Home | Gente que Inspira | Entrevista | Entrevista com Sara Parente

Entrevista com Sara Parente

Como tudo começou? Desde quando sua paixão por artesanato existe? 

Desde criança vivia fazendo arte. Pintava as paredes da casa, costurava roupinhas para bonecas, pintava até meu porquinho-da-índia!! Hehehe. Quando adolescente, customizava camisetas para vender na escola para as amigas. Cursei faculdade de Moda e Estilismo Industrial pela FURB de Blumenau-SC. Durante a faculdade, trabalhei com o grupo AMC têxtil, na Colcci, Coca-Cola, Carmelitas e Sommer. Sempre tive vontade de começar com algo só meu e foi a partir das aulas de costura da faculdade que decidi começar a fabricar bolsas, em dezembro de 2006. No início eram simples, muita coisa eu nem sabia fazer, mas com tempo e paciência fui aprendendo e hoje produzo peças exclusivas, com qualidade e acabamento impecáveis. Vendo para todo o Brasil e em breve algumas peças minhas estarão circulando pela Europa :). Projetos…

Além de artesã, você exerce outra profissão? Qual? Quanto do seu tempo você se dedica ao artesanato?

Sou formada em Moda pela FURB-Blumenau-SC, recebi o título de Bacharel em Moda em fevereiro desse ano. Já fui professora de espanhol há alguns anos. Mas também sou bailarina profissional de dança do ventre e folclore árabe há 8 anos, tendo coordenado 5 edições do Festival Nacional de Dança do Ventre em Brusque. Dedico meu dia inteiro ao meu trabalho. E às vezes o dia precisava ter 30 horas para eu dar conta de tudo!

Artesanato é hobby ou algo mais? Você busca no artesanato uma fonte de renda, um meio de aliviar o stress ou ambos?

O artesanato é meu negócio e pretendo expandi-lo. Além de ser minha fonte de renda, é meu vício. Não consigo parar de criar e de pensar nisso :)

Quais são suas habilidades e especialidades?

No momento estou me considerando uma, digamos, “personal bag designer”, sendo que crio bolsas de acordo com o gosto das clientes. Minha empresa sou eu. Sou eu quem me ocupo de todos os processos. Criar, modelar, costurar, acabamentos finais, pintura manual, bordados, enfeites e também o marketing, a contabilidade…

Que tipo de trabalho artesanal lhe proporciona mais prazer?

Costura, pintura manual, bordado, artesanato em meia-de-seda. Tudo que envolva tecidos.

Quais materiais você costuma utilizar? Que equipamentos usa?

Utilizo diversos materiais mas a base de tudo são os tecidos. Mas para confeccionar uma bolsa, além de tecidos, são usados linhas, entretelas, alças de algodão, botões, plásticos, manta acrílica e depois para os enfeites, não há limites, uso um pouco de tudo e misturo diversas técnicas.

Onde você busca inspiração?

Em tudo o que vejo, minha cabeça não pára, sempre vem uma idéia nova e aquela vontade de produzir começa a coçar.

Onde você busca conhecimento, novas técnicas, aprendizado etc.?

Devo iniciar ainda essa ano uma pós-graduação em Negócios da Moda. Mas além disso, busco cursos no Senac, aprendo com pessoas que sabem mais do que muitos livros e revistas. Adoro comprar livros importados porque não existe bibliografia nacional sobre bolsas.

Fale um pouco sobre seu modo de trabalho e sobre os produtos que você faz. Quais os tipos de produtos, as principais características e diferenciais de cada um? Em que ocasiões podem ser usados? Quais as funcionalidades?

Produzo bolsas com alto grau de diferenciação e exclusivas, nunca são feitas duas bolsas exatamente iguais, sempre haverá um detalhe que diferencia uma da outra. Mas o que mais tenho feito são bolsas por encomenda, atendendo aos desejos das clientes. Tenho diversos modelos que atendem a diferentes necessidades, bolsas de mão para sair à noite, bolsas grandes para ir à faculdade, bolsas ecológicas para usar em compras. Tenho também uma grande diversidade de acessórios que são extremamente úteis no dia-a-dia, como porta-celulares, capas para notebook, necéssaires, bolsinhas, porta-jóias.

Você tem um atelier ou compartilha espaços da casa para suas criações?

Por enquanto divido espaço com minha irmã no escritório da minha casa, mas pretendo em breve ter meu próprio espaço.

Como você descreve seu atelier ou seu cantinho de criações? Se alguém visitá-la, o que encontrará lá?

Hum… atendo muitas clientes em minha casa. Meu avô é espanhol, marceneiro, então praticamente todos os móveis da minha casa foram feitos por ele, no estilo colonial espanhol. Meu espaço de trabalho mistura a modernidade dos móveis embutidos, projetados pela minha irmã que está fazendo Arquitetura, com a elegâncias dos móveis fabricados pelo meu avô. No meu cantinho ficam minhas máquinas de costura, meu jarro cheio de linhas coloridas, minha caixinha de costura. Meu armário lotado de tecidos coloridos e todos os outros materiais que uso.

Para minha companhia, tenho duas cadelas rotweiller, um pinscher que está sempre no meu colo e um coelhinho cinza.

Você dá cursos? Quais? Como os cursos são estruturados? Qual o público-alvo?

Não dou cursos.

Você escreve tutoriais e artigos “como fazer” sobre artesanato?

Ainda não surgiu essa oportunidade.

Você trabalha sozinha ou tem uma equipe? Você tem amigos(as) artesãos(ãs)?

Por enquanto trabalho só, mas tenho vários amigos que adquiri em feiras de artesanato.

Quando produz seus próprios trabalhos manuais, quais características você considera essenciais para considerar o resultado final como um bom trabalho?

Para ter um bom resultado final, precisa ficar muito atrativo, chamar a atenção e fazer com as pessoas tenham vontade de adquirir.

Quando analisa produtos de terceiros, que atributos você considera para definir o trabalho como um bom produto artesanal?

Qualidade, criatividade, estética.

Quais os desafios e dificuldades de se atuar no mercado de produtos feitos à mão?

Muitas pessoas ainda não sabem valorizar o produto artesanal. Sempre acham caro, não considerando o tempo e o empenho da pessoa em produzir aquele objeto. A invasão de mercadorias importadas e a baixo preço atrapalha muito. Como competir com uma bolsa que vem da 25 de março e é vendida a R$10,00?

Como você vê o panorama do artesanato no Brasil de hoje? Há espaço para artesãos e produtos manuais num mercado inundado de falsificações e pirataria? Qual o diferencial e valor que o artesanato pode agregar? Você vê alguma importância social no artesanato, no sentido de geração de trabalho e renda?

O artesanato é uma fonte de renda e gera oportunidade para todos. Qualquer um pode desenvolver algum tipo de artesanato tendo boa vontade e passar a sobreviver disso. Vejo o artesanato no Brasil ainda tímido, mas expandindo.

Você vê perspectivas boas para o mercado de produtos feitos à mão no nosso país?

Sim, acredito que cada vez mais as pessoas, cansadas de produtos baratos, mal feitos e massificados, estão se voltando para o mercado artesanal.

O Sebrae afirma que no Brasil há 8,5 milhões de pessoas que vivem exclusivamente da renda gerada pelo artesanato. Você acha que é possível mesmo viver exclusivamente do artesanato? Quais os desafios e oportunidades?

Acredito que sim, é só saber se organizar bem e ter noções de administração. Há oportunidades infinitas, nas criações de cooperativas etc.

Que dicas você daria a quem quer começar? Recomenda algum livro? Algum curso? Por onde começar? Qual caminho deve ser seguido? O que é preciso saber antes de começar? Quais cuidados tomar?

Quem quer começar precisa ter paciência porque as coisas vão surgindo aos poucos, seu nome vai ficando conhecido à medida em que você desenvolve um trabalho de qualidade. É preciso dar a máxima atenção aos clientes para que eles sejam a sua melhor propaganda.

Que atributos definem um bom artesão? Criatividade? Perseverança? Atenção a detalhes? Paciência? Originalidade?

Atenção aos detalhes, criatividade, paciência, bom humor.

Como você divulga seu trabalho? O que você acha mais importante na divulgação? Onde e como você costuma vender seu trabalho? Boca-a-boca? Você participa de feiras? Faz anúncios?

Minha maior divulgação é no boca-a-boca, de cliente para cliente, no Orkut, Flickr, Multiply e através de mala-direta. Na divulgação é importante bolar uma boa frase que leve a pessoa até seus produtos. A maior parte das minhas vendas é feita através da internet para todo o Brasil. Anuncio somente na internet, Orkut, Flickr, Google, Multiply. Parei de participar de feiras porque nelas não estão meu público-alvo.

Como você envia os produtos ao clientes? Você coloca alguma carta de agradecimento junto? Algum presente a mais na encomenda? O que você faz para agradar o cliente para que ele compre novamente de você?

Os envios são feitos normalmente aravés dos Correios e pelo sistema PAC que é muito seguro, até hoje não tive problemas. Meus clientes sempre retornam devido à atenção que lhes dou, e principalmente devido à rapidez na entrega, agilidade dos processos. Dependendo do valor da compra mando um acessório como brinde.

Você conhece algum lugar que pode ser considerado o lugar indispensável para quem faz artesanato? Um site, uma feira, uma cidade, uma loja etc.

Desconheço mas agora vejo que o Elo7 é uma excelente porta para divulgação e interação com outros artesãos.

Além disso, o que você acha indispensável para o artesão?

Muitos contatos!!

Você acha que a Internet pode ajudar na divulgação do seu trabalho? Como?

Para mim a internet é essencial. Você pode entrar em contato com milhões de pessoas, no mundo todo, não há fronteiras.

As regras de uso de alguns sites não permitem a divulgação e comercialização de produtos, mas ainda assim são usados sob risco de se ter a conta apagada. O que você acha do Flickr e Orkut? São bons lugares para divulgar? Quais as vantagens? Quais os problemas?

Até hoje devo ao Flickr e ao Orkut um bom volume de vendas. São excelentes porque são muito conhecidos e consequentemente muito visitados. nunca tive problemas.

Você acredita que ferramentas como o Elo7 podem contribuir? De que maneira?

Contribuem sobremaneira porque através de um site bem organizado e bem elaborado, passamos mais credibilidade ao cliente. Muitas pessoas não visitam minha página do Flickr, por exemplo, porque acham que se trata de vírus.

Qual sua opinião geral sobre o Elo7? Qual a importância dele pra você?

Sou iniciante na área, mas já tive um bom volume de visitações na minha página e espero que renda bons negócios.

O que você gostaria de ter no Elo7 e que está faltando hoje?

Não senti falta de nada, pelo contrário, está muitíssimo bem organizado e elaborado.

Você tem algum hobby que gostaria de citar? Fora o artesanato, o que mais você gosta de fazer? Viajar, esportes, livros, filmes, culinária, música etc. Tem alguma recomendação?

Eu amo de paixão viajar. Fora meu trabalho, pratico dança do ventre há 8 anos. Pratico também exploração de cavernas com minha família. Eu, meu pai, minha mãe e irmã já exploramos juntos mais de 60 cavernas em todo o Brasil, mas principalmente na região do Petar em São Paulo, onde temos muitos amigos. Atualmente, todos os finais de semana vou ao meu sítio, a 20 km da minha casa, onde cultivo uma horta, roço toda a área de entorno da casa, capino, enfim amo o contato com a natureza. Com meu namorado, estou aprendendo a ter a fotografia como hobby.

O que você não consegue viver sem?

Não consigo viver longe da minha família, do meu trabalho, da dança, do meu sítio.

Tem filhos? Tem algum animal de estimação?

Ainda sou nova para ter filhos e sem previsão para casamento. Possuo 2 cadelas rotweiller, 1 pinscher, 1 coelho.

Pra fechar (e seguindo a idéia dos 15 segundos): Se você tivesse 15 segundos para contar tudo sobre sua vida, como você diria?

Nasci em Bonsucesso-RJ. Filha de pai médico e de mãe enfermeira obstetra. Meus avós maternos são portugueses. Meus avós paternos são espanhóis. Dessa mistura nasço eu. Moro em Brusque-SC desde os 2 anos de idade. Sempre levada, minha mente sempre borbulhando idéias. Fluente em inglês e espanhol, arranhando o francês, formada em Moda, meu sonho é rodar o mundo todo.

Loja Sara Bolseira no Elo7: https://www.elo7.com.br/alasara

bool(false)

Sobre Elo7

Somos um time que é apaixonado por tudo que é criativo e feito à mão. Aqui no blog, trazemos dicas diárias para inspirar e ajudar no seu negócio criativo! Também organizamos oficinas e encontros em todo o Brasil. Conheça o Elo7!

Veja mais posts deste autor.

3 comentários

  1. Danny Barros

    Oieee, Sara Adorei te conhecer… tb adoro dança do ventre , muito legal, já pensei em aprender, mas tenho de emagrecer primeiro. hahahahahaha.

    Muito legal sua entrevista… saber um pouquinho mais sobre você e suas metas…
    Vai com tudo que 2009 promete! :))
    Mil beijos e sucesso sempre!
    Danny

  2. Danny Barros

    Oieee, Sara Adorei te conhecer… tb adoro dança do ventre , muito legal, já pensei em aprender, mas tenho de emagrecer primeiro. hahahahahaha.

    Muito legal sua entrevista… saber um pouquinho mais sobre você e suas metas…
    Vai com tudo que 2009 promete! :))
    Mil beijos e sucesso sempre!
    Danny

  3. Danny Barros

    Oieee, Sara Adorei te conhecer… tb adoro dança do ventre , muito legal, já pensei em aprender, mas tenho de emagrecer primeiro. hahahahahaha.

    Muito legal sua entrevista… saber um pouquinho mais sobre você e suas metas…
    Vai com tudo que 2009 promete! :))
    Mil beijos e sucesso sempre!
    Danny