Home | Negócio Criativo | O segredo de ser feliz

O segredo de ser feliz

Woman walking into sunset in a park

Existe um pensamento de Confúcio que diz: “escolha um trabalho que você ame e não terá que trabalhar um único dia de sua vida”. Se você acompanha o meu trabalho, sabe que acredito que todo produto ou serviço existe para atender uma necessidade ou um desejo. Consequentemente, nosso foco de trabalho deve ser voltado para os anseios e desejos de nosso público-alvo, e não o produto por si só.

Da mesma forma que nos enganamos em focar os esforços no produto, muitas vezes também ocorrem alguns equívocos quando o assunto é realização pessoal, sucesso e felicidade.

Vivemos em um sistema capitalista que nos impulsiona a acreditar que o sucesso e a felicidade, são medidos através do número de coisas que acumulamos ao longo da vida. Além disso, nós mesmos condicionamos o sucesso ao aplauso de outras pessoas e abandonamos nossas vocações e desejos para vivermos as aspirações alheias. O problema é: não é possível ser feliz valorizando mais a opinião dos outros, do que seus próprios sentimentos.

Mas o que isso tem a ver com minha atividade artesanal? Tudo!

Deixe-me explicar melhor:

Especialistas são unânimes em dizer que um dos ingredientes de sucesso no trabalho, é a paixão por aquilo que se faz. E realmente, ter prazer naquilo que está fazendo é o maior segredo para alcançar a excelência profissional, afinal, quem ama sua atividade tem uma motivação diferente que está acima do salário ou pagamento que recebe pelas horas trabalhadas.

Normalmente, um profissional que ama seu ofício tem uma crise de sentimentos no que se refere à classificação de sua atividade: seria uma ocupação ou diversão? Eu diria que ambas. Ou seja, se divertindo com o trabalho e trabalhando com o que se diverte. Entretanto, este já seria um outro assunto.

Quando você tem prazer na atividade desenvolvida, os desejos alimentados não são os desejos alheios, mas sim suas vontades e sentimentos. Ora, se não é possível ser feliz porque deixamos de fazer aquilo que nos realiza, agindo em função da aprovação de outros, o contrário também é verdadeiro, ou seja, o segredo da felicidade profissional é trabalhar com prazer e com aquilo que gosta.

Hand paints white spot

Fatalmente esse bem-estar – proporcionado pela satisfação no trabalho realizado – irá refletir no desempenho e qualidade da atividade desenvolvida, afetando inclusive o processo criativo. Porém, o fato de fazer a atividade por prazer não significa desvalorizá-la. Justamente o contrário, pois existe um ingrediente a mais, chamado satisfação. O ser humano quando percebe que está gerando valor ou transformando para melhorar a vida de outras pessoas, automaticamente se sente mais feliz.

Esse é um dos motivos pelo qual sempre digo: foque na necessidade e desejo do cliente.

Com isso em mente, não condicione sua felicidade em vontades e desejos alheios ou em algo que talvez possa chegar um dia. Saiba que esta felicidade não está no final da caminhada, mas sim, no próprio caminho.

E você? Já encontrou o caminho para felicidade? Ama o que faz? Conte nos comentários!

Editado por: Aimée