Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | Cópia, pirataria e plágio

Cópia, pirataria e plágio

destaque blog

No meio do mercado artesanal, costumo perceber questionamento e dúvidas com relação ao assunto de cópia, plágio e pirataria.

Primeiramente, quero deixar bem claro, que sou totalmente contra a qualquer tipo de pirataria, plágio ou cópias ilegais, porém, questiono a visão que muitos criativos e artesãos têm dessa questão.

Na verdade, o que me preocupa é comentários do tipo: “não faço isso ou aquilo, pois vão copiar meu trabalho”.

Pense, em seu cantor ou cantora preferida…

Pensou? Lindas canções, não é verdade?

Bom, eu não sei quem é o seu artista musical preferido, mas, posso afirmar, sem medo de errar, que ele já teve seu trabalho copiado, plagiado e pirateado.

Agora, imagine se, por ter o seu trabalho copiado, plagiado e pirateado, seu artista predileto deixasse de gravar ou cantar, ou seja, tivesse o mesmo pensamento de “não farei, pois vão copiar meu trabalho”.

Percebe? Seria um desperdício de talento… você, e outras pessoas, seriam privadas das músicas que tanto gostam.

Aliás, não teríamos mais músicas para escutar, pois todos são pirateados, copiados e plagiados.

Quando um artista criativo não produz um material por medo da pirataria ou cópia, está agindo exatamente com o pensamento: “Não vou gravar pois, vão me piratear”.

E então você nesse momento deve estar se perguntando: “E se copiam o meu trabalho? Eu acabo prejudicado…”. Então eu respondo: errado!

O único prejudicado é quem copia, pois não está exercitando sua criatividade…Quem não exercita a criatividade não cresce e não evolui, ao contrário, entra em um processo de regressão.

O único prejudicado é quem pirateia, pois não sabe que tudo que planta irá colher…Quem pirateia hoje, amanhã será pirateado! Não tenha dúvida, a lei da semeadura (ou causa/efeito) é real e implacável.

Se observar a questão por um outro ângulo, verá que isso, no fundo, valoriza cada vez mais o seu trabalho.

Isso não se aplica somente para o artesanato, mas vale para qualquer tipo de produto. Veja alguns exemplos:
– A Apple deixou de fazer o “iphone” por causa do “hiphone” (uma cópia de R$ 99,00)? NÃO…

– A Windows deixou de existir  porque seu sistema operacional  é pirateado? NÃO…

– A Nike quebrou, porque um monte de fabricantes usa seu logotipo de forma ilegal? NÃO…

– A indústria do cinema deixou de existir, porque é possível assistir seus filmes gratuitamente na internet? NÃO…

– O profissional de artesanato que você admira, deixou de fazer sucesso porque centenas de outros artesãos copiam seu produto? NÃO…

Na verdade, todos eles CRESCEM CADA VEZ MAIS…

Meu objetivo, com essa reflexão, não é incentivar a cópia, pirataria ou plágio, pois como já disse: sou totalmente contra esse tipo de prática! Meu objetivo é trazer um novo ângulo sobre a questão e mostrar que isso não deve ser um empecilho para você.

Gostaria muito de saber sua opinião! Coloque nos comentários…

bool(false)
Eder Machado empreendedor digital, idealizador do ArtesCON e criador do blog Como Vender Artesanato. Seu blog e cursos têm ajudado vários criativos e artesãos a desenvolverem um negócio rentável através das artes manuais.

Veja mais posts deste autor.

44 comentários

  1. Trabalho com quadros para porta de maternidade e, eu mesma já me inspirei em trabalhos de outras artesãs, assim como tenho visto muitos trabalhos inspirados em modelos que eu criei.
    Acho que quando alguém se inspira em seu trabalho é por que ele está bonito, criativo.
    E tem mais: em artesanato nunca uma peça fica igual à outra mesmo que seja feita pela mesma
    artesã. Cada trabalho tem seus detalhes e cada artesã(o) tem seu estilo!

  2. Visão muito boa. Já tive esse receio e procurei meios de evitar isso (o que infelizmente não possui no que faço), mas penso que, mesmo se acontecer, a pessoa não conseguirá crescer como eu tenho potencial. Tenho as ideias, o conteúdo e toda a proposta, a partir da minha originalidade e sei que trabalhando bastante isso não será um problema pra mim.

