Home | Bebê e Infantil | As mudanças não param: dente, engatinhar, salto, angústia da separação

As mudanças não param: dente, engatinhar, salto, angústia da separação

Se você nos acompanha nessa jornada desde que nos tornamos pais, talvez também fique chocado: Levi já está pra lá e pra cá. Às vezes me vem aquele filme na cabeça daquele recém nascido que parecia um saquinho de batatas.

Já tivemos muitas formas de nos organizarmos. Atualmente, Fabinho, meu marido, fica com Levi no período da manhã e eu no período da tarde. Como nós dois trabalhamos em casa também nos socorremos durante o dia para irmos ao banheiro, beber uma água e comer alguma coisinha. Só quem já esteve em uma rotina de bebê pra entender né? eles não param!

Dentinhos, salto de desenvolvimento e angústia da separação: tudo junto e misturado!

Eles não param porque as mudanças não param né? Bebês são respostas de tudo que acontece e de todas essas transformações. Levi já tem dois dentinhos, está nascendo mais dois em cima, salto, regressão de sono, angústia da separação e se movimentar por todos os lados. Realmente são muitas mudanças e a gente vai se permitindo mudar juntos!

Agora que Levi se move, ajeitamos a nossa sala de uma forma mais prática e à prova dele. Tampamos as tomadas, tiramos tudo que pode cair, machucar, cortar, bater, fechamos as escadas.. enfim, segurança, né? Terminamos de arrumar tudo e agora Levi sobe degraus! É realmente muito rápido que tudo acontece.

Agora na fase dos dentinhos, o que tem ajudado muito é aumentar o estoque de paciência. Sim, eles ficam mais carentes e querem mais peito, colo, proteção. Outra coisa que alivia esse desconforto é fazer o peitolé, picolé de leite materno! eles adoram e mordem super. E é importante deixar sempre algo para morder por perto, como mordedores, gelo, brinquedos de madeira que ajudam a rasgar a gengiva para o dentinho sair.

Confesso pra vocês que essa fase tem sido insana! Como vocês podem ver pra ele com tantas mudanças e também para nós corrermos atrás dele – e tendo que trabalhar, resolver problemas da vida, ser casal, amigos, filhos e indivíduos. É realmente muita coisa. Mas, essa interação que ele tem com a gente agora, é mágica (não romântica, mas mágica).

Falo isso não para romantizar a rotina ou ter um filho, mas porque somos movidos a isso: ocitocina. E como é importante cultivar essa sensação gostosa dentro de nós. Pois, sim, passa e passa rápido! mas se estivermos inteiros e conscientes, aproveitamos cada fase com todo coração e tudo que somos.

Afinal, agora é outro mundo… pra gente e pro Levi descobrir!

Veja mais posts da Isa Ribeiro aqui

Isa Ribeiro
Uma mulher ex-especialista de sistemas, hoje fotógrafa, escritora, life Coach pós graduando em Psicologia Positiva, podcaster e youtuber. Casei com o meu melhor amigo barbudo, gaúcho do interior e produtor musical chamado Fábio, que quase não dá bola pra essa coisa internética e vive de chinelo no pé.

Veja mais posts deste autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *