e então eu faço assim: aproveito a manhã enquanto ela dorme para costurar e fazer algumas coisas que precisam de mais concentração, quando ela acorda, faço os serviços domésticos e depois do almoço, aproveito a novela e alguma programação da TV para fazer a parte “manual” do meu trabalho, como bordar, aplicações, encher bonecas… Etc. E com isso, participo também das brincadeirinhas dela e faço companhia. Às 18h encerro o meu “expediente” e aí então, preparo o jantar, o banho, as atividades do dia seguinte… E assim vai… Obrigada por sempre nos ajudar!

  11. Puxa! Amei esse post!!! Eu tenho uma princesinha de 2 anos que fica comigo o dia inteiro e então eu faço assim: aproveito a manhã enquanto ela dorme para costurar e fazer algumas coisas que precisam de mais concentração, quando ela acorda, faço os serviços domésticos e depois do almoço, aproveito a novela e alguma programação da TV para fazer a parte “manual” do meu trabalho, como bordar, aplicações, encher bonecas… Etc. E com isso, participo também das brincadeirinhas dela e faço companhia. Às 18h encerro o meu “expediente” e aí então, preparo o jantar, o banho, as atividades do dia seguinte… E assim vai… Obrigada por sempre nos ajudar!

  12. Olá, meu filho tem 5 anos e como é único eu sou a companheira de brincadeiras, não tem jeito, tenho que parar um pouquinho, ainda não consigo evitar, até o pai chegar ele fica no pé mesmo! não é facio ter que parar um trabalho, mas sei que ele precisa de atenção Ainda não achei um ponto de equilíbrio.
    Esse post foi muito útil. obrigada!

  13. Olá, meu filho tem 5 anos e como é único eu sou a companheira de brincadeiras, não tem jeito, tenho que parar um pouquinho, ainda não consigo evitar, até o pai chegar ele fica no pé mesmo! não é facio ter que parar um trabalho, mas sei que ele precisa de atenção Ainda não achei um ponto de equilíbrio.
    Esse post foi muito útil. obrigada!

  14. Olá, meu filho tem 5 anos e como é único eu sou a companheira de brincadeiras, não tem jeito, tenho que parar um pouquinho, ainda não consigo evitar, até o pai chegar ele fica no pé mesmo! não é facio ter que parar um trabalho, mas sei que ele precisa de atenção Ainda não achei um ponto de equilíbrio.
    Esse post foi muito útil. obrigada!

  15. Esse post acima é a minha vida! Comando a Maria Impressora, especializada em papelaria personalizada. Lido com a minha demora direto, pois a minha baby de 1 ano é a razão de tudo isso. Alem disso, estou terminando Ciências Sociais. Comprei ferramentas que me ajudam hoje em dia, mas dependo da ajuda da minha mãe para muitas coisas e do meu marido. É complicado, pois quando quero desabafar, ninguém me entende… Toda vez que quero desistir eu penso: – É a Gaby, né gente?? Beijos! Força na Loja e vamos lá!

  16. Esse post acima é a minha vida! Comando a Maria Impressora, especializada em papelaria personalizada. Lido com a minha demora direto, pois a minha baby de 1 ano é a razão de tudo isso. Alem disso, estou terminando Ciências Sociais. Comprei ferramentas que me ajudam hoje em dia, mas dependo da ajuda da minha mãe para muitas coisas e do meu marido. É complicado, pois quando quero desabafar, ninguém me entende… Toda vez que quero desistir eu penso: – É a Gaby, né gente?? Beijos! Força na Loja e vamos lá!

  17. Esse post acima é a minha vida! Comando a Maria Impressora, especializada em papelaria personalizada. Lido com a minha demora direto, pois a minha baby de 1 ano é a razão de tudo isso. Alem disso, estou terminando Ciências Sociais. Comprei ferramentas que me ajudam hoje em dia, mas dependo da ajuda da minha mãe para muitas coisas e do meu marido. É complicado, pois quando quero desabafar, ninguém me entende… Toda vez que quero desistir eu penso: – É a Gaby, né gente?? Beijos! Força na Loja e vamos lá!