  3. O problema é quando copiam o seu trabalho e o vendem por um décimo do valor! E ainda usam sua foto como modelo. Até o cliente perceber que a qualidade não é a mesma, muitas vendas se vão…

    • Nisso eu concordo com vc Andréa. Os maus profissionais copiam mas usam matéria prima de péssima qualidade e por isso cobram barato. Mas, olha, esses profissionais vendem apenas uma vez.
      Minhas clientes me procuram sempre que precisam por que sabem do respeito que tenho com elas e acabam também fazendo indicações, e assim vamos seguindo.

  4. No próprio Elo7 encontro muitos produtos meus copiados por outros lojistas, as vezes reclamo e o Elo7 manda notificação, outras diz que não pode fazer nada, então tiro o produto de linha e deixo de “presente” para quem copia e crio outro para colocar no lugar daquele que foi pirateado. Mas é muito chato isso, e os próprios clientes tem culpa, pois canso de receber fotos de produtos de terceiros com as clientes pedindo para “orçar” um igual, quando identifico o lojista mando e-mail para ele explicando o que esta acontecendo e para a cliente passo os dados do “dono”do produto dizendo que é conhecido e tal e quando não conheço digo que não copio arte de terceiros por questões de ética. Mas esta difícil trabalhar, já que os clientes procuram produtos “baratinhos” e tem gente se vendendo por centavos, acreditando que assim derruba a concorrência e se dá bem, mas acontece o contrário, quem barateia e copia apenas acaba com si mesmo, desgastando seus equipamentos, seu corpo e sua mente.

    • Eu já ensinei meus ursos para muitas amigas, sempre gostei de repartir oque sei com outras pessoas que precisam trabalhar.
      Acho que esta preocupação tem um fundo de egoismo, estas amigas vendem tanto quanto eu.
      Ninguém faz tudo exatamente igual, e visto que os gostos diferem sempre haverá trabalhos para todos.Vejo isto pelas avaliações das colegas que fazem o mesmo produto que faço.
      O importante é pesquisar o mercado para ver oque está na moda para agradar os clientes,
      sempre fui feliz por compartilhar oque sei fazer.
      Quando alguém copia oque faço, isto quer dizer que tenho bom gosto no meu trabalho.
      Hermina.

      • Amiga Hermina, não tem nada de egoismo, depende do tipo de trabalho que é copiado, uma coisa é copiar coisas existentes, ou aprimorar algo, como ursos, que tem 2 olhos, uma boca, 2 orelhas, quatro patas e sabidamente não tem como fazer diferente. Outra coisa é copiar arte vetorial, desenhos de criação exclusiva simplesmente vetorizando por cima como fazem muitos para se aproveitar. Fazemos faculdade, cursos de design investimos pesado em programas gráficos originais e levamos dias na criação de um desenho para alguém em 5 minutos vetorizar por cima e copiar exatamente igual. Artes gráficas, desenhos, Layouts, etc tem propriedade intelectual envolvida e direitos autorais, é como plagiar uma música, um livro, etc. Uma coisa é se inspirar, outra é copiar.

      • Eu concordo com você Hermina, eu não tenho nenhum curso de artesanato, mas cresci em meio a costureiras, então sempre gostei disso, eu comecei fazendo trabalhos ensinados por outros artesãos, assistia a programas de artesanatos que ensinavam fazer os produtos, aprendia a fazer daquele jeito que ensinavam e depois ia modificando do meu gosto. A loja onde compro meus produtos tem muitas artesãs, sempre que aprendo alguma coisa nova eu levo para elas e ensino a fazer, afinal eu aprendi com vídeos explicativos, não vejo motivos para não ensinar o próximo, o mundo é grande e tem espaço para todo mundo, quanto mais a gente compartilha o que sabe mais a gente cresce :)

    • Querida eu também sofro com este mesmo problema, recentemente uma mal caráter que tem loja também no elo7, não só reproduz meus produtos como também , sem o meu consentimento e conhecimento, roubou várias fotos dos meus produtos, produtos estes com a minha assinatura e fotos estas…tiradas na porta da minha residência e colocou na loja dela……….Eu acho isto o fim da picada!!!! Só que as minhas clientes conhecem de longe os meus produtos……… Beijos

      • Cris Oliveira

        Olá Simone! Entre em contato com a equipe de atendimento do Elo7 informando os dados da loja que copiou suas fotos para que possamos tomar as devidas providências.

