Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | 7 Ideias para reencontrar o seu diferencial

7 Ideias para reencontrar o seu diferencial

amor_negocio

Por Karine Drumond do Negócio de Mulher

Quem trabalha com o que ama, já tem meio caminho andado para o sucesso. A outra parte deste caminho é construída quando a gente gera valor para outras pessoas, ou seja, quando a gente cria um negócio que interessa, entusiasma, ajuda ou melhora a vida de outras pessoas. Fazer o que ama + criar algo de valor para o outro são alguns dos fatores mais importantes da equação de um negócio criativo.

Mas e quando parece que o que você tem para oferecer está mergulhado em um mar de coisas parecidas, sem diferencial? Como superar as ofertas similares e criar algo único, com a tal sonhada “vantagem competitiva” e conquistar o coração do seu público?

Pra quem acha que este papo de marca e diferenciação vale só para grandes empresas, vai ficar surpresa com a quantidade de ideias úteis e importantes para estes conhecimentos podem agregar na nossa vida, não só nos negócios.

marca

Preparada para colocar a sua marca em cheque?

1. Comece entendendo quais são seus pontos fortes? Quais são as suas habilidades mais naturais? O que você faz bem ou melhor do que ninguém? Qual atividade você tem mais facilidade de aprender? Tente lembrar dos pontos auges da sua carreira. O que você estava fazendo nos momentos auges? Como você pode usar esta habilidade no seu trabalho atual para se destacar? Ex.: comunicação, escrever, escutar os outros, lidar com pessoas, facilidade com números, etc.

2. Propósito. Por que você decidiu trabalhar com o que você faz hoje? O que a motivou a começar? O que te dá energia? No que você acredita? Como você acredita que o seu trabalho pode ajudar os outros ou agregar algum valor na vida das pessoas? Comunique esta sua motivação e seu valores ao mundo, na sua comunicação, nas redes sociais. Conte sua história. As pessoas se identificam com os valores e crenças das outras pessoas.

3. Foco. Seja muito boa em alguma coisa. Não tente ser tudo para todos. Qual a sua habilidade principal? Escolha uma técnica para se destacar. Escolha um produto para começar ou foque em um serviço específico. Que tal focar em um nicho de mercado? Ex.: “Pessoas que amam animais de estimação” ou “Jovens que amam tecnologia”, etc. Começar a focar irá te ajudar a se destacar para aquele segmento, sem contar que ao focar você poderá economizar em marketing e esforço de vendas.

4. Diferencie-se pelo conhecimento. Estude tudo sobre um determinado nicho, seja expert do assunto. Crie um blog ou compartilhe seu conhecimento nas redes sociais. O conhecimento dá segurança, a paixão dá brilho no olhar.

5. Reconecte-se com seus clientes. Ainda não sabe qual o seu diferencial? Converse com alguns consumidores, peça feedbacks sinceros. Descubra como as outras pessoas enxergam você, a que palavras elas associam você ou seu negócio? Está alinhado com o que você deseja? Como você pode melhorar a sua oferta?

6. Recolha depoimentos. Pare de falar de como o seu projeto é legal e comece a mostrar os resultados. Como ele ajuda as pessoas, como ele gera valor, encanta… ou como ele se diferencia. Você consegue criar pequenos videos para contar estas histórias? Divulgue os depoimentos, fotos e histórias dos seus clientes.

7. Inicie alguma coisa. Se você ou seu negócio parecem estar mergulhados em um mar de mesmice, inicie alguma coisa nova. Nada como a novidade para re-calibrar a energia e motivação. Não precisa de muito ou reinventar a roda. Crie um evento, faça uma palestra, Inicie um movimento, crie um ebook gratuito, crie uma linha nova de produtos…

Talvez você não tenha um único diferencial, mas talvez uma combinação de fatores. Por exemplo, você pode ter um foco bem definido de público-alvo + uma forma de comunicação especial. Ou talvez, seu ponto forte seja uma combinação de uma habilidade pessoal + domínio de uma técnica + fortes parcerias.

Já pensou em qual seria sua combinação única?

E você, o que tem feito para gerar valor para sua marca? Que ações ou atitudes tem dado mais certo? Conta pra gente! Vamos continuar a conversa nos comentários :)

Imagens: chaveiro Débora Costa e letras Donna Flor

bool(false)
Karine Drumond e Priscila Valentino atuam há mais de 10 anos com design e criatividade e atualmente são responsáveis pelas iniciativas da Negócio de Mulher – projeto criado para inspirar e ajudar mulheres a transformarem sonhos em realidade e paixões em negócios, por meio de cursos online e ebooks.

Veja mais posts deste autor.

20 comentários

  1. muito bom o post… eu me sinto assim, mergulhada no mar de mesmice…mas vou pegar essa listinha e fazer 1 por 1…obrigada!!! vou começar já!!!