  18. Bem legal esse post!
    Tenho 3 meninas e é bem difícil conciliar o trabalho e a família, mas valeu as dicas.

  19. Bem legal esse post!
    Tenho 3 meninas e é bem difícil conciliar o trabalho e a família, mas valeu as dicas.

  20. Bem legal esse post!
    Tenho 3 meninas e é bem difícil conciliar o trabalho e a família, mas valeu as dicas.

  21. Lavanda Artes by Cláudia Gomes

    Eu nem tenho filho e não consigo descansar, preciso de descanso mental, principalmente. Essa mulherada que tem filhos e ainda trabalha são muito guerreiras!

  22. Lavanda Artes by Cláudia Gomes

    Eu nem tenho filho e não consigo descansar, preciso de descanso mental, principalmente. Essa mulherada que tem filhos e ainda trabalha são muito guerreiras!

  23. Lavanda Artes by Cláudia Gomes

    Eu nem tenho filho e não consigo descansar, preciso de descanso mental, principalmente. Essa mulherada que tem filhos e ainda trabalha são muito guerreiras!

  24. ARLETEKALBUSCH

    PARABÉNS GOSTO MUITO DE ARTEZANATOS É MUITO LINDO AMEI .

  25. Bom dia!!
    eu sou uma mãe que abandonou o trabalho fixo para poder curtir mais meu bebê e não perder nada dessa fase tão gostosa que ele esta (5 meses);
    Desde quando ele nasceu comecei a trabalhar com artigos personalizados apenas para as pessoas da minha região, descobri a elo7 e comecei a vender por aqui também; Graças a Deus consigo conciliar todos os meus afazeres como cuidar do meu bebê da casa e do meu trabalho, a elo7 me ajudouuu muitoo!!!

  26. Trabalho por conta própria a muitos anos, sempre fui independente e disciplinada. Além de aulas de dança do ventre faço sabonetes artesanais. Depois que meu filho nasceu tive que me adaptar a rotina dele. Hoje ele está com 5 anos e tudo ficou mais fácil pois está mais independente, enquanto ele brinca ou assiste TV, eu produzo, sem deixar de dar a atenção que ele necessita. O que eu não consigo dar conta direito é da arrumação da casa, acho que isso consome um bom tempo e fico estressada com a casa desorganizada, parece que fico presa, sem conseguir me mexer e desenvolver se tudo não está no lugar, rsrsrsrs. Estou pensando seriamente em recorrer a ajuda externa para essa questão, nem que seja uma vez por semana.

    • Parece que estou lendo a minha história!! Sexta-feira já chamei alguém para me ajudar! Faça isso mesmo! Trabalho de casa é duro!!

  27. Luana Alessandra

    Tenho um filho de 1 ano e 6 meses e, quando decidi montar meu Ateliê ele já tinha nascido.. Parei de trabalhar fora quando estava com 10 meses por uma série de fatores – é difícil imaginar como conciliar tudo mas, pouco a pouco estou conseguindo.
    Tem dias que consigo produzir mais tem dias que não. Tem dias que ele quer mais atenção, então, pego para produzir uma peça que já tenho prática e fico pertinho dele fazendo..

    Mas com certeza, depois de alguns meses não sinto arrependimento por ter feito essa escolha, fico imaginando como estaria nossa vida trabalhando fora. Em casa consigo fazer os afazeres domésticos durante semana, cuidar do meu pequeno e trabalhar.
    Sei que com o tempo a tendência é melhorar pois, ele vai criando a independência..

  28. Nossa, esse post é muito eu rsrs

    Tenho uma filha de 5 anos e uma bebê de 5 meses…

    Comecei a trabalhar em casa justamente para cuidar de perto da minha filha mais velha que vivia pipocando de escolinha em escolinha e ficando dodói e desde que assumi os cuidados ela vende saúde, então sei que fiz a escolha certa.

    No início eu quase enlouqueci, mas aprendi rápido a lidar com tudo e a satisfação de fazer o que amo cuidando das minhas filhas é tudo de bom.

    Agora, com o nascimento da bebê ficou tudo mais complicadinho de novo, to aqui trabalhando e amamentando ela rsrs, mas já aprendi que tudo são fases e que a tendência é só melhorar a medida que elas vão crescendo.

    Tem horas que fico exausta e é quase impossível dar conta de tudo, casa, filhos, trabalho… mas não posso nem pensar em deixar de conviver diariamente com elas e de fazer o que mais adoro.

    Força mamães! Ser mãe e empreendedora não é fácil, mas é muito bom!!!

  29. Nossa, esse post é muito eu rsrs

    Tenho uma filha de 5 anos e uma bebê de 5 meses…

    Comecei a trabalhar em casa justamente para cuidar de perto da minha filha mais velha que vivia pipocando de escolinha em escolinha e ficando dodói e desde que assumi os cuidados ela vende saúde, então sei que fiz a escolha certa.

    No início eu quase enlouqueci, mas aprendi rápido a lidar com tudo e a satisfação de fazer o que amo cuidando das minhas filhas é tudo de bom.

    Agora, com o nascimento da bebê ficou tudo mais complicadinho de novo, to aqui trabalhando e amamentando ela rsrs, mas já aprendi que tudo são fases e que a tendência é só melhorar a medida que elas vão crescendo.

    Tem horas que fico exausta e é quase impossível dar conta de tudo, casa, filhos, trabalho… mas não posso nem pensar em deixar de conviver diariamente com elas e de fazer o que mais adoro.

    Força mamães! Ser mãe e empreendedora não é fácil, mas é muito bom!!!

  30. Nossa, esse post é muito eu rsrs

    Tenho uma filha de 5 anos e uma bebê de 5 meses…

    Comecei a trabalhar em casa justamente para cuidar de perto da minha filha mais velha que vivia pipocando de escolinha em escolinha e ficando dodói e desde que assumi os cuidados ela vende saúde, então sei que fiz a escolha certa.

    No início eu quase enlouqueci, mas aprendi rápido a lidar com tudo e a satisfação de fazer o que amo cuidando das minhas filhas é tudo de bom.

    Agora, com o nascimento da bebê ficou tudo mais complicadinho de novo, to aqui trabalhando e amamentando ela rsrs, mas já aprendi que tudo são fases e que a tendência é só melhorar a medida que elas vão crescendo.

    Tem horas que fico exausta e é quase impossível dar conta de tudo, casa, filhos, trabalho… mas não posso nem pensar em deixar de conviver diariamente com elas e de fazer o que mais adoro.

    Força mamães! Ser mãe e empreendedora não é fácil, mas é muito bom!!!

  31. Parece que estou lendo a minha história!! Sexta-feira já chamei alguém para me ajudar! Faça isso mesmo! Trabalho de casa é duro!!

  32. Parece que estou lendo a minha história!! Sexta-feira já chamei alguém para me ajudar! Faça isso mesmo! Trabalho de casa é duro!!

  33. Trabalhei fora por quase 6 anos e meu filho, q tem 8 anos, sempre ficou em escolinha, com a avó… Mas há 8 meses resolvi largar tudo e ficar com ele, afinal “antes tarde do que nunca”. E aproveitei também pra retomar o artesanato q tanto amo. Hoje estou ainda me adaptando à nova rotina e tentando, como todas, conciliar a arte, o filho, a casa, o marido… e tantas outras coisas q sempre temos pra fazer! Confesso q ainda to meio atrapalhada, mas conforme dá vou fazendo de tudo um pouco, afinal o q a gente não faz por amor…