  5. Eu achei que o post ia ter outro foco, sobre o ato de os artesãos usarem personagens famosos para fazerem seus produtos.
    Sabe, eu tenho muita dúvida nesse assunto… Muitas pessoas no meio artesanal (eu incluída) fazem produtos baseados em personagens famosos, como Pepa Pig, Frozen e etc. Isso é pirataria também? Até que ponto isso é ou não ilegal? Gostaria de saber a opinião de pessoas entendidas do assunto e ter uma informação concreta sobre isso, pois até hoje tudo que eu vi foram discussões de “acho isso” e “acho aquilo”.

    • É verdade eu também tenho essa dúvida. Gostaria de saber o que se pode ou não ser feito.

      • Oi Vinicius!

        Realmente essa é uma dúvida pertinente. Vou procurar um especialista no assunto e quando tiver mais informações a respeito

    • Oi Deborah!

      O assunto é pertinente e interessante. Como não sou especialista nessa questão, procurei alguém para trazer informações que possam elucidar essas questões.

      • Também gostaria de saber sobre a utilização de personagens famosos nos artesanatos.

  6. Olá.
    Existe espaço para todos.Copiar todo mundo copia.Qualquer coisa que você pensar em fazer agora,alguém já fez ou está fazendo.Quando copiamos, tentamos fazer melhor.Acho que é um processo evolutivo.Copiamos receitas de comida,copiamos decoração,olhamos vitrines e copiamos, e assim por diante.
    Em relação a preço,cada um faz o seu, e é responsável pelo seu também.Gente, isso é comércio.Não sou a favor de vender meus produtos muito baratos até porque valorizo meu tempo, mas admito que quando vou comprar eu procuro preço mais baixo e garanto que todo mundo faz isso também.
    Em artesanato não acredito em pirataria a não ser que você copie e coloque o nome de quem você copiou, aí sim está errado, mas tentar fazer igual…nada de mais.
    Todo mundo navega pela internet, ou mesmo pelas lojas nas ruas, ou lendo revistas para pegar idéias. Isso é muito normal.
    Atenção:
    PODEM ME COPIAR rsrsrsrsrs
    Um grande beijos para todos que leram minha opinião e um 2015 turbinados de novas ideias.
    Rita.

  7. O importante é sabermos que, o copista, jamais fará um produto com a mesma qualidade que a nossa e, assim, venderá uma única vez e por muito pouco tempo.
    Hoje, mais que nunca, o consumidor está atento também à qualidade e, esta, nós temos e muito.

