Home | Negócio Criativo | O segredo de ser feliz

O segredo de ser feliz

Woman walking into sunset in a park

Existe um pensamento de Confúcio que diz: “escolha um trabalho que você ame e não terá que trabalhar um único dia de sua vida”. Se você acompanha o meu trabalho, sabe que acredito que todo produto ou serviço existe para atender uma necessidade ou um desejo. Consequentemente, nosso foco de trabalho deve ser voltado para os anseios e desejos de nosso público-alvo, e não o produto por si só.

Da mesma forma que nos enganamos em focar os esforços no produto, muitas vezes também ocorrem alguns equívocos quando o assunto é realização pessoal, sucesso e felicidade.

Vivemos em um sistema capitalista que nos impulsiona a acreditar que o sucesso e a felicidade, são medidos através do número de coisas que acumulamos ao longo da vida. Além disso, nós mesmos condicionamos o sucesso ao aplauso de outras pessoas e abandonamos nossas vocações e desejos para vivermos as aspirações alheias. O problema é: não é possível ser feliz valorizando mais a opinião dos outros, do que seus próprios sentimentos.

Mas o que isso tem a ver com minha atividade artesanal? Tudo!

Deixe-me explicar melhor:

Especialistas são unânimes em dizer que um dos ingredientes de sucesso no trabalho, é a paixão por aquilo que se faz. E realmente, ter prazer naquilo que está fazendo é o maior segredo para alcançar a excelência profissional, afinal, quem ama sua atividade tem uma motivação diferente que está acima do salário ou pagamento que recebe pelas horas trabalhadas.

Normalmente, um profissional que ama seu ofício tem uma crise de sentimentos no que se refere à classificação de sua atividade: seria uma ocupação ou diversão? Eu diria que ambas. Ou seja, se divertindo com o trabalho e trabalhando com o que se diverte. Entretanto, este já seria um outro assunto.

Quando você tem prazer na atividade desenvolvida, os desejos alimentados não são os desejos alheios, mas sim suas vontades e sentimentos. Ora, se não é possível ser feliz porque deixamos de fazer aquilo que nos realiza, agindo em função da aprovação de outros, o contrário também é verdadeiro, ou seja, o segredo da felicidade profissional é trabalhar com prazer e com aquilo que gosta.

Hand paints white spot

Fatalmente esse bem-estar – proporcionado pela satisfação no trabalho realizado – irá refletir no desempenho e qualidade da atividade desenvolvida, afetando inclusive o processo criativo. Porém, o fato de fazer a atividade por prazer não significa desvalorizá-la. Justamente o contrário, pois existe um ingrediente a mais, chamado satisfação. O ser humano quando percebe que está gerando valor ou transformando para melhorar a vida de outras pessoas, automaticamente se sente mais feliz.

Esse é um dos motivos pelo qual sempre digo: foque na necessidade e desejo do cliente.

Com isso em mente, não condicione sua felicidade em vontades e desejos alheios ou em algo que talvez possa chegar um dia. Saiba que esta felicidade não está no final da caminhada, mas sim, no próprio caminho.

E você? Já encontrou o caminho para felicidade? Ama o que faz? Conte nos comentários!

Editado por: Aimée

Eder Machado empreendedor digital, idealizador do ArtesCON e criador do blog Como Vender Artesanato. Seu blog e cursos têm ajudado vários criativos e artesãos a desenvolverem um negócio rentável através das artes manuais.

Veja mais posts deste autor.

53 comentários

  1. Esse post não poderia vir em melhor momento! Como sempre palavras que se encaixam na vida como uma peça se encaixa em um quebra-cabeças! Obrigada, Eder.

  2. Precisava ler algo motivador assim Hoje,parabéns!

  3. Com certeza a paixão pelo trabalho faz toda a diferença. No trabalho de artesanato encontramos vários problemas parecidos com qualquer outra atividade: cobrança, imprevistos, concorrência e demais ocorrências, mas nesta hora a paixão nos faz seguir em frente e superarmos qualquer obstáculo! Adorei o post Eder!