  34. Trabalhei fora por quase 6 anos e meu filho, q tem 8 anos, sempre ficou em escolinha, com a avó… Mas há 8 meses resolvi largar tudo e ficar com ele, afinal “antes tarde do que nunca”. E aproveitei também pra retomar o artesanato q tanto amo. Hoje estou ainda me adaptando à nova rotina e tentando, como todas, conciliar a arte, o filho, a casa, o marido… e tantas outras coisas q sempre temos pra fazer! Confesso q ainda to meio atrapalhada, mas conforme dá vou fazendo de tudo um pouco, afinal o q a gente não faz por amor…

  35. Trabalhei fora por quase 6 anos e meu filho, q tem 8 anos, sempre ficou em escolinha, com a avó… Mas há 8 meses resolvi largar tudo e ficar com ele, afinal “antes tarde do que nunca”. E aproveitei também pra retomar o artesanato q tanto amo. Hoje estou ainda me adaptando à nova rotina e tentando, como todas, conciliar a arte, o filho, a casa, o marido… e tantas outras coisas q sempre temos pra fazer! Confesso q ainda to meio atrapalhada, mas conforme dá vou fazendo de tudo um pouco, afinal o q a gente não faz por amor…

  36. Puxa, essa matéria foi feita pra mim!
    Há três anos trabalho em casa, como artesã. Hoje sou mãe de um bebê de 7 meses e ainda não consegui me adaptar à rotina dele para trabalhar. Tenho muita dificuldade.
    Espero ter êxito depois dessas dicas! Sinto muita falta de fazer minhas coisinhas…

  37. Puxa, essa matéria foi feita pra mim!
    Há três anos trabalho em casa, como artesã. Hoje sou mãe de um bebê de 7 meses e ainda não consegui me adaptar à rotina dele para trabalhar. Tenho muita dificuldade.
    Espero ter êxito depois dessas dicas! Sinto muita falta de fazer minhas coisinhas…

  38. Puxa, essa matéria foi feita pra mim!
    Há três anos trabalho em casa, como artesã. Hoje sou mãe de um bebê de 7 meses e ainda não consegui me adaptar à rotina dele para trabalhar. Tenho muita dificuldade.
    Espero ter êxito depois dessas dicas! Sinto muita falta de fazer minhas coisinhas…

  39. Eu também estou nesse momento… meu filho só tem 7 meses e ainda é difícil fazer biscuit. Cheguei a parar e esperar as coisas melhorarem, mas vou respirar fundo e tentar novamente. Força!

  40. Eu também estou nesse momento… meu filho só tem 7 meses e ainda é difícil fazer biscuit. Cheguei a parar e esperar as coisas melhorarem, mas vou respirar fundo e tentar novamente. Força!

  41. Olá, eu tenho uma filha de 4 anos, surda, que requer bastante atenção, então sem condições de ir trabalhar fora, comecei a trabalhar em casa. Dedico a manhã e à noite ao meu trabalho (porque ela dorme cedo) e à tarde a ela. Levo na escola pela manhã, e a tarde ela fana fonoterapia, musicoterapia, ballet e natação… Fora as tarefas da escola e as brincadeiras, então quando dá 18h30 até 19h30 ela desmaia, hehehe. Só deixo a desejar mesmo as tarefas domésticas, preciso realmente de ajuda, porque tem dias que vou dormir lá pra depois de meia noite trabalhando… Qual tempo pra fazer tarefas domésticas??

    • Renata, veja a possibilidade de conseguir alguém para te ajudar, pode ser remunerado ou converse com seu cônjuge, familiares e amigos mais próximos para avaliar a divisão das tarefas, como dissemos no post. Sucesso!

  42. Olá, eu tenho uma filha de 4 anos, surda, que requer bastante atenção, então sem condições de ir trabalhar fora, comecei a trabalhar em casa. Dedico a manhã e à noite ao meu trabalho (porque ela dorme cedo) e à tarde a ela. Levo na escola pela manhã, e a tarde ela fana fonoterapia, musicoterapia, ballet e natação… Fora as tarefas da escola e as brincadeiras, então quando dá 18h30 até 19h30 ela desmaia, hehehe. Só deixo a desejar mesmo as tarefas domésticas, preciso realmente de ajuda, porque tem dias que vou dormir lá pra depois de meia noite trabalhando… Qual tempo pra fazer tarefas domésticas??