  8. Alguns anos atrás pensei em parar com tudo, pois além de criar objetos de decoração, eu era também decoradora de vitrines.
    E minha principal cliente gostava que eu fizesse abertamente, sem empapelamento da vitrine, nos dias de menor movimento, para saber o que acontecia (geralmente às segundas feiras de manhã e as vezes se alongava até a tarde).
    O movimento se tornava absurdamente fora do normal, como se fosse um sábado. Enquanto eu montava a decoração da vitrine, via os flashs de câmeras o tempo todo, as vezes me virava para ver, e haviam centenas de pessoas me observando, algumas copiando em blocos de desenho, e até filmando. Nunca me importei com isso, porque meu objetivo maior era que meu cliente ficasse satisfeito, aumentasse a clientela, e mesmo num dia que seria parado ela vendesse bem. E vendia muito!
    De outro lado, a ‘audiência’ enorme, para mim soava como aplausos, para mim já contava como retorno, então eu gostava, todos gostavam e ficava tudo bem.
    Até que eu vi em algumas revistas nas bancas (sempre comprei aos montes para me atualizar), minhas ideias ali, copiadas por outros artistas e com crédito deles. Me entristeci, me desmotivei, não quis fazer mais o meu trabalho super criativo porque copiavam, ganhavam na venda das revistas, e ganhavam mais trabalhos que poderiam ser meus…e o crédito era para essas outras pessoas. Por anos trabalhei assim e acabei desistindo. Mudei meu ramo de trabalho, pois desde que seja arte, para mim está ótimo, me realiza e fico feliz!
    Gostei do artigo escrito pelo Eder, mesmo porque hoje amadureci e penso de outra forma. Que importa se alguém queira me copiar?, e isso ainda acontece muito…já cheguei a encontrar uma loja virtual com o mesmo nome que a minha em Portugal, mostrando meus artigos também. Parece que ela sumiu depois que dei o flagra!
    Quer dizer que meu trabalho é bom, bem feito, e minha criatividade continua a mil por hora como sempre foi…Nada vai me desanimar por causa de pirataria, e se antes eu houvesse ‘deixado de lado’ esse assunto, ainda estaria montando vitrines por São Paulo toda, pois meu nome já era conhecido entre lojistas da cidade toda e shoppings, depois foi para o segmento de festas.
    Hoje digo que miniaturizei aquilo que sempre fiz, pois se fazia esculturas gigantescas, hoje faço pequenos mimos, muitos bem trabalhados e trabalhosos, alguns dão pouco lucro, mas que o resultado tem que ser bonito, emocionar meus clientes como leio sempre em suas mensagens…E isso já me faz muito feliz!
    Ano passado já comecei a planejar mudanças em minha loja virtual e ateliê, e este ano pretendo mudar muitas coisas, acrescentar muitos itens, tirar outros que já não estão funcionando, fazer tudo funcionar superbem…
    Não vamos deixar nossa criatividade de lado por causa de terceiros mal intencionados, vamos fazer com que isso se torne um incentivo para aumentar ainda mais nossa criatividade, algo que os ‘piratas’ jamais irão conseguir fazer, SER CRIATIVOS!
    Um abraço a todos os lojistas criativos do Elo7…………………….zelia.

  9. Discordo, acho que as “cópias”prejudicam as pessoas criativas, sim. Meu público alvo são pessoas que buscam enfeites criativos e diferenciados. Se tenho meus produtos copiados indiscriminadamente, principalmente aqui no Elo7, eles se tornam comuns, sem diferencial…
    Quem acha legal ,que em toda festa, encontre os mesmos enfeites e lembrancinhas?
    Detalhe, acho falta de respeito e falta de empenho, não pode ser um artesão sério e comprometido com sua arte. Em muitos casos, além de copiar, colocam o preço lá embaixo,na peça que vc criou,com seu esforço pessoal…isso não é prejudicial? Por favor, agora tenho que trabalhar pra estes medíocres ? Criar e me conformar que estarão copiando, e assim carregar nas costas os sabotadores da minha arte?

    • Perfeita colocação Liliane. Copiar não é ato de profissionalismo nem ético. Acredito sinceramente que dizer que não há problema em copiar que elas se enforcam sozinhas. Engano. Elas enforcam a todas nós. Estudamos, pesquisamos, fazemos cursos tanto referente a artesanato quanto administração, organização, contabilidade, marketing, divulgação, como elaborar blog, fanpage etc etc. Muito estudo, muita dedicação e muito trabalho para desenvolver peças originais e diferenciadas. Ainda que haja um molde disponível é possivel faze-la de diversas formas diferentes. Não vejo necessidade nenhuma de copiar e na maioria infame das vezes sem modificar um ponto ou uma vírgula. Pior que isso é utilizar fotos alheias dizendo que faz igual o trabalho de outra artesã. A frase ” cópia não existe porque é um trabalho manual e jamais sairá igual” é absurda. Óoooobvio que não sairá igual e tentar justificar dizendo que nem a própria artesã fará igual é tão absurda quanto. Terá sim a mesma qualidade, primor, cuidado, amor e dedicação da vista na foto. O que esquecem é que quando uma ” cidadã ” lesa o cliente todas entram no pacote. Na hora de falar mal cliente não distinge alhos de bugalhos. E a partir daí artesanato tem que ser barato, qualquer artesã faz trabalhos de outros, podem usar indiscriminadamente trabalgos e criações alheias e está tudo bem? Nos matamos e outro pode pegar, destruir nosso trabalho com tudo que fizemos e está bem? Rouba nossos clientes, porque cliente vive na cultura existente de que tem que ser barato, que ter defeitos é normal, que tem que aprender de graça, que todos são obrigados a dar paps e moldes caso contrário somos excomungadas. Erro grave de postura das artesãs, das que acham que em uma sema a pode se chamar artesã e que não é profissão e sim tapa buraco ou hobby, o que justifica os preços impraticáveis e acabando com.o mercado. Os preços são trabalhados, avaliados e não é fazer o qie quer, mas cobrar o justo. E cntinuar alimentando para os clientes que essa postura é certa e normal, que não entregar o prometido ou entregar porcaria pode e não afeta ninguém é um engano o qual luto veementemente. Não é legal com os artesãos profissionais, não é legal judicialmente e acaba com o mercado, para quem vive disso, quem sustenta suas famíliasncom o artesanato e principalmente conosco, que respeitamos, amamos e vivemos arte.

