Home | Manual de técnicas artesanais | Compota: saiba mais sobre essa sobremesa

Compota: saiba mais sobre essa sobremesa

Você deve adorar, mas talvez não saiba diferenciar uma compota de outros doces em conserva! Acertamos? Pois hoje vamos desbravar essa técnica artesanal de preparo de doces no blog: compota. Que tal? Vem com a gente e acompanhe abaixo!

Compota: o que é

As compotas podem ser conservas de frutas ou outros vegetais. Há exemplos comuns como tomate e a cenoura, que devem ser cozidos aos pedaços em açúcar e algum líquido, que pode ser água ou suco de fruta.

compota goiaba

As compotas podem ser uma sobremesa, servida com sorvete, iogurte, coalhada, pudim, podem servir como recheio para bolos ou outros doces, ou também podem ser complemento de pratos salgados, geralmente festivos, como o peru natalino (no Brasil). As inspirações podem ser muitas, você que elabora com sua criatividade!

+ Receita de purê de maçã aqui no blog: confira e sirva no Natal!

+ Objetos feitos à mão para servir receitas, como potes e louças específicas: tem no Elo7.

Diferenças com outros doces de fruta

  • Doce de fruta: produto açucarado, criado com fervor e açúcar com um fruto que tende a não se desfazer totalmente, apresentando pedaços de fruto.
  • Compota: são outro tipo de conserva, feitas com frutos e ou vegetais inteiros ou em pedaços, cozidos aos pedaços em açúcar e algum líquido, que pode ser água ou sumo de fruta. Exemplos comuns são compota de maça, abobora ou casca de laranja.
  • Geleia: um tipo especial de conserva em que os frutos são cozidos com bastante líquido, normalmente em sumo de fruto, mas também pode ser com vinho ou água, com açúcar, que depois é coado e se torna num gel translúcido.
  • Conserva: trata-se de uma forma de preservar um fruto inteiro ou parcialmente partido, numa calda açucarada. O processo pode envolver cozinhar ou não o fruto.
  • Marmelada/Goiabada: purê cozido com açúcar em partes iguais com o fruto com o objetivo de o conservar, normalmente tem uma consistência sólida, devido á marmelada e goiaba terem tanta pectina, mesmo que é possível fazer-se versões mais moles, basta não cozinhar tanto, tornando-se mais numa compota de marmelo ou compota de goiaba. A marmelada  é criada a partir do marmelo – uma especialidade da doçaria regional portuguesa, e a goiabada é uma especialidade brasileira criada a partir da goiaba.

+ Pudim de geladeira: aprenda a fazer você mesma.

+ Dicas de como usar porcelana: mesa posta com estilo.

Imagem externa do site M de Mulher.

bool(false)
Com antena ligada para novidades e tendências 7 dias por semana, paulistana vivendo em Ilhabela, é produtora de conteúdo criativo freelancer há seis anos, formada em Publicidade e Propaganda na ECA-USP, com especialidade em mídias digitais pela FGV. Autora do blog Colacorelinha , redatora do Blog do Elo7, gerenciadora de marcas na web e fã convicta de suculentas e sua força.

Veja mais posts deste autor.