Home | Negócio Criativo | Desenvolva seu Negócio | 6 Coisas a fazer quando as vendas estão lentas

6 Coisas a fazer quando as vendas estão lentas

Se você é empreendedor há algum tempo, sabe que as vendas podem variar muito, numa semana vender muito bem e na seguinte ser mais fraca. A queda nas vendas é mais comum em alguns momentos para todos os tipos de negócio, principalmente em momentos desafiadores, como da pandemia, por exemplo. Mas ela jamais pode ser recorrente.

6 Coisas a fazer quando as vendas estão lentas

Mas antes de criar promoções e oferecer descontos altos apenas para girar o estoque e aumentar o caixa da sua empresa de forma pontual, procure entender as possíveis causas disso para cortar o mal pela raiz, ao invés de colocar apenas um curativo. Procure entender os motivos e monte um plano de ação Para isso você pode começar se fazendo duas perguntas:

1. Quais os motivos podem ter feito as minhas vendas caírem?

A resposta para a primeira pergunta pode variar bastante, dependendo do nicho, tipos de produtos, materiais usados, qualidade do atendimento, divulgação, preço, variedade de produtos, confiança da marca, etc.

2. O que posso fazer para voltar a vender bem e aumentar o faturamento?

Já a segunda, nós podemos de dar uma mãozinha! Listamos 7 dicas práticas que você pode fazer quando as vendas estão lentas para aumentar o seu faturamento!

1. Faça cursos de profissionalização ou atualização

Por mais que você domine uma técnica artesanal, há sempre uma outra técnica que pode ser aprendida para agregar valor ao seu produto, ou te ajudar na criação de uma nova linha de produtos. A ideia ao fazer os cursos é buscar maneiras de inovar, seja em relação à técnica, aos materiais utilizados ou aparelhos e ferramentas para a sua criação. Hoje há muitos cursos disponíveis na internet, que você consegue assistir de onde estiver. Mas, caso você não tenha recursos para investir, procure por tutoriais no Youtube ou conteúdos gratuitos no Pinterest.

2. Invista no pós-venda

Você já ouvir falar que é muito mais vantajoso aumentar as vendas com os clientes que você já possui do que conquistar novos consumidores? Um grande erro que alguns artesãos cometem é acreditar que o processo de venda de seu produto acaba após a entrega para o cliente. Na verdade, a entrega do produto deve ser o início de um relacionamento duradouro e saudável, onde você e seu cliente estão satisfeitos.

Esse relacionamento chama-se “Pós-Vendas”, e todo vendedor deveria saber de sua importância, afinal, é muito mais trabalhoso fazer um venda para um novo cliente, do que vender para quem já teve uma boa experiência de compra com você. Existem vários benefícios em fazer um bom pós-vendas como por exemplo: ter clientes satisfeitos, gerar oportunidade de novos negócios, identificar problemas, ganhar confiança e conquistar credibilidade.

3. Crie e venda produtos complementares

Uma estratégia que pode aumentar o faturamento do seu negócio é vender produtos complementares para aumentar o ticket médio, ou seja, o valor médio dos pedidos. Por exemplo:

  • máscara de tecido: você também pode vender saquinhos para guardar máscaras limpas e máscaras usadas ou um porta álcool gel;
  • lembrancinhas de aniversário: você também pode vender convites físicos ou digitais, cadernos de assinatura, topo de bolo;
  • arquivos de corte: você também pode vender papéis especiais para recorte, adornos que incrementem as criações com os papéis;
  • bonecas artesanais: você também pode vender roupas e acessórios avulsos para as bonecas;
  • cadernos: você também pode vender adesivos em formato físico ou digital, bloquinhos de anotação e planners de mesa, por exemplo.

4. Tire novas fotos e reveja o cadastro dos produtos

Suas fotos são atrativas e realmente mostram os diferenciais do seu produto? Caso a resposta for não, teste tirar novas fotos, mostrando pessoas usando seu produto ou com fundos criativos, por exemplo. Lembre-se que as fotos dos produtos geralmente são as primeiras coisas que seu cliente irá ver ao visitar sua loja online. Através da fotografia, você transmite diferentes percepções sobre aspectos da sua marca. Por isso capriche!

Verifique também se o títulos, descrições, categorias e tags dos produtos foram cadastrados corretamente e de maneira otimizada. Confira as dicas no Guia para descrever produtos Fora de Série)

5. Crie conteúdos de valor para as redes sociais

Você divulga seus produtos de forma periódica ou esporádica? Você divulga sempre os mesmos conteúdos? Utilize as redes sociais para criar um relacionamento com os seus seguidores. Ofereça dicas relacionadas ao seu nicho sobre como usar seu produtos, tendências do seu mercado, inspirações, entretenimento, vídeos educativos, etc.

Aproveite a ferramenta de caixa de perguntas do Stories no Instagram e pergunte a eles o que eles gostariam de ver mais no seu perfil, quais são seus interesses, dúvidas ou curiosidades sobre o seu trabalho, etc.

6. Invista no marketing de influência

Quantas vezes você ficou inclinado a comprar um produto ou um serviço porque uma pessoa famosa ou influenciador te indicou? O marketing de influência é uma estratégia usada há bastante tempo por marcas grandes, mas hoje com os microinfluenciadores das redes sociais, marcas menores podem usar essa estratégia para divulgar seus produtos. Confira nesse post 7 dicas para fazer parcerias de sucesso com influenciadores.

Engenheira de produção de formação, apaixonada por empreendedorismo, DIYs, artesanato e tudo relacionado a ele. Acredita que só é feliz quem sonha grande e ao mesmo tempo é genuinamente grato por tudo que tem! Escreve aqui no Blog e também no Academia Craft Academiacraft.com.

Veja mais posts deste autor.