  10. Amei a matéria !!
    Posso acrescentar que mesmo quem copia ,se fizer um trabalho de bom gosto e com bom acabamento vai encontrando seu espaço aos poucos e assumindo uma personalidade própria definindo seu objetivo.
    Quem copia só por copiar não se firma no mercado,pois um dia faz isso, amanhã aquilo e não tem persistência,como quem ama o que faz. Acaba vendendo da China .rsrsrs
    E concorrência é muito bom ,afinal se fosse ruim os shoppings não existiriam.
    O sol brilha pra todo mundo !!

  11. Também gostei muito de ler… um dia, criei um nome para os produtos q fiz, os primeiros e fiz uns tags à mão bem simples, para começar, mas sem registro… quando vi, um tempo depois, o nome q havia escolhido, já estava estampado numa placa de um projeto municipal… eu não podia fazer nada, como iria provar, legalmente! Mas hoje tenho outro nome, uma nova identidade e esta experiência me serviu!!! Outra situação que fico pensando é sobre os personagens com marca registrada. Por exemplo, a minha filha quer o niver dela da Minie rosa e eu certamente farei! Muitas clientes minhas querem temas tb da Disney, da Turma da Mônica, etc. O que fazer?

  12. A cópia NUNCA é ou será um elogio.

    Reproduzir um trabalho que, em alguns casos, levou anos para chegar ao produto final é, para falar um mínimo, uma canalhice.

    O ELO7 prova, que um mesmo tema pode ter INÚMERAS representações. Cada um pode e deve por a sua personalidade, a sua própria VISÃO sobre o tema e há espaço para todos os Criativos, eu garanto.

    Li pelos comentários que é até egoismo não compartilhar. Eu acho que isso deve ser uma escolha. Eu não concordei que reproduzissem meu trabalho, mas infelizmente, há cópias demais aqui no portal que deveria ser dos criativos. Alguém reproduzir o meu trabalho para GANHAR dinheiro é extremamente ofensivo.

    Só quem já teve seu trabalho reproduzido e vendido por outros sabe a sensação.

    Mas uma coisa é certa quem copia não constrói NADA.

  13. ELIANE PEREIRA DO CARMO RODRIGUES

    Penso que no meio da arte podemos ver algo e nos inspirar a fazer, mesmo que tentemos nunca ficará igual, então não será plágio, sempre adapto ideias que gosto e faço do meu jeito e tenho maior prazer em mostrar e ensinar o que sei.

  14. Eu já me inspirei em muitas artesãs para fazer meus trabalhos, e nunca sairão iguais, mesmo porque eu não queria que ficassem iguais. É muito bom ter um referencial, principalmente quando esta começando.. Depois notei que alguns trabalhos de artesãs famosas e que eu admiro muito, foram parar em outros sites, com outros nomes, achei chato isso. Mas que eu sirva de referencia, que algumas pessoas possam se inspirar em mim, em meu trabalho, para encontrar um caminho. E ajudo no que posso, porque fazer igualzinho ninguém vai.