  4. Eu estou aprendendo com você Éder a fazer o que eu amo. A valorizar meu artesanato e transformar meu hobby num negócio. Ele ainda é uma sementinha, mas graças às suas indicações estou tentando plantar esta semente em boa terra para que ela cresça e frutifique.

  5. Maravilhoso post, Eder mais uma vez parabéns, você estar sempre nos incentivando a não desistir dos nossos sonhos, e a ter persistência!

  6. Tenho 56 anos e passei minha vida um tanto quanto frustrada por não ter conseguido seguir a minha vocação de ser atriz. Realizei vários projetos que não me completaram ao longo desses anos. Por necessidade financeira comecei a fazer artesanato e vender na minha cidade. Em 2011 descobri que poderia vender meu artesanato pela internet. Tive a sorte de encontrar a Elo7, um site confiável e profissional nesse segmento. Hoje me sinto totalmente realizada pois aproveito meu dom natural de criar personagens no palco e transformo eles em personagens para festas infantis.Se estou feliz ? Muito !!!! AMO o que faço e isso se reflete em cada avaliação que recebo do meu cliente.
    Eder, entendi perfeitamente o seu post. Obrigada, abraços e sucesso !
    Cássia
    Arte e Fé

    • marcia maria macedo beck

      Cassia sua história parece muito com a minha e hj me serviu de apoio para seguir em frente. Espero poder colher frutos mais a frente. Abraços!

  7. Verdades! Artesãos e Artesãs, já se pegaram se perguntando: Mas como assim, eu gostei tanto de fazer isso, como vou cobrar por isso!? Ou: Como eu ganhei tanto assim se eu amei fazer aquilo?! Pois é! Nossa…estou ganhando dinheiro fazendo coisas gostosas! Delicia né! E é assim fazer oque gosta, fazer artesanato pra mim!

  8. Obrigada pelo post, estava precisando ler algo assim para me dar força!!

  9. Olha, este texto fala exatamente o que penso! Sempre fui apaixonada por artesanato, já fiz de tudo um pouco, amo tudo! Então um dia pensei: “por que não fazer dessa paixão uma fonte de renda?” e é o que estou fazendo, já tenho minha fanpage, já fiz promoção, já vendi para o sul, centro e nordeste! Com as dicas do Eder estou me aventurando cada vez mais, deixando o “medo” de lado!!!!!!! Obrigada, Eder!!!!! Tu és 1000!!!!! Abraços

  10. Me senti completamente inserida no texto do Eder…Perfeito para a descrição do que sinto ao fazer cada peça que está no meu ateliê/loja virtual…
    Trabalhei minha vida toda em áreas que nunca gostei, pela necessidade de ganhos maiores para manter minha família (criei sozinha meus filhos e sem pensão).
    Meu amor pela arte e artesanato veio desde muito cedo, ainda criança…e na adolescência já possuía uma vasta coleção de diplomas pois procurava todos os cursos possíveis para aprender a fazer tudo aquilo que mais gostava. Embora trabalhei sempre em empresas que me davam a segurança que eu precisava, no paralelo nunca deixei de fazer minhas artes/artesanato, e vendia para colegas de trabalho, vizinhos, e quem gostasse das minhas artes.
    Agora aposentada, meu maior sonho se realizou: estar me dedicando 100% ao meu trabalho artístico/artesanal…Em cada peça que faço é uma paixão tão imensa que não me incomodo com o cansaço, ou com o valor (às vezes um tanto menor) que irei receber em relação ao trabalho primoroso que faço, pois a maioria das vezes surpreendo com peças ainda mais elaboradas do que foi visto em fotos de peças que constam na minha loja virtual, já que boa parte são encomendas a partir dessas fotos.
    Muitas pessoas amigas, familiares e vizinhos vem sempre visitar meu ateliê para saber ‘o que a Zelia está fazendo agora?’, e se admiram com a paciência que tenho em fazer coisas lindas e com a proposta de peças sempre exclusivas.
    Estou inserida no time que faz porque ama o que faz, que ao elaborar cada item, fico imaginando quem vai receber aquela peça bem feita nos mínimos detalhes, embalada com imenso capricho, sua satisfação, sorriso, bem estar.
    E quando recebo tantos elogios ao receberem suas encomendas, fico muito feliz. Geralmente me escrevem que superei as expectativas, e isso me motiva ainda mais e mais…
    Recomendo a todos que façam aquilo que mais amam, sigam sua vocação como no texto de Eder, pois é verdade: ‘quem faz o que ama, não sente o peso do ‘trabalho’, pois está se realizando, fazendo o que gosta, como uma terapia ou algo para si e aos que ama. O amor e o prazer é o mesmo!
    Um grande abraço a todos meus colegas de profissão, desejo muito sucesso como tenho tido também…E assim posso dizer com todas as letras maiúsculas: TAMBÉM SOU MUITO FELIZ!…………….zelia madureira, do ateliê e loja virtual ‘Mimos da Zelia”.