  2. Thais friolli

    Quero aprender a fazer este vocês podem me ajudar passando passo a passo?
    achei muito bonito e quero fazer o nome da minha filha

  3. Mito legal!!! Estou começando meu negócio agora e procurando (em mim) meu diferencial… Texto bem inspirador!!

  4. Muito bom!
    Trabalho com biscuit desde 2002, abri uma lojinha aqui em 2010 e agora voltei a exercer essa linda tarefa. Estou precisando dar um UP nos negócios, apesar de está fazendo bastantes trabalhos, ainda dependo do meu outro emprego registrado o que me toma muito tempo.

  5. O que fazer quando se tem muitas habilidades e não consegue focar em um produto?, isto pode parecer muito bom mas não é, eu me empolgo com as coisas que eu vou vendo, vou comprando coisas e fazendo e daqui a pouco já estou investindo em outro tipo de produto e aí fica tudo muito bonito mas nada funciona porque não tem foco.

    • Camila Frachini

      Esbarro nas mesmas questões que vc Ana, mas acredito que o caminho é justamente o FOCO. E lendo o post é como tirar o coelho da cartola, é enchergar aquilo que fazemos com mais amor.
      Sucesso. À nós !!

  6. Post mt interessante, estou iniciando no ramo de peças para decoração infantil e festas, mas n sei ao certo o q fazer, sou mt criativa e tenho milhoes de ideias na cabeça, o q acaba por me atrapalhar um pouco.

  7. Maria de Lourdes de Landa

    Olá bom dia.
    Muito proveitosa as dicas sugerindo estas excelentes ideias.
    Sou design de moda e trabalho com estamparia exclusiva manual e digital de tecidos,aquarela em seda e, sempre estou à procura de novos caminhos que
    aperfeiçoe minhas criações.
    Realmente, mesmice desestimula e ideias novas são sempre bem recebidas para ar trabalhos diferenciados; é o que sempre procuro fazer.
    Obrigada por estas 7 dicas!!!

  8. Gostei bastante desse artigo. Trabalho com varios tipos de artesanato e me identifico com eles.Voltei a bordar chinelos e a fazer um pouco de bijouterias,porem estou um pouco perdida
    devido a problemas pessoais,mas tenho investido muito e estou tocando razoavelmente meu atelie

  9. Muito bom esse post . Sempre procuro um diferencial no meu trabalho, seja na qualidade das peças, no capricho e pequenos detalhes, mas sinto que ainda falta alguma coisa ,porque ainda não me sinto satisfeita com o resultado de vendas e as vezes penso ate em para de comercializar e fazer sómente pelo grande prazer de criar, mas… ainda estou na busca porque sei que pode melhorar . Tento me especializar e aprender cada vez mais nas técnicas , mas com relação as vendas , não sei, ainda tenho muito a aprender e sei que preciso de ajuda.Resumindo , eu gosto mesmo é de criar , vender não é minha praia , no entanto , é necessidade.

  10. Perfeito! Estou passando justamente por este momento em meu negocio…vou por em pratica!!!
    bjssss

    Fer

  11. Anelise Kluge

    Olá. Estou montando minha loja de artesanato atualmente. .. quero inaugura-la em fevereiro. Estou num momento de decisões importantes, pois trabalho com diversas técnicas e venho pensando justamente nestes pontos abordados, como diferencial… bacana, me ajudou a pensar um pouco mais em alguns detalhes!

  12. Essa coisa de ter muitas habilidades atrapalha um pouco pois, mesmo as artes sendo bem caprichadas e bonitas o foco acaba prejudicado e a divulgação não alcança o esperado.

  13. Gostei muito das dicas todas, embora já soubesse como funciona, é bom ler de ‘outra forma’ para refletir melhor…
    Também tenho muitas habilidades e já ouvi que isso é ‘não ter foco’…fiquei chateada, pois tudo que faço, mesmo sendo várias técnicas e inventando técnicas mistas, me faz muito bem, me dá intenso prazer de fazer, embora se tornem por isso muito trabalhosas e mais caras, portanto mais difíceis de vender.
    Interessante foi um dia colocar despretensiosamente uma peça diferente, que fiz para presentear, e não fazia parte do meu rol de peças cadastradas, e tenho tido muitas encomendas desse item.
    Já pensei até em mudar o nome da loja e focar mais nesse tema e estilo, embora também gosto de fazer os outros trabalhos artesanais que tenho na minha loja, a maioria para pronta entrega e não saem. Os que vendo mesmo são os sob encomenda, o que não me dá tempo para criar mais.
    E pela primeira vez me senti confusa, sem saber se continuo como estou, se mudo algo, se abro outra loja separada, já que não quero abrir mão das minhas outras artes e são artigos muito diferenciados uns dos outros…

    • Luciana Xavier

      Zelia, num desanime, continue com seu trabalho, veja onde vc pode divulgar determinados produtos, de repente vc tem lugares diferentes e produtos diferentes para cada público desses lugares. Bjos!

  14. Luciana Xavier

    Amei o post, as dicas são excelentes, faz a gente pensar e repensar nosso negócio, dá um norte

  15. amei ,muito inspirador

  16. Adorei o post, muito acertivo ! Na minha lojinha as clientes é que me deram um “norte” p/ qual nicho deveria focar e deu certo !!!!
    As dicas são ótimas.