  15. Oi!!!
    Trabalho com modelagem com e.v.a.Já ministrei oficinas virtuais,fotografei Paps para revistas,e adoro ensinar o pouco que sei.
    Inspiro-me em outras artesãs,e sei que algumas se inspiram com meus trabalhos.Tenho orgulho de ser fonte de inspiração!!!
    Agora,o que acontece muito nesse meio,é a falta de respeito quanto aos devidos créditos pela criação de uma peça.E outra que acontece muito:as pessoas se apoderam de fotos sem logomarca,e dizem descaradamente que são trabalhos seus…como pode?!!
    Hoje uma busca no Google,nos dá mil idéias,modelos,técnicas que nos ajudam a elaborar as peças.Há muitos Paps gratuitos para ensinar.
    Tempo,dedicação,riscar molde,cortar,colar,pintar,até que a peça esteja pronta,dá muito trabalho!!!
    Aí vem um terceiro,se apodera da sua foto como se fosse dele,e pega encomenda na maior cara de pau.Isso é muito feio!!!Falta de vergonha,e preguiça de dar asas a própria criatividade.
    Cheguei até pensar em desistir,porque a concorrência era desleal.Mas aí entendi,que por mais que tentassem me copiar,seria impossível!!!
    A marca registrada do artesão está nos traços,acabamentos…Se nem eu consigo criar 2 peças fielmente iguais,um terceiro jamais fará um trabalho igual ao meu!!!
    Que a criatividade de cada um floresça!!!

  16. Celina Flavia

    Tenho aprendido muito com as palestras do Eder….No ramo que eu trabalho, cartonagem, muitas vezes artesãos conceituados no mercado criam suas peças e ensinam como fazer em cursos ou apresentações em programas na TV, e logicamente muita gente começa a fazer estas peças e coloca-las a venda…..Não tem como fugir muito disso, pois os proprios clientes acabam te pedindo uma determinada peça, que foi feita por ciclano ou beltrano, mas uma otima maneira, creio eu, na hora de postar estas peças, na mais justo que mencionar o criador desta peça e quem a esta fazendo…….

  17. Bom dia Eder, primeiro queria saber a diferença entre a cópia, pirataria e plágio. Segundo quero saber se estou fazendo alguma dessas coisas. A situação é a seguinte:

    Comprei um tal adesivo para potes e a pessoa garantiu que podia lavar o pote que não soltava, mas a informação dela foi enganosa, porque quando lavei o pote … soltou tudo.

    Mas como gostei da idéia dela de fazer adesivos para potes e outros materiais … passei a testar vários produtos para lançar um outro tipo de adesivo que vou batizar como apliques, que realmente não solta quando for lavado. Estou testando a mais ou menos 1 mes esses apliques.

    PERGUNTA:
    Estou usando a idéia dela … mas fazendo minhas pinturas, meus riscos, minha técnica, usando outros produtos, outras fotos, outro pap … isso é cópia, pirataria ou plágio??

  18. Maria Regina Zanetta Simoni

    Eu penso da seguinte maneira: mesmo que as pessoas copiem jamais ficará igual pois a criação vem do fundo do fundo do âmago de seu criador e a cópia é simplesmente algo sem emoção. Tem uma artesã que pinta o rosto das bonecas, acho que o nome é Andreia, que acredito ninguém pintará o rosto de sua boneca, mesmo que tenha feito o curso com ela (ela dá cursos) igual ao dela. Já vi rostos de bonecas pintados parecidos com os das bonecas dela…é a cara de uma boneca pintada, nada mais que isso. No entanto os olhos das bonecas da Andreia passam emoção. Eu fico admirando e percebo emoção e é uma emoção de tristeza. Por isso a cópia jamais será igualada a original.

  19. Achei muito interessante e válido seu ponto de vista. É sempre bom ouvirmos opiniões variadas a respeito de algum assunto. Abc.

  20. Acho que as pessoas confundem um pouco as coisas e os ânimos até se exaltam nessa questão.
    Primeiro, comentam sobre egoismo em ensinar… isso nada a ver tem com copia. Ensinar um costura, fazer uma almofada, é ensinar uma habilidade. Ou seja, uma pessoa ensina a outra a costurar usando um modelo base, muito simples e faz parte do aprendizado. Segundo que hoje as pessoas usam “inspiração” para copiar. Inspirar é olhar uma coisa e ter uma outra idéia ou interpretação daquilo. É totalmente diferente de copiar!