  11. Estou no caminho de viver exclusivamente da minha arte, que amoooo… hoje faço de maneira informal ainda, tenho minha página no Elo7, mas ainda não consegui me dedicar 199% pq trabalho em outra empresa tb, o dia todo, então complica e me sinto bem frustrada por isso… mas planejo mudar esta estória até o final do próximo ano, Deus há de me ajudar! Bjos Éder! Suas dicas são muito valiosas para nós!

  12. Nossa! Este post e para mim com certeza rsrsrs. Obrigada por nos lembrar de tudo isso de forma arumadinha rsrsrs. Sou formada em Direito, sou pos graduada e especialista em alguns ramos civis, no entanto, nunca fui feliz, sempre fiz a felicidade alheia, mas agora faço o que amo, o artesanato e tudo de bom para mim e mudou minha vida principalmente em relação a felicidade como um todo. Obrigada Eder!

  13. Post perfeito! Concordo plenamente, trabalhar com gosto e paixão, é infinitamente melhor…vc nem sente a horas passando.. e testemunhar a cara de felicidade de seu cliente ao ver e ficar encantado com sua peça?! Não existe um reconhecimento assim, que seja melhor.

  14. Depois de passar muito bons e maus momentos na carreira, estou buscando minha realização no artesanato, que, ate então, sempre foi mais hobby do que trabalho. Como estou no momento “disponível ao mercado”, vejo também a oportunidade de viver disso, que amo. Não é fácil, a sazonalidade de trabalhos ainda é bem grande pra mim, mas estou me esforçando para que isso deixe de ser sonho e se torne realidade.
    Obrigada pelo post, Eder!
    Abraços!

  15. Perfeito. Amar o que se faz e não sentir que estamos trabalhando e sim nos realizando.

  16. AMEI…..TUDO QUE ESCREVEU, VOCÊ CONSEGUI PASSAR PARA AS PESSOAS QUE ESTÁ DESANIMADAS , FORÇA E VONTADE DE CADA DIA IR MAIS LONGE……OBRIGADO…..

  17. Rita Fuentes

    Palavras Perfeitas !!! Creio que é o que todo profissional precisa ouvir todos os dias, INCENTIVO.
    Como Deus é Bom !!! Este texto veio em hora certa, como tudo o Deus faz. Quero agradecer a você Eder por nos incentivar desta maneira. Obrigada.

  18. Fazer o que se ama, não tem preço. Mesmo que pessoas próximas te acham louca ou só perguntem: “mas artesanato dá tanto dinheiro assim?”
    Não dá (ainda), mas é o que amo fazer.