    • Renata, veja a possibilidade de conseguir alguém para te ajudar, pode ser remunerado ou converse com seu cônjuge, familiares e amigos mais próximos para avaliar a divisão das tarefas, como dissemos no post. Sucesso!

  43. Olá, eu tenho uma filha de 4 anos, surda, que requer bastante atenção, então sem condições de ir trabalhar fora, comecei a trabalhar em casa. Dedico a manhã e à noite ao meu trabalho (porque ela dorme cedo) e à tarde a ela. Levo na escola pela manhã, e a tarde ela fana fonoterapia, musicoterapia, ballet e natação… Fora as tarefas da escola e as brincadeiras, então quando dá 18h30 até 19h30 ela desmaia, hehehe. Só deixo a desejar mesmo as tarefas domésticas, preciso realmente de ajuda, porque tem dias que vou dormir lá pra depois de meia noite trabalhando… Qual tempo pra fazer tarefas domésticas??

    • Renata, veja a possibilidade de conseguir alguém para te ajudar, pode ser remunerado ou converse com seu cônjuge, familiares e amigos mais próximos para avaliar a divisão das tarefas, como dissemos no post. Sucesso!

  44. fafacroche e decoração

    tenho um casal de filhos. a menina tem 11 e o menino tem 4 anos. no inicio foi complicado. trabalhar e cuidar dos filhos. eles não entendia que mesmo eu tando em casa eu tinha um trabalho. mas agora consigo colocar tudo em ordem. fiz uma tabela com os meus horários e agenda para cumpri. pela manhã deixo eles na escola organizo minha casa e atarde trabalhos no meu atelier. mesmo assim não é fácil. mas o importante é saber que trabalhando em casa, eles estão melhor.

  45. fafacroche e decoração

    tenho um casal de filhos. a menina tem 11 e o menino tem 4 anos. no inicio foi complicado. trabalhar e cuidar dos filhos. eles não entendia que mesmo eu tando em casa eu tinha um trabalho. mas agora consigo colocar tudo em ordem. fiz uma tabela com os meus horários e agenda para cumpri. pela manhã deixo eles na escola organizo minha casa e atarde trabalhos no meu atelier. mesmo assim não é fácil. mas o importante é saber que trabalhando em casa, eles estão melhor.

  46. fafacroche e decoração

    tenho um casal de filhos. a menina tem 11 e o menino tem 4 anos. no inicio foi complicado. trabalhar e cuidar dos filhos. eles não entendia que mesmo eu tando em casa eu tinha um trabalho. mas agora consigo colocar tudo em ordem. fiz uma tabela com os meus horários e agenda para cumpri. pela manhã deixo eles na escola organizo minha casa e atarde trabalhos no meu atelier. mesmo assim não é fácil. mas o importante é saber que trabalhando em casa, eles estão melhor.

  47. Simone Filetti

    Adorei o post! Agora estou iniciando por estas trilhas, sem ainda saber ao certo, como chegar lá e conciliando casa e uma filha de quase 5 anos. Mas estou apenas começando… incerta de algumas coisas, tipo, o que fazer para vender no elo7, entretanto, completamente CERTA de que fiz a escolha certa. Saí do meu emprego porque quero trabalhar em casa com vendas na internet. Como chegar lá… Acredito no apoio do Elo7 pra isso, do facebook e claro, de algum talento que estou desenvolvendo… Afinal, talentos não foram feitos para serem enterrados! Precisam multiplicar!!! Estou muito feliz com a minha escolha.