    Copiar é outra coisa, é a pessoa pegar a foto do trabalho de outro e fazer igual e ainda assim ha casos e casos, exemplo, vai fazer um Mickey? Vejo como uma situação, vai copiar um personagem que a outra pessoa criou do zero? Ja é outro cenário totalmente diferente.

    O que eu vejo hoje é que as pessoas estão sim preocupadas em copiar porque para elas é um “caminho fácil”, alguém ja fez aquele modelo e vendeu, logo é sucesso. Poupa o trabalho do copiador. Eu vejo muitos cursos do Eduk e as pessoas se preocupam com ter o molde e não em aprender a técnica. E estou falando assim, o molde de um cogumelo! Que a pessoa pode jogar no google e achar uma foto, nem precisa desenhar, só riscar em cima! Só que o ramo em que estamos ja diz Mercado CRIATIVO, ou seja, tem que criar para ser diferenciar de verdade. Claro que dá raiva sim ver sua arte copiada, vc pensa nas horas que gastou desenvolvendo, nos testes que fez etc etc, é um sentimento totalmente humano. Mas eu acho que não se deve parar por causa disso! Afinal, quem é criativo vai sempre ter novas idéias, vai procurar outras referencias, enquanto o copiador vai ser apenas isso, uma cópia.

  21. Para reflexão…
    Não devemos mais trabalhar com patchwork, pois estaremos “plagiando” as peças da maravilhosa Ana Cosentino.
    Não devemos mais trabalhar com feltro, pois estaremos “plagiando” as peças da talentosa Erica Catarina.
    Não devemos fazer roupas, porque talvez pensem, que é plágio do trabalho de Coco Chanel.
    Não devemos mais produzir peças em crochê, pois acreditem, será plágio do trabalho de nossas avós.
    Já observei em lojas do Elo7, maravilhosas peças, idênticas as que minha mãe confeccionou há mais de 20 anos, irei processar todas essas talentosas artesãs, por plagiar o trabalho da minha mãe.rs

    Parabéns a todos vocês, talentosos artesãos!!!!

    Jamais permitam que a mesmice e a mesquinhez, interfiram nesse dom divino “com o qual ” Deus os presenteou!!!!

  22. Vera Cristina Gomes Bocchi

    Concordo com voce, mais quando alguem pega uma foto sua posta como se fosse o trabalho dela e tenta vender, como se chama isso? quanto a copiar, eu pelo menos se vejo alguem copiar um trabalho meu fico lisongeada, porque afinal gostaram do seu trabalho, mais sou totalmente contra alguem fazer o que fizeram comigo, pegar uma foto sua e tentar se promover através do seu trabalho

  23. Géssika Santos

    Concordo plenamente contigo. Olha, trabalho com origamis. Ideias com origamis surgem aos milhares, todos os dias! E além do mais, origami é uma arte milenar que não tem como uma pessoa de agora dizer: “essa arte é minha”.
    Portanto, esta ótica de que, qualquer nova ideia é realmente nova pode até ser questionada. Uma vez que, com os recursos da internet, tudo que você procura, você encontra ou no google ou no youtube (com aula passo a passo ainda).
    Muito bacana sua postagem!

  24. Acredito que peças servem de INSPIRAÇÃO… e usando a nossa criatividade, podemos fazer a releitura da mesma….
    Esse negócio de plágio é uma tese complexa, pois é difícil comprovar a cópia, e se tiver uma palavra diferente, deixa de ser plágio.
    Penso que se vejo alguma peça na net que gosto, ela é de uso público. Tudo o que vai prá net, é de domínio público…
    Nunca me preocupei com copiadores, até mesmo porque se estão copiando, sinal que estou atingindo meu objetivo de divulgação.
    Procuro fazer a diferença no atendimento, e vincular uma fidelização, ao invés de me preocupar com estas pessoas, que na verdade, não são meu objetivo.
    Me preocupo muito mais com o meu público alvo,

    Gostei da matéria.
    Muitas pessoas confundem PLÁGIO com RELEITURA!

    Bjks

    RITA TAVARES

  25. Pirataria é falta de ética….Ética é uma palavra de origem grega (éthos), que significa “propriedade do caráter”. Ser ético é agir dentro dos padrões convencionais, é proceder bem, é não prejudicar o próximo.