  19. Eder,vc tem certeza q nao me conhece ?, tudo q esta neste texto sou eu rsrsrrrs, amo meu trabalho sou crocheteira desde meus 14 anos, ai tive tantas encomendas q a ponta da agulha machucou meu dedo kkkkkk, entao tentei fazer trico e consegui, virei crocheteira e tricoteira ( como eu sou prendada ), obrigada por tudo oq vc faz pelos artesãos, abraço.

  20. Elza Maria Bueno Amorim

    É bem isso e por aí……qq trabalho ou qq outra atividade feitos com amor dá satisfação, valorização e felicidade. E tem coisa melhor que isso???? abraço

  21. Muito lindo o texto. Quando fazemos o que gostamos, fazemos com amor e prazer, Descubra o que gosta de verdade e seja feliz!!!

  22. Fantástico, esse texto veio em boa hora, tudo que fazemos por prazer deixa de ser trabalho e torna-se uma diversão, a sensação de felicidade é automática. Parabéns mais uma vez pois você consegue usar as palavras de forma que possamos nos identificar com elas.

  23. Oi Eder, adorei o texto. Adoro o que faço, na verdade a minha vida inteira, mesmo trabalhando fora sempre estava envolvida com o artesanato. Agora me encontrei! Tô feliz, cheia de idéias, projetos…satisfeita … E quando um cliente se sente feliz com o meu trabalho, me sinto realizada e feliz também! E isso é só o começo! Obrigada pelas valiosas dicas! Pode ter certeza que tô fazendo proveito delas! Forte abraço

  24. Maravilhoso,este post mostra o quanto e importante termos amor pelo q fazemos,e a sim se tornando produtivo,no meu caso muito mas prazeroso pois alem de ganhar uma grana extra, levo aos meus colaboradores ,uma maneira de ter um ganho extra.ensino c/ meu produto,ao vender repasso um percentual a eles.e guando estão aptos ao trabalho ,se torna meus terceirizados.

    MEUS PARABÉNS.

    FICA COM DEUS.

  25. Ótimo post Éder! e veio numa hora daquelas! rss
    Precisamos de palavras assim para nos dar uns chacoalhões as vezes.
    Lembrarmos que precisamos ser feliz agora e não daqui a 30 anos.
    Obrigada!
    Abraço

  26. Eu sou prova viva do que o Eder Machado fala neste texto. Fui muito bem treinada em uma carreira que dava ótimo retorno financeiro e desempenhava bem o meu papel, mas quando tive a oportunidade de fazer o que realmente nasci pra fazer não pensei 2 vezes! Hoje tenho uma satisfação enorme tendo a arte e o artesanato como negócio.

  27. amo o que faço e amei o que escreveu! parabens!

  28. Eu amo o meu trabalho!tudo no que se refere à arte e decoração,me deixa feliz!
    Quando estou dormindo,até nos meus sonhos ,estou trabalhando e posso até acrescentar outros tipos de produtos no meu trabalho,mas a arte e o artesanato sempre em primeiro lugar.porque a felicidade não tem preço!

  29. Valéria Gonzalez

    Compartilho da mesma ideia. Sempre trabalhei fazendo o que gosto. Agora aposentada descobri o artesanato como outro amor da minha Vida.

  30. Rita Francesca

    Muito bacana este post, extremamente incentivador como tudo que você faz. Obrigada mais uma vez pelo seu desprendimento em nos passar tudo que sabes.

  31. sueli pessoa

    Faço arte desde pirralhinha, Faz muito tempo. No entanto ja tive que mudar de área para não morrer de fome.Na década de 80 viver de arte era morrer de fome. Aos poucos voltei a trabalhar com artesanato como complemento. Sinceramente sofro com isto, quero acreditar que da pra viver só do artesanato. Mas ainda não consegui, oque não quer dizer que vou desistir, longe disto!…e ao contrário é por isto que fico atenta aos seus conselhos Eder Machado, e fico muito grata pelo super incentivo! Abraços

  32. Darcy oliveira

    É verdade, quando se ama o que se faz a gente vive a felicidade e é um prazer muito profundo, do qual se atinge o maior ápice da vida. Obrigada Eder mais uma vez por está ao nosso lado dando esta força tão forte.