  48. Simone Filetti

    Adorei o post! Agora estou iniciando por estas trilhas, sem ainda saber ao certo, como chegar lá e conciliando casa e uma filha de quase 5 anos. Mas estou apenas começando… incerta de algumas coisas, tipo, o que fazer para vender no elo7, entretanto, completamente CERTA de que fiz a escolha certa. Saí do meu emprego porque quero trabalhar em casa com vendas na internet. Como chegar lá… Acredito no apoio do Elo7 pra isso, do facebook e claro, de algum talento que estou desenvolvendo… Afinal, talentos não foram feitos para serem enterrados! Precisam multiplicar!!! Estou muito feliz com a minha escolha.

  49. Simone Filetti

    Adorei o post! Agora estou iniciando por estas trilhas, sem ainda saber ao certo, como chegar lá e conciliando casa e uma filha de quase 5 anos. Mas estou apenas começando… incerta de algumas coisas, tipo, o que fazer para vender no elo7, entretanto, completamente CERTA de que fiz a escolha certa. Saí do meu emprego porque quero trabalhar em casa com vendas na internet. Como chegar lá… Acredito no apoio do Elo7 pra isso, do facebook e claro, de algum talento que estou desenvolvendo… Afinal, talentos não foram feitos para serem enterrados! Precisam multiplicar!!! Estou muito feliz com a minha escolha.

  50. Jussana Sena

    Muito legal a matéria,compartilhar.Eu tenho dois filhos,uma de 9 e o menino de 4.Pela manhã acordo mais cedo e consigo adiantar o trabalho até umas 9hs,horário que acordam,depois que dos deixo na escola,volto e ai rende bastante.Claro que nem todos os dias sigo essa cartilha,afinal tem a casa,mercado,casa,lição da filha,ai dormimos um pouco mais tarde pra dar conta,mais sempre respeitando meu cansaço,afinal a mente tem que está bem para produzir.Enfim,cansamos,corremos,brincamos,mais estamos perto deles,acompanhando tudinho.Dica:tenho uma caixa com telas,tecidos,sobras de madeira.No dia corrido eles tbm fazem arte.Uma abraço e obrigada por compartilhar conosco mães e artesãs!!

  51. Jussana Sena

    Muito legal a matéria,compartilhar.Eu tenho dois filhos,uma de 9 e o menino de 4.Pela manhã acordo mais cedo e consigo adiantar o trabalho até umas 9hs,horário que acordam,depois que dos deixo na escola,volto e ai rende bastante.Claro que nem todos os dias sigo essa cartilha,afinal tem a casa,mercado,casa,lição da filha,ai dormimos um pouco mais tarde pra dar conta,mais sempre respeitando meu cansaço,afinal a mente tem que está bem para produzir.Enfim,cansamos,corremos,brincamos,mais estamos perto deles,acompanhando tudinho.Dica:tenho uma caixa com telas,tecidos,sobras de madeira.No dia corrido eles tbm fazem arte.Uma abraço e obrigada por compartilhar conosco mães e artesãs!!

  52. Jussana Sena

    Muito legal a matéria,compartilhar.Eu tenho dois filhos,uma de 9 e o menino de 4.Pela manhã acordo mais cedo e consigo adiantar o trabalho até umas 9hs,horário que acordam,depois que dos deixo na escola,volto e ai rende bastante.Claro que nem todos os dias sigo essa cartilha,afinal tem a casa,mercado,casa,lição da filha,ai dormimos um pouco mais tarde pra dar conta,mais sempre respeitando meu cansaço,afinal a mente tem que está bem para produzir.Enfim,cansamos,corremos,brincamos,mais estamos perto deles,acompanhando tudinho.Dica:tenho uma caixa com telas,tecidos,sobras de madeira.No dia corrido eles tbm fazem arte.Uma abraço e obrigada por compartilhar conosco mães e artesãs!!