  33. Concordo plenamente com você,o prazer de ver um trabalho bem feito e um cliente satisfeito ou até mesmo por ter dado uma dica interessante a um colega de trabalho e saber que isso fez a diferença, está em harmônia com as sábias palavras …”há mais felicidade em dá do que receber”.

  34. Este seu texto é uma reflexão que se encaixa para todos nós que trabalhamos com produtos artesanais e que são produzidos com carinho, prazer e muito amor.

  35. Eu amo o que faço! Não dá para expressar o tamanho da minha satisfação em poder fazer o que realmente me dar prazer. Uma dificuldade financeira e uma depressão, que inclusive eu não admitia ter, me fez forçar a mente para descobrir qual a minha missão aqui na terra, pois eu já tinha tentado infinitas coisas e não me sentia feliz. Viúva aos 35 anos e com 2 filhas para criar precisava tomar uma atitude! Aos poucos fui me envolvendo com o artesanato, sempre relacionado com caixas e …. BUUUUUM! Encontrei a resposta que buscava desde que me entendia por gente. Para quê eu vim ao mundo???? Gente, me encontrei e isso foi maravilhoso. Me sinto privilegiada por Deus ter me dado este dom divino e poder fazer o que amo!

  36. kelle mendes

    Me sentindo muito mais motivada…Sou apaixonada pelo que faço com certeza! É muito bom ler artigos como esse principalmente os do Eder Machado (o qual sou fã…hehehe), que nos impulsiona, nos encorajam para continuar na luta por nossos objetivos,mesmo diante das dificuldades que sabemos que existe no caminho.mas sabendo que se existe amor pelo que fazemos tudo vale a pena.

  37. Amor em tudo que fazemos é a chave para o sucesso, realização, perdistencia.
    Todo trabalho tem sua barreiras, dificuldades, imprevistos e o artesanato não é diferente, mas qd amamos o que fazemos, não tem como dar errado. Amo meu trabalho e ne orgulho a cada dia mais.
    Parabéns Eder !

  38. Acho que o artesanato, que antigamente era chamado de trabalhos manuais, sempre esteve muito presente em minha vida, venho de gerações de mulheres que sempre tiveram suas mãos ocupadas com estes trabalhos manuais, Realmente faço o meu artesanato com muita dedicação e me sinto feliz e realizada com cada peça que termino. Obrigado pela palavras de incentivo. Deus te abençoe.

  39. Adorei o texto, muito bom mesmo. Amo o que faço e agradeço a todos vocês que nos ajudam a ter confiança em nosso empreendimento sem nos entregarmos ao desânimo. E o tempo é nosso maior aliado, não podemos ter pressa com os resultados mas focar neles e trabalhar para alcançá-los. Obrigada por tudo Eder.

  40. Amo o que eu faço!!!!!!!!!!!!! Mas ainda não consigo me manter só com ele!!! Mas como dizem faça bem feito e com amor que o reorno financeiro com certeza vai chegar!!! Obrigada pelas palavras, incentivo é sempre bom!!! E melhor é saber que o sonho pode vir a ser realidade!!!

  41. Somos, todos, co-criadores da alegria e do amor quando nos dedicamos com carinho, presteza e confiança naquilo que realizamos. É por isso que todo (a) artesão (ã) é feliz e realizado assim como eu também o sou. Muito grata Eder, pelo incentivo de seu post, você é o farol que nos auxilia nesse caminhar de sonhos e realizações em aprendizados constantes e crescimentos pessoais e profissionais. Que o Deus da Vida lhe abençoe e lhe reserve muitas inspirações para que possas continuar nos incentivando a sermos cada vez mais profissionais felizes e completos no quesito “Amo o que faço”!!!!

  42. Vânia L Silva

    Eder obrigada por suas palavras motivadora, estou começando no artesanato e as suas dicas me faz seguir em frente.