  53. Angela Caroline

    Eu tenho um filhinho que hoje está com 2 anos e 7 meses, quando ele fez 1 ano eu
    montei minha loja no elo7 e de lá pra cá não parei mais.
    No começo eu ia costurar na casa da minha mãe, enquanto ela cuidava dele eu mandava bala nas costuras; Hoje eu costuro na minha própria casa, acordo bem cedo e até as 10:00h já consegui fazer muita coisa.
    Depois do almoço dou uma arrumada na casa e volto as costuras…ponho meu filhinho para me ajudar, dou lápis e um pedacinho de tecido e logo ele já vem com a sua caixa de brinquedos perto de mim e ficamos os dois “trabalhando”.
    A parte mais difícil desse processo foi quando eu o desfraldei, pois toda hora eu parava para leva-lo ao penico.
    Hoje tudo se estabilizou, criamos uma rotina, consigo produzir bastante por dia e sem stress; Percebo que vale muito a pena ficar em casa e ter participado de todas as etapas do desenvolvimento do meu bebê!
    Um grande beijo a todas!!!

  54. Tatiana Lins

    Olá, parabenizo pela matéria e por nos mostrar que não estamos sozinhas… Gostaria de contar um pouquinho da minha história também. Sempre trabalhei fora mas quando minha filha nasceu decidi sair do emprego e ficar em casa cuidando dela. O trabalho doméstico e a função Mãe não são fáceis, por mais que gostemos (sou amélia assumida) para ajudar retomei meus artesanatos que sempre fiz como hobby, Minha filha completou com 2 aninhos e está na escolinha a tarde, então montei meu ateliê e agora consigo separar melhor as funções. Abri minha loja no Elo7, aprendo tudo pela internet e muito aqui no blog. Acompanho todas as dicas e aprendo muito, obrigada!

  55. Maria Adriana

    Meu nome é Maria Adriana tenho 32 anos sou mãe de 03 filhos sou apaixonada pelo meu trabalho!!! Tenho 03 cães que tambem fazem parte da minha vida!!! Conciliar o trabalho dentro de casa,as tarefas domesticas, junto com a dinamica da casa realmente tem sido desafiador!!! Não é uma tarefa fácil!!!!
    Pois muitas vezes seu trabalho não rende… por conta de ser interrompida a todo instante, com visitas, telefone, filhos que brigam, etc… É uma loucura!!!
    Tem os prós e contra prós!!! A parte mais legal é trabalhar em casa e estar proximo da familia e resolver tudo a todo instante!!! Coisas que se trabalhasse fora teria de pedir autorização para levar um filho ao médico ou coisa parecida!!! Meu trabalho possibilita que eu o leve a qualquer lugar que for!!! Muitas vezes viajo e levo comigo minhas massinhas que fazem parte da minha vida!!! O mais importante é definir o melhor horario para trabalho,trabalho seis horas por dia, priorizar as entregas se possível em unico dia da semana ajuda a ganhar tempo, mais o mais importante é não desistir do seu objetivo!!! Grandes missões são dadas a grandes guerreiros!!!

  56. Maria Adriana

    Meu nome é Maria Adriana tenho 32 anos sou mãe de 03 filhos sou apaixonada pelo meu trabalho!!! Tenho 03 cães que tambem fazem parte da minha vida!!! Conciliar o trabalho dentro de casa,as tarefas domesticas, junto com a dinamica da casa realmente tem sido desafiador!!! Não é uma tarefa fácil!!!!
    Pois muitas vezes seu trabalho não rende… por conta de ser interrompida a todo instante, com visitas, telefone, filhos que brigam, etc… É uma loucura!!!
    Tem os prós e contra prós!!! A parte mais legal é trabalhar em casa e estar proximo da familia e resolver tudo a todo instante!!! Coisas que se trabalhasse fora teria de pedir autorização para levar um filho ao médico ou coisa parecida!!! Meu trabalho possibilita que eu o leve a qualquer lugar que for!!! Muitas vezes viajo e levo comigo minhas massinhas que fazem parte da minha vida!!! O mais importante é definir o melhor horario para trabalho,trabalho seis horas por dia, priorizar as entregas se possível em unico dia da semana ajuda a ganhar tempo, mais o mais importante é não desistir do seu objetivo!!! Grandes missões são dadas a grandes guerreiros!!!