  43. Com certeza, hoje mais do q nunca me dei conta de que para sermos realizadas devemos prestar menos atenção ao que os outros falam e seguir nossa vontade fazendo o que nos realiza. Ainda estou no início do processo, mas com estas palavras me sinto mais forte e sei que chegarei lá. Muito bom estar fazendo parte deste grupo.

  44. Depois que conheci o artesanato fui mais feliz trabalho com biscuit e todos os dias acordo animada para começar a criar minhas peças

  45. Selma Elídia de L.S. Rosa

    Com certeza, o seu trabalho tem impactado vidas! Que Deus te cuide!
    Sua planilha, Desafio – 52 semanas para poupar dinheiro, simples, porém “fantástica”, ajuda e motiva na busca de realização de sonho. Obrigada! E que realmente, a cada dia estejamos buscando “O segredo de ser feliz”, amando as pessoas e usando as coisas. Que Deus abençoe todas as arteiras. Abraços.

  46. Concordo, tudo que fazemos com amor é satisfatorio!.
    Amo o que faço e agradeço muito a minha Família que me apoia.

  47. Amo o que faço Eder…que é o Biscuit….. a vida de artesã ñ é muito fácil, ainda mais conjulgada com a de dona de casa….. com 2 filhos homens…+ um marido… mas sou muito feliz, ñ paro 1 segundo……mas amo o que faço…. comecei há 2 anos…. consegui uma vaga na prefeitura pra fazer feira de artesanato, assim com panfletagem, peças e cartões…eu consigo divulgar a minha atividade….mas ralo d+
    investi todo a minha recisão no biscuit….ferramentas…. e etc…estou sempre antenada em tudo e quero muito crescer no meu ramo..e ser uma artesã de talento….. quero fazer do biscuit minha fonte de renda….. meu trabalho de vdd…. mas essa ramo é bem extenso….. existe muita concorrência, então fazer a diferença…. é bem legal e é esse o meu objetivo….sou bem franca…. quero me aperfeiçoar muito no biscuit, e com ajuda de Deus…. vou vencer e conseguir o que tanto quero

  48. Caro Eder, esse texto e suas aulas me encorajam para que eu possa me dedicar um pouco mais a cada dia e me preparar para estar pronta quando chegar a hora. Entendi que precisamos trabalhar e traçar o caminho para alcançar nosso objetivo um dia. E que assim seja! Um abraço e obrigado!

  49. Maria Leonice

    Amei o texto espero poder ler muito mais;nos encoraja a seguir em frente.Desistir jamais é o meu lema.Um grande abraço a paz de Jesus

  50. lucia helena corrrica pereira

    adoro o que faço.. esqueço vida quando estou fazendo ,.e minha terapia.

  51. Alexsandra Silvano

    Éder amar o que faz é uma coisa. Conseguir viver do que se faz é outra. Não adianta ser uma pessoa feliz fazendo algo que não gera lucros, que não vende ou que as pessoas não querem. O ingredimento mais importante nesta história é fazer algo que agrade o consumidor. Felicidade é uma mistura de sucesso profissional com paixão pelo que se faz. Uma coisa não sobrevive sem a outra. Belo texto, mas, conceitualmente falando, incompleto. De paixão ninguém compra matéria prima, paga seus fornecedores, contas ou sobrevive. Ou estou enganada? Desculpe a sinceridade, mas, de “auto ajuda” ninguém bom comida na mesa.

  52. É fundamental gostar do que se faz.
    Realização pessoal, sucesso, felicidade – e eu acrescentaria também o prazer – está diretamente ligado a isso, que naturalmente reflete no produto final que você faz. Isso é muito estimulante!
    Eu não consigo me imaginar fazendo um trabalho sem paixão.

    Eder, muito obrigada por fazer despertar em nós artesãos e alunos seus, essa consciência, que traz junto todos esses questionamentos.
    Esse aprendizado é para sempre.
    Um abraço e sucesso pra você.