  57. Maria Adriana

    Meu nome é Maria Adriana tenho 32 anos sou mãe de 03 filhos sou apaixonada pelo meu trabalho!!! Tenho 03 cães que tambem fazem parte da minha vida!!! Conciliar o trabalho dentro de casa,as tarefas domesticas, junto com a dinamica da casa realmente tem sido desafiador!!! Não é uma tarefa fácil!!!!
    Pois muitas vezes seu trabalho não rende… por conta de ser interrompida a todo instante, com visitas, telefone, filhos que brigam, etc… É uma loucura!!!
    Tem os prós e contra prós!!! A parte mais legal é trabalhar em casa e estar proximo da familia e resolver tudo a todo instante!!! Coisas que se trabalhasse fora teria de pedir autorização para levar um filho ao médico ou coisa parecida!!! Meu trabalho possibilita que eu o leve a qualquer lugar que for!!! Muitas vezes viajo e levo comigo minhas massinhas que fazem parte da minha vida!!! O mais importante é definir o melhor horario para trabalho,trabalho seis horas por dia, priorizar as entregas se possível em unico dia da semana ajuda a ganhar tempo, mais o mais importante é não desistir do seu objetivo!!! Grandes missões são dadas a grandes guerreiros!!!

  58. Estou aqui lendo estes comentários… ainda não deixei o trabalho fora de casa, mas rependo todos os dias… eu retiro liquido em torno de 2 mil… me pergunto se com o artesanato eu teria quanto livre por mês????

    • Elisa Dantas

      Oi Cris, este valor varia muito, do tipo de produto que você quiser fazer, do preço que irá cobrar e que os seu público estiver disposto a pagar. Comece aos poucos, precifique direitinho (temos vários posts sobre isso no Guia do Vendedor) e você terá muito sucesso!

  59. Tenho que dizer que as mulheres sao guerreiras pois cuidar da casa, de filhos, comida, contas, escola e ainda conseguir dar uma sorriso todas as noites quando o marido chega nao é fácil. Oque seria dos homens sem voces.

  60. Eu estou trabalhando de casa desde quando minha filha completou 3 meses e como estou trabalhando na área de turismo tem sido muito estressante. O trabalho exige muita responsabilidade e eu estou me cobrando muito também… Tentamos uma pessoa para me ajudar nas tarefas de casa mas hoje com minha filha aos 9 meses, estou pensando em parar de trabalhar em frente ao computador e tentar algo que seja mais criativo e que de mais prazer ao fazer. Atualmente trabalho em média 8 horas por dia e isso está me deixando muito estressada pois não consigo organizar meu horário ;(

  61. Sou produtora de eventos e trabalho em casa desde que minha filha mais velha tinha 8 anos de idade, hoje está com 20, foi muito bom, consegui fazer várias coisas que não conseguia quando trabalhava fora….. agora está mais corrido pois tive um casal de gêmeos, no começo fiquei enlouquecida achando que não iria conseguir mas nada como o tempo, nos primeiros meses arrumei uma pessoa para me ajudar, o mais importante é não se cobrar tanto e ter paciência que as coisas vão se encaixando, eu aproveito os horários que as crianças estão na escola e focar no trabalho, no meu caso o período da manhã, as vezes acontece de ter uma reunião no meio da tarde ou evento para acompanhar, recorro ao marido, caso ele também esteja ocupado, começa a correria de quem vai cuidar mas a gente sempre dá um jeito rsrsrsrs!! Não é fácil…. ,mas estou curtinho muito feliz de poder acompanhar as fases dos meus pequenos, hoje estão com 5 aninhos.

  62. Tem 3 filhos um de 18 anos, uma de 6 anos, e um de 4 anos trabalho em casa com quitandas caseiras pra vender então não tinha muito tempo era uma loucura ai me veio uma ideia de fazer uma brinquedoteca na minha sala ela é pequena mas foi muito bom eles passam horas brincando ainda estou me organizando mas acredito que estou no caminho certo porque não tem nada mas gratificante que cuidar dos nossos filhos!!